Juliana Ribeiro (à esquerda) e Lucas Cabrero (à direita e ao fundo) ao lado de Ana Arantes, entrevistada para o documentário e youtuber; Matheus Bottura (amigo e apoiador do projeto; e Daniel Bovilento, entrevistado e youtuber.
Juliana Ribeiro (à esquerda) e Lucas Cabrero (à direita e ao fundo) ao lado de Ana Arantes, entrevistada para o documentário e youtuber; Matheus Bottura (amigo e apoiador do projeto; e Daniel Bovolento, entrevistado e youtuber.

A TV Futura, por meio do “Chamado Público do Futura Para a Produção de Documentários de Curta Duração”, dá oportunidade aos cineastas e produtores de documentários de ter seus produtos veiculados na televisão. Em sua nona edição, em 2017, dois bauruenses foram contemplados pelo projeto da TV e terão seus trabalhos exibidos na programação de “Curtas 2017” no canal.

A Juliana Ribeiro é estudante de Rádio e TV, e foi selecionada com o documentário “O Corpo Deseja”, que aborda a sexualidade da pessoa com deficiência. “Durante a faculdade, comecei a ter um contato maior com assuntos sociais, principalmente com os que eu me identificava. Então comecei ler e ver bastante coisa sobre sexualidade da pessoa com deficiência e percebi que tinha pouco material produzido, principalmente audiovisual. Por ser uma pessoa com deficiência, achei interessante alguém que se enquadra no grupo de minorias fosse o responsável pela produção de um assunto que ela mesma vivencia e que desse voz para as outras que também passam por isso”, explica Juliana.

O documentário começou a ser produzido em junho do ano passado e ainda está em processo de finalização, mas com a notícia de que foi escolhida pela Tv Futura, a estudante de Rádio e Tv se empolgou ainda mais com o projeto. “Não imaginava que iria ser escolhida porque o projeto não estava muito bem estruturado, mas tivemos a oportunidade de desenvolver junto com a equipe responsável pelo edital. Fiquei bastante empolgada com a produção, principalmente porque permitiu melhorar o projeto”, comenta.

Quem também foi contemplado pelo mesmo edital foi o jornalista Lucas Murari Cabrero com o documentário “Cultura Youtuber”. “Ele apresenta o universo youtuber e como a relação entre esses produtores de conteúdo e o público ocorre, destacando suas potencialidades, usos e conflitos. Busquei no documentário uma linguagem que remete aos vlogs presentes no YouTube”, diz Lucas.

A ideia surgiu a partir da afinidade do jornalista com a produção de conteúdo e com profissionais da área. “Sempre penso que o youtuber adquiriu uma importância tão grande na internet que é muito válido debater sobre ele e não apenas consumir os conteúdos. Temos que questionar esse consumo e produção”, explica.

A produção do documentário levou mais de um ano de pesquisa e seis meses de gravação e edição. Nesse período, Lucas contou com a ajuda de vários amigos que emprestaram equipamentos e até ofereceram a casa para ele dormir, quando viajou para gravar algumas partes do filme. Inclusive, foram os amigos que avisaram o Lucas sobre as inscrições para o programa.

“Fiquei feliz, mas sabia que era um desafio a mais. Produzir algo para TV, onde pessoas de todo tipo podem assistir, é uma plataforma completamente diferente do que estava acostumado. Inclusive por tratar do YouTube na TV, já que não é todo espectador que conhece e/ou entende o YouTube. Eu sempre tive interesse em cinema e produzir o documentário me fez gostar mais ainda do ramo. Por conta do “Curtas Universitários”, conheci muitas outras pessoas que dividem comigo essa paixão pelo audiovisual”, conta o jornalista.

Até o momento, ainda não foram divulgadas as datas que serão exibidos os documentários. Para saber mais informações acesse o Facebook do canal Futura.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Live Rock Solidário arrecadará fundos para três iniciativas da região

Como sabemos, a crise causada pelo novo coronavírus tem afetado duramente a economia do pa…