ccz-home

O Centro de Zoonoses de Bauru está de cara nova. Uma doação foi a faísca para o engajamento de funcionários, militantes e amantes dos animais reformarem o CCZ por completo. O que antes parecia um “corredor da morte” para os bichinhos, agora é um lugar agradável e propício para a recuperação dos mesmos. O CCZ, no entanto, precisa de muito mais.

O Social Bauru conversou com Márcia Gueller, uma das apoiadoras desse projeto e militante das questões animais em Bauru. Confira:

Como surgiu a ideia do projeto?
Márcia: Em uma de nossas ações de resgate a animais carentes tivemos a necessidade da intervenção do CCZ, lá fomos recepcionados por um dos responsáveis por este órgão que além de se colocar a disposição para nos auxiliar, dedicou um tempo para nos apresentar a estrutura, explicar como ela funciona, quais suas prioridades e necessidades, e foi ai que descobrimos que, apesar de todo o esforço e dedicação dos Funcionários deste departamento, as necessidades eram muitas. Na verdade a maior dificuldade acontece porque o CCZ esta vinculado a Secretaria da Saúde cujo foco é o investimento na saúde publica das pessoas, sendo assim o CCZ possui recursos, financeiros e estruturais, limitados, tendo que atuar prioritariamente junto aos animais que oferecem risco a saúde humana. Por tanto somente animais doentes, abandonados, maltratados dentre outros casos mais graves.

De que maneira o CCZ foi ajudado?
Márcia:Sendo assim, com a ajuda de um doador pertencente ao nosso Grupo “Ação entre amigos” conseguimos levantar recursos para implementarmos melhorias na estrutura física de atendimento a esses animais, especialmente na ala de recuperação dos que chegam em estado mais graves e que apesar de estar sendo mantida dentro das especificações de higiene e técnicas recomendadas não possuía uma estrutura totalmente adequada, era escura, com pouca ventilação, o piso era rústico de difícil limpeza, o teto estava sem forração e o prédio todo precisava de pintura. O valor doado foi utilizado para atendimento de todas estas necessidades: colocação de pisos em toda a área e também em outro local onde os animais recuperados ficam disponíveis para serem adotados, instalação de forro em todo o galpão, construções de anexos externos para que os animais em recuperação possam tomar banho de sol e serviços de pintura das áreas interna e externa.

Como foram executados os trabalhos?
Márcia: Todos os trabalhos de mão de obra foram executados de maneira voluntária pelos próprios funcionários do CCZ, num belo exemplo de comprometimento com a causa e cidadania que permitiu que pudéssemos fazer mais com menos gastos. Aliás, toda a equipe do CCZ foi contaminada pelo espírito do voluntariado e doação que emocionou a todos nós.

O CCZ precisa de quais auxílios ainda?
Márcia:Sim, muito! Desde equipamentos para identificar e auxiliar no tratamento de saúde dos animais como RAIO-X e aparelhos de ultrassom e a continuidade de investimentos para ampliação e melhoria da estrutura Física. Vale lembrar que o CCZ não tem a função de ser um local de permanência definitiva dos animais por isso não possui estrutura compatível, trata-se de um ambiente que deveria ser de estadia provisória, sendo assim atualmente possuem uma estratégia bem definida que é de recuperar os animais que são passiveis de tratamento e introduzi-los novamente na sociedade através das adoções feitas pela comunidade. Uma ação importante que o CCZ organiza são as “Feirinhas de adoção itinerantes” para conscientizar, estimular e facilitar as adoções.

Você sabe, em média, de quantos animais o CCZ cuida?
Márcia:Mais de 100 animais entre porte pequeno e grande.

E quando aconteceu esta ação?
Márcia:As reformas demoraram aproximadamente três meses para serem concluídas, pois, além da grande quantidade de demandas, o trabalho foi realizado nas horas extras dos funcionários. A inauguração aconteceu com uma “singela”, porém emocionante homenagem a todos os envolvidos e contou com a participação dos Funcionários do CCZ, Funcionários e SECRETÁRIO da Saúde de Bauru, Representante da Polícia Militar Ambiental, Protetores e Defensores da causa animal e Sociedade Civil.

Serviço
Endereço: Rua Henrique Hunzicker, 217 – Jardim Bom Samaritano
Horário de funcionamento: 8h às 17h
Telefone: (14) 3103-8055

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Giovana Romania
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

15 anos do Facebook: bauruenses comentam a evolução da rede social

Ele está presente no nosso dia. Podemos até não perceber, mas a cada momento estamos naveg…