pulserinha-dengue

Apesar das diversas campanhas que acontecem em Bauru como forma de conscientização da população, até o começo do mês de abril, já foram registrados mais de 1.500 casos de dengue. A doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, atinge pessoas de qualquer idade, podendo levar à morte.

Entre os seus principais sintomas estão dor de cabeça, febre alta, manchas vermelhas por todo o corpo, fraqueza e sangramento do nariz e na gengiva.

Agora, além de medidas simples como não deixar a água parada em vasos, garrafas, pneus e outros recipientes, a população já aderiu à uma outra forma de prevenção. As pulseiras repelentes, que já são utilizadas em grandes centros do país e até por artistas, também chegou a Bauru.

“Ela é uma pulseira de citronela, atóxica e feita de borracha. O fabricante só pede para que, crianças abaixo de três anos e pessoas alérgicas à citronela não usem. Do contrário, todos podem usar”, diz João Carlos Salvador Jr, proprietário da FarmaVet, um dos locais onde se pode encontrar a pulseira.

Segundo o empresário, a vantagem da pulseira em relação ao repelente é sua ação contínua, já que ela dura até cinco dias e não precisa de aplicações no corpo durante o dia. “Essa pulseira tem a facilidade de que ela está com você durante todo o tempo. Não precisa ficar passando no corpo várias vezes ao dia, como o repelente. Você pode colocá-la no braço ou no tornozelo e não precisa tirá-la mais para nada, nem para dormir ou tomar banho”, esclarece.

pulserinha-dengue2

Para todo mundo
Outro atrativo é o preço da pulseira, que pode ser encontrada entre R$5,00 a R$5,50 a unidade. Diferentemente de uma vela também de citronela, que é mais cara e dura apenas algumas horas. “Essa pulseira é a única no mercado que é registrada na Anvisa e tem 90% de eficácia comprovada. E ela pode ser usada contra qualquer inseto, não só o Aedes Aegypti. Inclusive, já vendi muito para pessoas que vão à praia ou pescadores”, afirma.

Em Bauru, é possível encontrar as pulseiras da Bye Bye Mosquito, que está no país há oito anos, em mercados, farmácias e pet shops. “Não faz muito tempo que eu conheço o produto, mas hoje todos na minha família já usam. Inclusive, os meus vizinhos tiveram dengue e só na minha casa que não teve nenhum caso. Estamos vendendo muito aqui na farmácia”, conta João.

Juliana Siqueira, bióloga, também já aderiu ao produto. “Eu tive dengue o mês passado e, quando fiquei sabendo da pulseira, já quis usar. Quem já teve a doença sabe o sofrimento que é e eu não quero passar por isso novamente”, afirma.

O sucesso da pulseira de citronela é tanto que, durante seu programa no SBT, o apresentador Ratinho fez uma propaganda espontânea do produto e recomendou o uso a todos:

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Banda Sinfônica Municipal de Bauru se apresenta gratuitamente no “Quinta Cultural” na USC

No dia 27 de junho, os bauruenses poderão conferir gratuitamente  a apresentação da Banda …