playlist-cover

Tem música que é tão boa que todo mundo quer cantá-la. E isso é comum é até entre os artistas famosos. Perguntamos para alguns músicos da cidade qual cover que eles mais gostam e poderiam indicar para o público. É esse o tema da playlist desse mês. Confira!

Thiago Augusto, da Misturama
O Velho e o Moço – Maglore fazendo cover de Los Hermanos
“Gosto muito dessa banda Maglore, que é da Bahia, e faz esse cover de O Velho e O Moço do Los Hermanos. Há um ano pesquisei sobre o Los Hermanos que sou fã e encontrei esse vídeo. Gosto muito dessa canção pela letra, que para mim, é um retrato da fragilidade do tempo. Tudo na nossa vida, todos momentos bons ou ruins servem para nos moldar e ser a pessoa que somos. Há um ano fui para São Paulo e vi um show da Maglore. Os caras, além de ótimos músicos são gente boa pra caramba e têm bom gosto.”

Anderson Fernandes
Dom Quixote – Teatro Mágico fazendo cover de Engenheiros do Havaí
“Lembrei deste vídeo que une dois ídolos ao mesmo tempo. Engenheiros do Hawaii e o Fernando Anitelli, representando O Teatro Mágico, na companhia do Guilherme Ribeiro, músico fantástico… Dom Quixote é uma das músicas que mais gosto da história dos Engenheiros e significa muito pra mim. Então, vendo/ouvindo meu mestre cantar, ela se torna mais especial ainda!”

Lucas Alves, Quase 6
Little Wing Live – Stivie Ray Vaughan fazendo cover de Jimi Hendri
“Escolhi esse cover por se tratar dos dois guitarristas que mais me inspiraram, que são Jimi Hendrix e Stevie Ray Vaughan. Sempre admirei o Vaughan por suas mágicas nas interpretações das músicas e, assim que vi esse vídeo, de ele Interpretando Little Wing, fiquei em estado de choque musical. Esse vídeo me emociona muito, porque ele meio que junta meus dois guitarristas preferidos em um só!”

Raphael Bergamin, Urbe 21
Confortably Numb, Queensryche e Dream Theater fazendo cover de Pink Floyd
“Meu cover favorito é da música Confortably Numb do Pink Floyd feito pelas bandas Queensryche e Dream Theater, que no caso são bandas com músicos incríveis…Como sou baterista, desde criança acompanho o Mike Portnoy e também sempre gostei muito de Pink Floyd, portanto foi um cover que me marcou muito.”

Músicos Red Blues Band
ainted Love, Imelda May fazendo cover de Softcell
“Gostamos dessa versão por diversas razões: é vintage sem deixar de ser moderna, tem pegada, solos de guitarra, metais ao fundo e é rockabilly. A Imelda May é uma cantora que foca muito em rockabilly. Ela deu uma cara tão legal para a música que parece quase tão boa (se não melhor) que a versão original. Deixou tudo bem vintage, com um vocal bem mais interpretado (se podemos dizer assim) que o original. Ela pegou uma música com andamento mais arrastado, como é de característica do artista original, e transformou em uma música que podemos dançar a dois no estilo anos 60….sem deixar de passar a mensagem da letra, só que com outra pegada.Esta música está no nosso repertório e a tocamos sempre a pedidos da galera e quem ainda não conhece está versão, sempre se surpreende.”

Saulo Imparato, Caranga Trio
Sabbra Cadabra, Metallica fazendo cover de Black Sabbath
“Escolhi uma versão do Metallica de uma música do Black Sabbath. São duas bandas que curto muito e muito respeitadas por todos! A versão ficou porrada, bem Metallica mesmo!Mais rápida que a original, porém muito legal de se ouvir…”

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Programação do Inova Bauru continua com atividades gratuitas neste mês de agosto

Inaugurado no dia 03 de agosto, o Inova Bauru, primeiro Espaço Municipal de Inovação da ci…