936282_527644903966117_1241837695_n

A fashionista desta semana é internacional. De Bauru para o mundo: há cinco anos, Marina Fazzan mora na Cidade do México, onde trabalha como modelo e exibe toda a sua beleza brasileira. “Logo no início da carreira, surgiu a oportunidade de vir para o México, aí eu me apaixonei e fiquei!”, conta. Marina explica que a moda foi entrando na vida dela aos poucos e a profissão de modelo ajudou muito. Ela já trabalhou com nomes como Roberto Cavalli, MaxMara, BCBG Maxazria, Carolina Herrera, Louis Vuitton e Gucci. Poderosa hein? E fofa: ela adora animais e tem uma cachorrinha da raça Welsh Corgi Pembroke, a Kyshni, que ela leva pra todo canto. Viajar e curtir a família são coisas que a Marina também ama.

Sou uma fashionista do tipo: não sei se me considero uma fashionista de verdade, diria sou do tipo mais casual.

Minha inspiração pra criar/combinar é: o conforto. Quando você esta confortável com seu look, se sente mais confiante.

No meu armário não faltam: peças coloridas. Acho que usando cores você transmite felicidade!

E na minha sapateira não cabem mais: botas. Adoro usar botas! Acho que elas fazem toda diferença no look.

Jamais me vestiria como a: Anna Dello Russo. Admiro muito seu trabalho, mas não sua forma de se vestir.

E se pudesse moraria no guarda-roupa da: Miranda Kerr. Trabalhei com ela uma vez e, além de linda e educada, ela é superelegante.

Minha trend preferida para os dias quentes é: vestido curto, acho muito feminino e fresco.

E a dos dias frios: em dias frios de verdade não dispenso minhas moon boots. Sinto muito frio nos pés e elas são as melhores quando o assunto é muita neve.

É difícil de usar, mas vale a pena: animal print. Hoje existem peças incríveis que fogem ao padrão da oncinha e são elegantes. Se você não esta acostumada a usar, comece pelos acessórios.

Um acessório que não vivo sem: colar, sempre bom para dar uma incrementada no look. Também adoro bolsas. Uma boa bolsa é um acessório para a vida toda.

Meu segredo de fashionista pra quem (ainda) não se dá bem com a moda é: ser segura de si. No fim das contas, o conjunto forma a imagem. Não é só a roupa, mas o visual, a personalidade, a segurança. O salto alto pode ser o grande aliado de muitas mulheres, mas, às vezes, pode se tornar o pior inimigo quando não se sabe andar. Muitas vezes, quando me perguntam, eu recomendo optar por algo que faça se sentir confortável e não terá erro.

Pra conhecer mais sobre mim e meu trabalho, meu Twitter e Instagram é @marinafazzan

Compartilhe!
  • Fashionista: Aliane Alves

    Ela sempre foi apaixonada por moda, mas tinha o sonho de viajar o mundo para conhecer nova…
  • Fashionista: Paula Casério

    Ela é formada em Relações Públicas e trabalha pesquisando revistas. Destino ou não, foi ne…
  • Fashionista: Mayara Campos

    “Eu me imaginava usando aquelas asas da Victoria Secrets”, lembra Mayara Campos, nossa fas…
Carregar mais artigos relacionados
  • Fashionista: Aliane Alves

    Ela sempre foi apaixonada por moda, mas tinha o sonho de viajar o mundo para conhecer nova…
  • Fashionista: Paula Casério

    Ela é formada em Relações Públicas e trabalha pesquisando revistas. Destino ou não, foi ne…
  • Fashionista: Mayara Campos

    “Eu me imaginava usando aquelas asas da Victoria Secrets”, lembra Mayara Campos, nossa fas…
Carregar mais por Carolina Firmino
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Dia do Abraço: conheça outras formas de se abraçar respeitando o distanciamento social

Apesar de ter sido criada em 2004, pelo australiano Juan Mann, a campanha “Free Hugs…