Todo mundo que tem um bichinho em casa já passou por aquele momento de ter que sair e deixar ele sozinho. Para resolver parte desse problema, os locais “Pet Friendly” – já muito comuns na capital paulista – começam a surgir em Bauru.

O termo “Pet Friendly” sugere que o local é amigável e aceita animais. Em São Paulo, alguns restaurantes e cafeterias até oferecem cardápios especiais para os bichos! A arquiteta Karina Manfrinato mora em Bauru, mas sua irmã vive em São Paulo e sempre frequenta lugares com Lady, cadela da raça Spitz Alemão – mais conhecida como Lulu da Pomerânia.

“Parques e shoppings permitem a entrada, até alguns que não aceitam que os animais transitem pelo chão fornecem carrinhos, caso do Shopping Morumbi”, explica Karina. “Também existem estabelecimentos que incluem no cardápio bebidas e comidas, como cerveja para cachorro e bolo de ração”, completa.

Em Bauru, dois estabelecimentos que se estão se abrindo a essa possibilidade são a Hoss Cafeteria e o Cayenne Café Bar. A Hoss oferece uma varanda com mesas para que os donos possam ficar à vontade com os pets. “Temos inclusive vasilhas de água e de ração para os donos que queiram hidratar e alimentar seus bichinhos”, explica Gustavo Valle, proprietário da local.

Em entrevista ao Social Bauru, Gustavo comentou que dedicou o espaço aos pets porque ele e sua esposa são apaixonados por animais. “Adoraríamos levar nossa cachorrinha para todos os lugares onde vamos, mas nem sempre somos autorizados. Além disso, notamos que cada vez mais as pessoas fazem questão da companhia dos bichinhos de estimação”, conta o empresário.

Pelo mesmo caminho, Thiago Yanase, proprietário do Cayenne Café, localizado no Villaggio Mall, também encontrava dificuldades para levar seus animais em lugares, tendo até que deixá-los presos para poder entrar no estabelecimento. “Eu tomei esta iniciativa porque tenho cães e toda vez que eu ia a algum lugar aqui em Bauru eu não podia leva-los junto comigo. O único lugar que eu podia levá-los para passear era na Getúlio Vargas”, conta Thiago.

Locais “Pet Friendly” ainda são raros em Bauru – e são também vistos como falta de higiene por muitas pessoas -, mas a tendência é que lugares com esse tipo de ideal e espaço sejam cada vez mais comuns na cidade daqui pra frente.

“Já temos alguns lugares muito legais que aceitam e tenho certeza que cada vez mais veremos estabelecimentos se adaptando e se preparando para receber a visita dos seus clientes acompanhados de seus tão amados bichinhos de estimação”, opina Gustavo Valle. Para Karina, ignorar os pedidos de aceitação dos pets é perder um cliente. “O proprietário deixará de conquistar mais um cliente que se encaixa em um publico alvo que está crescendo a cada dia”, conclui.

E você, o que pensa sobre esta iniciativa?

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Giovana Romania
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

Psicólogos bauruenses organizam terapia gratuita ao ar livre neste final de semana

Dois psicólogos se juntaram para promover um projeto de terapia ao ar livre que pode ajuda…