pulserinha-dengue

Apesar das diversas campanhas que acontecem em Bauru como forma de conscientização da população, até o começo do mês de abril, já foram registrados mais de 1.500 casos de dengue. A doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, atinge pessoas de qualquer idade, podendo levar à morte.

Entre os seus principais sintomas estão dor de cabeça, febre alta, manchas vermelhas por todo o corpo, fraqueza e sangramento do nariz e na gengiva.

Agora, além de medidas simples como não deixar a água parada em vasos, garrafas, pneus e outros recipientes, a população já aderiu à uma outra forma de prevenção. As pulseiras repelentes, que já são utilizadas em grandes centros do país e até por artistas, também chegou a Bauru.

“Ela é uma pulseira de citronela, atóxica e feita de borracha. O fabricante só pede para que, crianças abaixo de três anos e pessoas alérgicas à citronela não usem. Do contrário, todos podem usar”, diz João Carlos Salvador Jr, proprietário da FarmaVet, um dos locais onde se pode encontrar a pulseira.

Segundo o empresário, a vantagem da pulseira em relação ao repelente é sua ação contínua, já que ela dura até cinco dias e não precisa de aplicações no corpo durante o dia. “Essa pulseira tem a facilidade de que ela está com você durante todo o tempo. Não precisa ficar passando no corpo várias vezes ao dia, como o repelente. Você pode colocá-la no braço ou no tornozelo e não precisa tirá-la mais para nada, nem para dormir ou tomar banho”, esclarece.

pulserinha-dengue2

Para todo mundo
Outro atrativo é o preço da pulseira, que pode ser encontrada entre R$5,00 a R$5,50 a unidade. Diferentemente de uma vela também de citronela, que é mais cara e dura apenas algumas horas. “Essa pulseira é a única no mercado que é registrada na Anvisa e tem 90% de eficácia comprovada. E ela pode ser usada contra qualquer inseto, não só o Aedes Aegypti. Inclusive, já vendi muito para pessoas que vão à praia ou pescadores”, afirma.

Em Bauru, é possível encontrar as pulseiras da Bye Bye Mosquito, que está no país há oito anos, em mercados, farmácias e pet shops. “Não faz muito tempo que eu conheço o produto, mas hoje todos na minha família já usam. Inclusive, os meus vizinhos tiveram dengue e só na minha casa que não teve nenhum caso. Estamos vendendo muito aqui na farmácia”, conta João.

Juliana Siqueira, bióloga, também já aderiu ao produto. “Eu tive dengue o mês passado e, quando fiquei sabendo da pulseira, já quis usar. Quem já teve a doença sabe o sofrimento que é e eu não quero passar por isso novamente”, afirma.

O sucesso da pulseira de citronela é tanto que, durante seu programa no SBT, o apresentador Ratinho fez uma propaganda espontânea do produto e recomendou o uso a todos:

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

12 cursos de pós-graduação para os bauruenses começarem a se especializar já!

Você já parou para pensar nos impactos que um curso de pós-graduação podem trazer para a s…