Falar uma segunda língua atualmente pode abrir várias portas, tanto do mercado de trabalho ou acadêmico, quanto na própria vida pessoal.

Assim, aprender outro idioma pode ser essencial para melhorar o currículo, conseguir bolsas de estudo no exterior, conquistar aquele cargo almejado dentro de uma empresa e até para se comunicar sem sufoco durante viagens internacionais.

Atualmente, o idioma mais procurado pelos brasileiros é o inglês, já que é compreendido em diversos lugares do mundo e é considerado uma língua universal.

A Cultura Inglesa está completando 25 anos em Bauru, mas já está no mercado há mais de 80 anos. Por conta dos anos de tradição e também por já ter sido eleita cinco vezes consecutivas como a melhor escola de inglês de São Paulo pela Pesquisa Datafolha, a escola é uma referência quando se trata do ensino da língua inglesa.

Por conta disso, entrevistamos Rodrigo Bernardes Queiroz, gerente da unidade da Cultura Inglesa em Bauru, para saber um pouco mais sobre as vantagens e os melhores métodos para os bauruenses aprenderem inglês.

Qual a importância de aprender inglês?

Aprender inglês é fundamental porque o inglês há muito tempo deixou de ser um diferencial para ser pré-requisito. Então ou você fala inglês, ou você está fora dos processos seletivos, seja na área acadêmica ou no mercado de trabalho. Além disso, saber inglês te dá o empoderamento e a liberdade de falar uma outra língua. Porque a partir desse momento não existe barreira para você, onde estiver você consegue fazer amizade, se comunicar, se expressar e fazer o que quer.

Por que pessoas fluentes acabam se destacando em relação a outros níveis do idioma?

Hoje não basta você falar só um pouco de inglês, porque de certa forma muitas pessoas já fazem isso. Então o que vai importar é a sua habilidade do ponto de vista comunicativo, quão fluente e proficiente você é. Nesse sentido, a Cultura Inglesa tem como diferencial oferecer cursos desde o nível A1 da tabela europeia até o nível C2, que é o nível proficiente. Portanto, temos um curso tanto para aquele aluno iniciante que nunca viu inglês, quanto para o aluno que morou fora por dez anos que fala super bem, mas que ainda quer continuar expandindo e aprofundando.

Por que falar inglês e se comunicar em inglês são coisas distintas?

É importante ensinar o aluno a se comunicar em inglês. Porque se comunicar significa entender o que você ouve, entender o que você lê, conseguir se expressar com clareza, precisão e assertividade na hora de falar e na hora de escrever.

Tudo isso usando estruturas linguísticas, vocabulários e expressões que sejam naturais e próximas daquilo que os falantes nativos da língua usam. Então o curso da Cultura Inglesa capacita o aluno a falar com a espontaneidade, a liberdade e a fluência que ele precisa para se expressar com precisão e assertividade. Por isso, tudo o que ele consegue falar na língua materna, com riqueza de detalhes, ele vai conseguir falar na língua inglesa também.

Como aprender a aplicar o inglês em situações da vida real?

Na Cultura Inglesa, a gente traz a vida real para dentro da sala de aula desde o nível básico. Então, o aluno vai ter a oportunidade de trabalhar as expressões, os vocabulários da língua de forma contextualizada e personalizada. Sempre a partir de situações e contextos da vida real que sejam relevantes para ele. Assim, o aluno vai ter o suporte do professor para se comunicar em inglês, usar a língua e as estruturas novas para falar de si mesmo, do que pensa e para interagir com os seus pares.

Como vocês fazem para que o ensino atenda as dificuldades e necessidades específicas dos alunos?

Trabalhamos com uma abordagem eclética em que o professor tem liberdade para escolher dentre diversas técnicas e métodos.Dessa maneira, ele pode escolher o que, naquele momento, vai contribuir para um melhor aprendizado do aluno baseado no perfil dele, no nível e no tópico que está sendo estudado.

Mas o principal recurso é que colocamos o aluno como centro do processo. Assim, o foco está no aluno e naquilo que é o objetivo dele. Diante disso, o professor vai ter liberdade para fazer repetição em sala de aula se o aluno precisa de uma atividade que requer repetição, para propor atividades em grupo, trazer um trecho de filme ou música, dentre outras atividades.

Quais recursos são utilizados para melhorar o aprendizado dos alunos?

Nós temos o livro didático, a lousa digital em todas as salas e somos a única escola de inglês do Brasil que tem parceria com a Google For Education. Através dessa plataforma, os alunos têm acesso a uma sala de aula virtual (Google Classroom) onde conseguem continuar interagindo, aprendendo inglês, tirando dúvidas e expandindo conhecimento.

Também usamos um aplicativo em parceria com a MacMillan que é uma das mais renomadas editoras do mundo. Nele, o aluno tem, para cada aula que ele faz, uma série de atividades pré-selecionadas para continuar praticando. Enfim, o professor tem uma série de ferramentas e possibilidades que ele vai selecionar baseado no perfil da turma, no objetivo e necessidade do aluno e naquilo que está sendo estudado naquele momento.

Além das aulas, vocês também oferecem atividades extras, certo? Qual a importância de oferecer atividades assim?

A Cultura Inglesa, como o próprio nome da instituição diz, tem como um dos grandes pilares a cultura. Isso, porque a gente sabe que aprender uma língua diferente significa também aprender a cultura dela, porque é impossível dissociar uma coisa da outra.
Nesse sentido, nós promovemos grupos de teatro, coral e uma série de eventos culturais ao longo do ano. Isso permite que o aluno tenha esse intercâmbio cultural para conhecer hábitos, costumes e a visão de mundo que aquela determinada cultura tem. Não tem custo extra nenhum, então o nosso aluno pode participar de todos os eventos.

Qual a importância de ter uma aula mais dinâmica com todos esses recursos citados?

Os estudos de aquisição de segunda língua mostram que uma das principais contribuições para o aprendizado de outro idioma é você usá-lo de uma forma relevante e personalizada, para que você o automatize.

Quando você automatiza aquilo que você está aprendendo, você tem fluência, porque na hora da comunicação você não precisa de esforço para recordar e trazer o vocabulário novo, a expressão nova.

E nas aulas da Cultura Inglesa, com esses recursos, é criado um ambiente propício para usar a língua da forma como ela é usada na vida real.

A partir de qual idade as pessoas podem começar a aprender inglês?

A gente tem turmas a partir dos seis anos e temos cursos até para a idade adulta. Para a faixa etária dos seis aos nove anos, as turmas são organizadas de acordo com o ano escolar do aluno e as aulas têm um perfil adequado para esse público. Portanto, são aulas muito lúdicas, dinâmicas, que envolvem temas e realidades do universo infantil.

As aulas envolvem contação de histórias, músicas, atividade lúdicas em que o aluno tem a percepção de estar brincando, mas o que ele está fazendo na verdade é usar a língua para se comunicar e interagir desde muito cedo.

Para as turmas de adolescentes e adultos, as aulas também são dinâmicas e oferecem oportunidades da prática personalizada da língua. Assim, com interação e comunicação discutimos temas da atualidade interessantes para estes públicos.

cultura inglesa

Quais são as habilidades necessárias para falar inglês?

Quatro habilidades precisam ser desenvolvidas: audição,leitura, fala e escrita. Dentre estas, a gente prioriza muito a audição e a fala. Porque, para muitos alunos, esse é o único momento que eles têm para conversar e ouvir em inglês.

No entanto, em quatro aulas por semestre é praticada a produção escrita, onde aprende-se a escrever um e-mail formal ou informal em inglês, um relatório, um texto dissertativo-argumentativo, entre outros formatos.

Tudo isso dentro das convenções da língua inglesa, porque embora o gênero textual seja o mesmo, de uma língua para outra existem certas convenções que devem ser entendidas e respeitadas.

Qual a importância de unir o aprendizado de gramática, vocabulário e conversação no ensino de inglês?

Se eu pegar um falante intermediário e dar para ele uma aula de conversação, mas não ajudar esse aluno a expandir o repertório linguístico dele e a ampliar as expressões, os vocabulários e as estruturas, ele vai continuar conversando para sempre como um aluno intermediário. Assim, aprender isso em conjunto é de extrema importância para que o aluno evolua de nível.

Quanto tempo demora para um aluno que não sabe falar inglês chegar ao nível de fluência?

O nosso curso está organizado de acordo com a tabela europeia, o CEFR, que organiza os níveis de todas as línguas. Dessa forma, eu consigo saber exatamente onde a pessoa está e qual a previsão de horas de contato com a língua para que você suba de nível.

Então um aluno que entra aqui do zero demora aproximadamente mil horas de contato com a língua, ou seja, cerca de seis anos. Mas de acordo com a disponibilidade o aluno consegue também acelerar esse processo.

Depois do curso, como o aluno poderá comprovar sua fluência no idioma?

A gente oferece uma declaração de que o aluno cursou inglês aqui, colocando a evolução do seu nível e as horas de contato com a língua. Além disso, a Cultura é o centro mais antigo, que foi por muito tempo o único, autorizado a aplicar exames internacionais. Até hoje somos o único centro que aplica todos os exames de Cambridge.

O aluno pode, de acordo com os objetivos dele, prestar o Cambridge (exame que o certificado é vitalício), o Ielts (um dos principais para fins de migração) ou o Toefl. Agora no mês de março e abril nós estamos com as inscrições abertas para os exames de Cambridge. Então qualquer aluno, seja de dentro ou fora da Cultura Inglesa, pode vir e prestar o exame conosco.

Promoção de matrícula

Os interessados em aprender em inglês e dispor dos recursos oferecidos pela Cultura Inglesa já podem se matricular!

As matrículas vão até o dia 22 de abril e devem ser feitas presencialmente. Não há nenhum tipo de contrato, nem taxa de matrícula, por isso, é apenas necessário portar o RG e o CPF.

E como novidade, quem se matricular até dia 15 de abril nos cursos regulares do primeiro semestre irá concorrer a uma viagem para Orlando com direito a um acompanhante!

As despesas da viagem serão cobertas pela Cultura Inglesa em parceria com a Rádio Mix e incluem: passagens aéreas, hospedagem, ingressos para os quatro parques da Disney e os dois parques da Universal Studios.

Além dos cursos regulares de inglês, a escola também oferece cursos especiais como, por exemplo, turmas de conversação, curso de pronúncia e um curso de conversação focado em viagens para alunos do nível básico.

cultura inglesa

publieditorial
Serviço
Cultura Inglesa
Local: Rua Virgílio Malta, 14-35 – Vila Mesquita
Telefone: (14) 3223-3016
Site: www.culturainglesa.com.br/
Facebook: www.facebook.com/culturainglesabauru/
Instagram: @culturainglesasp

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Do sonho à prática: casal de Bauru abre empório destacando produtos orgânicos, exclusivos e de alta qualidade

Ao entrar na Casa Santo Amaro, não há dúvidas de estar presente em um típico empório. Os t…