senac bauru
 

No dia a dia da empresa muitas vezes o gestor deixa ‘passar batido’ alguns pontos podem ser melhorados. O que pode fazer que o empreendimento perca sua capacidade competitiva. Por isso, o olhar de um especialista de fora pode fazer toda diferença.

Com mais de 15 anos de atuação no segmento de venda de materiais de construção em Barra Bonita, o empresário José Antônio Baldo, mais conhecido como Toninho, está vivenciado isso em sua empresa. “Posso dizer que estamos vivendo um novo ciclo”, avalia.

Em 2014, após se cadastrar, elerecebeu a visita do Agente Local de Inovação (ALI). “Como éramos uma empresa familiar, queríamos nos profissionalizar, com metas e processos mais claros”, explica. Hoje, colhe os resultados. “Melhoramos de forma significativa nossos processos e serviços; com isso, estamos passando por este período difícil da economia com mais segurança, evitando os prejuízos e com metas claras”, explica.

O ALI vai até a empresa e, junto ao empresário, afere o estágio de gestão e do grau de inovação do negócio. Esta avaliação conta com metodologia técnica da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ), todos os agentes do programa receberam treinamento prévio da entidade.

Após isso, as informações coletadas são encaminhadas aos técnicos do Sebrae-SP e um plano de ação é definido para traçar as possíveis melhorias que podem ser implementadas na empresa, além de identificar no mercado instituições que detenham as soluções que a empresa tenha capacidade de implantá-las. O programa contempla até 30 meses de acompanhamento.

Em 2015, o escritório regional do Sebrae-SP em Bauru conta com 13 agentes situados na cidade e seu entorno. Além disso, outros sete agentes têm como base de atuação outras cinco cidades da região. Com isso, o projeto têm capacidade de chegar aos 37 municípios que compõe a região atendida pelo escritório de Bauru. Até o momento, mais de 400 empresas da região já receberam a visita dos agentes.

Como funciona o ALI?

O projeto é uma iniciativa do Sebrae e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para promover a inovação nas pequenas empresas.

Empresários interessados em participar em receber a visita dos agentes, que podem ser de Jaú e toda região, devem entrar em contato com o escritório regional do Sebrae-SP em Bauru, localizado na avenida Duque de Caxias, 16-82, ou pelo telefone (14) 3234-1499, para realizar o cadastro de interesse. O projeto é gratuito.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

Novo aplicativo criado por bauruense já reúne diversos restaurantes da cidade

Os aplicativos de delivery já não são nenhuma novidade. Entretanto, o bauruense Ismael Alv…