arraiá solidário em bauru
Foto: Divulgação

Com o intuito de ajudar as organizações assistenciais de Bauru, o Projeto Alegria irá realizar a terceira festa junina beneficente. O evento vai acontecer no próximo sábado (11), no Sesi Horto.

No Arraiá da Alegria, cada instituição ficará responsável por uma barraca (doce, pastel e cachorro-quente, entre outros) e terá todo o ‘lucro’ do seu próprio trabalho. Neste ano, o evento contará com a participação do Projeto Gestar, Estomizados, Projeto Sorrir, RASC, Cáritas, Formigas Valentes, AFAPAB e Amor em Ação.

Para o Projeto Alegria, a festa também é uma forma de unir todos os voluntários que participam desta ação totalmente voluntária, já que trata-se uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos.

Fundado pela psicóloga Maria Claudina Cury, os trabalhos foram iniciados em 1999 no Hospital de Base de Bauru e transferido para o Hospital Estadual Dr. Arnaldo Prado Curvello. Hoje, o projeto é composto por mais de 100 voluntários e faz visitas diárias ao Hospital Estadual e aos fins de semana ao Hospital de Base. Mensalmente, os membros realizam visitas externas em asilos, creches, orfanatos e participam de outras ações sociais.

arraiá solidário em bauru
Foto: Divulgação
Para este ano, a meta é atingir mais instituições e um público de, aproximadamente, 1.000 pessoas. Além das tradicionais comidas de festa junina, o evento ainda terá sorteio de brindes e apresentação de uma quadrilha de palhaços.

Serviço:
O 3º Arraiá da Alegria acontecerá no dia 11 de julho, no SESI Horto.
Rua Profa. Zenita Alcântara Nogueira, nº. 10166
Horário: das 19h às 00h.
Os convites custarão R$3,00 e serão vendidos com os membros do Projeto e na portaria do evento.
Telefones para contato: 988136935 (Carolina Correia) e 988032661 (Rosangela Diegoli)

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

10 atividades gratuitas de Carnaval para aproveitar no Sesc Bauru

Quem acha que para curtir o feriadão do Carnaval é preciso sair de Bauru está muito engana…