versus-maquiagem

Nas últimas semanas, o Facebook foi inundado por mais um desafio. Depois da disputa do ‘balde de gelo’, que tinha como objetivo apoiar uma instituição que pesquisa tratamentos para a doença de esclerose lateral amiotrófica, foi a vez do desafio ‘cara limpa’.

Meninas comuns e celebridades começaram a desafiar umas as outras para mostrarem como, na verdade, todas são sem maquiagem e sem filtro. A brincadeira usava a hashtag #stoptheBeautyMadness, que quer dizer “Pare com a maluquice da beleza”, que foi criada por Robin Rice. A escritora americana queria propor a discussão sobre os padrões de beleza impostos pelas mulheres e pela sociedade atualmente.

Foi pensando nisso, que o Social Bauru conversou com duas pessoas com pensamentos totalmente diferentes. Juliana Mello é maquiadora e não vive sem um bom rímel, já Ana Carvalho é designer e aposta na ‘cara limpa’ todos os dias.

“Eu até uso maquiagem de vez em quando, se vou sair, ir a um casamento, por exemplo. Mas nada muito elaborado! Primeiro porque não sei fazer nada e, segundo, porque tenho um pouco de preguiça”, confessa Ana. A designer conta que não foi desafiada por ninguém, mas que não teria problema nenhum em postar uma foto sem make, já que está sempre ao natural.

Já Juliana, recebeu uma ‘enxurrada’ de desafios! “Como eu estou sempre maquiada, acho que todo mundo queria me ver sem nada! (risos) O meu problema é o rímel, não vivo sem. Amo rímel! Então, eu postei uma foto de óculos escuros. Claro que todo mundo ficou falando, mas confesso que tenho muita olheira e não vivo sem rímel”, diz a maquiadora.

O desafio foi válido?
Para Juliana, cada um tem que estar como se sente bem: maquiada ou não. No seu caso, a maquiagem veio como uma brincadeira e, de repente, virou profissão. Hoje se diverte com as cores e as possibilidades que pode criar em si mesma. “Eu não me sinto escrava da beleza ou da maquiagem. Uso porque é assim que eu me sinto bem. Gosto de estar maquiada e, quando não estou, não fico bem comigo mesma. Acho que isso que é mais importante, independente se você está de make caprichado ou cara limpa. Tem que estar do jeito que você se sente bem!”. E Ana completa: “Na verdade, eu acho que esse desafio era mais para aquelas pessoas que não conseguiam fazer a maquiagem e por causa disso, estavam sempre de ‘cara limpa’. Sabe aquela coisa: ‘eu não sei fazer e quero que ela não também’? Eu admiro quem faz uma boa maquiagem e não me incomodo com quem usa. Só acho mais prático não fazer nada e não me incomodo com isso. Concordo com a Juliana, com ou sem produtos de beleza, você tem que estar bem com você e eu estou bem comigo”.

Dicas para fazer em casa
Juliana diz, que no caso de meninas como a Ana, que não conseguem se maquiar, devem preparar bem a pele, com pó ou base, usar um bom rímel e blush. “Eu não costumo passar lápis preto nos olhos, mas tem gente que gosta, então pode usar também!” E Ana diz: “Eu uso tudo isso e confesso que até sei usar o delineador. Faço certinho nos olhos. Até que não estou tão mal assim, né?” (risos).

versus-maquiagem2

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Você sabe os significados da bandeira de Bauru?

Dia 19 de novembro é o Dia da Bandeira, data criada a fim de exaltar a bandeira nacional. …