banda-misturama

Sabe quando você pega um pouco de verdura, um pouco de fruta, joga o leite e bate tudo no liquidificador? Então, foi exatamente isso que a banda Misturama fez. Mas, nesse caso, a coisa ficou boa.

Neto Sambora, Michelle Trentin, Anderson Milano e Thiago Augusto são músicos há muito tempo e todos têm histórias com outras bandas. Como estavam com vontade de montar um projeto novo, se juntaram e começaram a ensaiar – sem saberem, muito bem, o que iria sair dali.

Entre um ensaio e outro, veio a grande ideia: misturar famosos hits em uma única música! “Cada um aqui já tocou algum ritmo: um veio do rock pesado, o outro do pop. E um dia, em um ensaio, o Thiago comentou que uma música combinava com outra e a gente curtiu a ideia. A princípio, a gente tocava as músicas normalmente, como elas são. Mas depois, começamos a seguir esse outro caminho”, conta Neto.

A primeira mistura? Hit de Lady Gaga com Shout de Tears for Fears, uma brincadeira que deu certo. E foi assim que surgiu a Misturama, em maio deste ano.

Para a nova música, vale tudo: sons antigos, hit novo e de todos os ritmos! Tem lugar para Roupa Nova, Amy Winehouse, George Michael, Katy Perry, Michael Jackson – regra é uma palavra que não existe no vocabulário dessa banda.

“A gente mistura Metallica com Imagine Dragons e Green Day. Já em uma outra, a gente junta Linkin Park com Capital Inicial. Tem também Maluco Beleza com Use Somebody do Kings of Leon”, revela Anderson.

Como eles estão se apresentando há pouco tempo, tudo é novidade, principalmente o repertório, que passa sempre por mudanças. Atualmente, eles estão tentando equilibrar músicas nacionais com internacionais, pois perceberam uma maior interação do público quando isso acontece. “A resposta está sendo muito legal e a gente está procurando sempre trazer novidades para os shows”, afirma Neto e Thiago completa: “A gente tenta não encaixar músicas do mesmo segmento, para não ficar óbvio. Pegamos um clássico antigo do rock e misturamos com um pop atual. Essa é a mistura perfeita e que agrada todo mundo.”

E isso acontece graças à ‘mistura’ dos integrantes. Como cada um gosta e se identifica com um estilo diferente, dessa forma, todos os ritmos têm vez na banda. O repertório é extenso e uma música pode ser misturada com até outras quatro diferentes. Cada um tem uma referência e é isso agrada todos os públicos – com certeza, você vai ouvir de tudo em um show deles.

Mas, como todo bônus tem o seu ônus, descansar agora fica difícil. “A gente fica o tempo todo pensando em qual música vamos juntar… não tem como parar! É áudio o tempo todo com ideia nova! Meu marido até fica irritado porque o nosso grupo no whatsapp não para!” (risos), brinca a vocalista Michelle.

Se para o marido é um sacrifício, para os músicos é só diversão: risos, brincadeiras, companheirismo e amizade não faltaram nesse bate-papo com a equipe do Social Bauru. Mais uma mistura boa!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

10 atividades gratuitas de Carnaval para aproveitar no Sesc Bauru

Quem acha que para curtir o feriadão do Carnaval é preciso sair de Bauru está muito engana…