Nada de altas decorações, preocupação com funcionários ou muito glamour. A nova moda é abrir as portas de casas e receber os clientes na intimidade dos lares.

o Social Bauru procurou os proprietários de quatro locais em Bauru: Bença-Quintal Gourmet, lánavivi, Garagem do Tonon e House Burger Bauru para saber mais sobre esta novidade.

Confira:

Bença – Quintal Gourmet

Rodrigo Peters é um dos idelizadores do Bença Quintal Gourmet
Rodrigo Peters é um dos idelizadores do Bença Quintal Gourmet
Depois de trabalhar com lanches por seis anos, Rodrigo Peters e Amanda Gaspar resolveram fazer pequenos eventos no próprio apartamento – que ficou pequeno com a quantidade de pessoas que frequentavam o local. Com as experiências em diversos eventos, cozinhando para chefs renomados, como Paulo Yoller e Carlos Bertolazzi, o casal voltou a Bauru, para abrir, de fato, o ‘Bença – Quintal Gourmet’. “O conceito de receber gente em casa era uma coisa que eu já tinha tido experiências na Turquia e no Canadá. E na nossa Lua de Mel aproveitamos a passagem por Buenos Aires para pesquisar sobre restaurantes a portas fechadas”, conta Rodrigo. Hoje, o Bença é famoso na cidade de Bauru pelo hambúrguer, que é sempre feito na churrasqueira, com ingredientes selecionados, e por não terem um cardápio fixo – a partir da reserva, é que o cliente recebe a lista de opções daquela data. “Temos tido um retorno excelente tanto dos pratos quanto do ambiente, da recepção e da proposta. Porque receber as pessoas é estar completamente aberto a elas. E elas também vêm bem abertas ao nosso projeto. Tem sido um prazer imenso receber novos e velhos amigos na nossa casa. Servir comida para as pessoas, fazer o nosso melhor e conseguir surpreendê-las e superar as expectativas é a nossa motivação”, conta.

 

Garagem do Tonon

Antonio Tonon, Wilson Monaco e Diego Sávio: parceria que deu certo!
Antonio Tonon, Wilson Monaco e Diego Sávio: parceria que deu certo!
O designer Wilson Luiz Monaco se uniu ao amigo Antonio Tonon, cervejeiro caseiro já conhecido em Bauru, para também realizar eventos gourmet em casa. “Como sempre reuníamos os amigos para comer e beber na casa dele e como muita gente procurava a sua cerveja, eu pensei em reunir toda essa galera com a cerveja e comida boa”, conta. Ao todo, a dupla faz três eventos por mês: um só com cerveja caseira, um de hambúrguer e um jantar de harmonização. Mas atenção, vêm mais mudanças em breve! “Como a galera pede bastante os lanches, estamos tentando fazer mais vezes, até uma vez por semana”, diz. No cardápio, Wilson procura sempre variar de acordo com o evento, trazendo também pratos típicos brasileiros, como petiscos de boteco e até as suas próprias invenções: “Fiz um bolinho com as sobras do malte que é feito a cerveja, pra noite de sandubas e outros lanches com carnes cozidas na cerveja. Já para os jantares de harmonização, servimos 4 pratos com 4 cervejas diferentes, tentando combinar os sabores. Para o próximo, a ideia é fazer com comida italiana harmonizado com cerveja”, conta. Apesar de o sucesso, Wilson conta que não tem muito retorno financeiro e a motivação está em sempre poder criar coisas novas para o público. “A ideia é poder servir uma comida bacana, criar um ambiente gostoso, agradar através da comida e bebida artesanal. Agora tenho a ajuda do meu amigo, Diego Sávio, que também faz parte do projeto. Com isso, a motivação vem de criar sempre coisas novas, testar receitas, surpreender ou até mesmo deixar os clássicos da culinária mais acessível a todos”, garante.

 

lánavivi

Viviane Mendes é apaixonada pela arte de cozinhar desde a infância
Viviane Mendes é apaixonada pela arte de cozinhar desde a infância
Ainda na infância, Viviane Mendes já demonstrava os dons na cozinha. Com o tempo, a dentista foi aperfeiçoando os dotes culinários: criou um blog para mostrar tudo o que ‘apronta’; começou a fazer algumas coisas pra vender, como brigadeiros gourmet e ovos de Páscoa de colher e, há poucos meses, tem o projeto de cozinhar no quintal da casa de sua avó com o seu tio, Ivan Mendes. “O ‘lánavivi’ é realmente um hobby que consegui colocar em prática e a grande motivação é a paixão pela cozinha. Há muitos anos reúno os amigos em casa e faço jantares e confraternizações. Este projeto é uma continuação desta ideia: cozinhar para os amigos, mas de uma forma um pouco mais profissional, com cardápios e dias definidos”, afirma. O cardápio não é fixo e quem for conferir o projeto terá a oportunidade de experimentar diversos pratos, como lanches e caldinhos. Viviane garante: a experiência está sendo incrível! “Os comentários das pessoas são como uma ‘recarga de bateria’ que recebemos. É muito recompensador receber tanto carinho e ouvir tantos elogios quando tudo termina ou cada vez que encontramos alguém na rua, que experimentou nossa comida” e seu tio completa: “O trabalho é grande, antes e depois de cada evento, mas é gratificante você receber elogios pelo trabalho. Principalmente para a Viviane, que prepara os alimentos. Vejo a satisfação de preparar cada prato”.

 

House Burger-Hamburgueria Artesanal

Por conta do desemprego, Lucas Henrique viu a possibilidade de cozinhar para fora
Por conta do desemprego, Lucas Henrique viu a possibilidade de cozinhar para fora
Foi por conta do acaso que Lucas Henrique, proprietário do House Burguer, abriu o quintal de sua casa para o público. Depois de fazer um evento somente para os amigos, Lucas percebeu que o espaço que tinha em sua casa era o que ele realmente estava precisando. Com a ajuda da família, Lucas abre o local de quinta a sábado, todas as semanas, apenas com reserva. “Temos um espaço limitado, mas já chegamos a atender 70 pessoas por dia. Além das reservas, trabalhamos com a retirada no local também”, conta. Como Lucas trabalha somente com reservas, ele comenta que não tem medo de abrir a própria casa para estranhos e isso facilita o controle de quem está no local. E é com a motivação de sempre ter mais público, que Lucas procura inovar e trazer outras opções para cada noite. São três lanches fixos no cardápio e a cada semana tem um lançamento diferente, além de oferecer porções, refrigerantes, sucos e cervejas. “Nós temos prazer em atender e ficamos muito felizes quando saem satisfeitos. As pessoas elogiam muito, pois acham o ambiente aconchegante e um espaço familiar. Costumam voltar sempre por esse motivo. Mas, com certeza, a minha maior motivação é o amor pela gastronomia”, diz.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Gastronomia
...

Verifique também

Evento traz churrasco gaúcho no fogo de chão para os bauruenses

Sinônimo de tradição e comida boa, o churrasco é um dos maiores legados da região gaúcha. …