ccz-home

O Centro de Zoonoses de Bauru está de cara nova. Uma doação foi a faísca para o engajamento de funcionários, militantes e amantes dos animais reformarem o CCZ por completo. O que antes parecia um “corredor da morte” para os bichinhos, agora é um lugar agradável e propício para a recuperação dos mesmos. O CCZ, no entanto, precisa de muito mais.

O Social Bauru conversou com Márcia Gueller, uma das apoiadoras desse projeto e militante das questões animais em Bauru. Confira:

Como surgiu a ideia do projeto?
Márcia: Em uma de nossas ações de resgate a animais carentes tivemos a necessidade da intervenção do CCZ, lá fomos recepcionados por um dos responsáveis por este órgão que além de se colocar a disposição para nos auxiliar, dedicou um tempo para nos apresentar a estrutura, explicar como ela funciona, quais suas prioridades e necessidades, e foi ai que descobrimos que, apesar de todo o esforço e dedicação dos Funcionários deste departamento, as necessidades eram muitas. Na verdade a maior dificuldade acontece porque o CCZ esta vinculado a Secretaria da Saúde cujo foco é o investimento na saúde publica das pessoas, sendo assim o CCZ possui recursos, financeiros e estruturais, limitados, tendo que atuar prioritariamente junto aos animais que oferecem risco a saúde humana. Por tanto somente animais doentes, abandonados, maltratados dentre outros casos mais graves.

De que maneira o CCZ foi ajudado?
Márcia:Sendo assim, com a ajuda de um doador pertencente ao nosso Grupo “Ação entre amigos” conseguimos levantar recursos para implementarmos melhorias na estrutura física de atendimento a esses animais, especialmente na ala de recuperação dos que chegam em estado mais graves e que apesar de estar sendo mantida dentro das especificações de higiene e técnicas recomendadas não possuía uma estrutura totalmente adequada, era escura, com pouca ventilação, o piso era rústico de difícil limpeza, o teto estava sem forração e o prédio todo precisava de pintura. O valor doado foi utilizado para atendimento de todas estas necessidades: colocação de pisos em toda a área e também em outro local onde os animais recuperados ficam disponíveis para serem adotados, instalação de forro em todo o galpão, construções de anexos externos para que os animais em recuperação possam tomar banho de sol e serviços de pintura das áreas interna e externa.

Como foram executados os trabalhos?
Márcia: Todos os trabalhos de mão de obra foram executados de maneira voluntária pelos próprios funcionários do CCZ, num belo exemplo de comprometimento com a causa e cidadania que permitiu que pudéssemos fazer mais com menos gastos. Aliás, toda a equipe do CCZ foi contaminada pelo espírito do voluntariado e doação que emocionou a todos nós.

O CCZ precisa de quais auxílios ainda?
Márcia:Sim, muito! Desde equipamentos para identificar e auxiliar no tratamento de saúde dos animais como RAIO-X e aparelhos de ultrassom e a continuidade de investimentos para ampliação e melhoria da estrutura Física. Vale lembrar que o CCZ não tem a função de ser um local de permanência definitiva dos animais por isso não possui estrutura compatível, trata-se de um ambiente que deveria ser de estadia provisória, sendo assim atualmente possuem uma estratégia bem definida que é de recuperar os animais que são passiveis de tratamento e introduzi-los novamente na sociedade através das adoções feitas pela comunidade. Uma ação importante que o CCZ organiza são as “Feirinhas de adoção itinerantes” para conscientizar, estimular e facilitar as adoções.

Você sabe, em média, de quantos animais o CCZ cuida?
Márcia:Mais de 100 animais entre porte pequeno e grande.

E quando aconteceu esta ação?
Márcia:As reformas demoraram aproximadamente três meses para serem concluídas, pois, além da grande quantidade de demandas, o trabalho foi realizado nas horas extras dos funcionários. A inauguração aconteceu com uma “singela”, porém emocionante homenagem a todos os envolvidos e contou com a participação dos Funcionários do CCZ, Funcionários e SECRETÁRIO da Saúde de Bauru, Representante da Polícia Militar Ambiental, Protetores e Defensores da causa animal e Sociedade Civil.

Serviço
Endereço: Rua Henrique Hunzicker, 217 – Jardim Bom Samaritano
Horário de funcionamento: 8h às 17h
Telefone: (14) 3103-8055

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Giovana Romania
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

Psicólogos bauruenses organizam terapia gratuita ao ar livre neste final de semana

Dois psicólogos se juntaram para promover um projeto de terapia ao ar livre que pode ajuda…