baba-pets-topo

O carnaval está chegando e os quatro dias de folia serão a oportunidade perfeita para muitas famílias viajarem. Mas e quem tem bichinho de estimação? Como faz quando o dono vai ficar mais de um dia fora? Para solucionar esse problema existem as babás de pet!

Os profissionais se deslocam até a casa da pessoa que está contratando o serviço para cuidar do gato, cachorro ou qualquer outro animal de estimação ou é realizado na própria residência do dono, assim, o estresse do bichinho é evitado.

Elaine Bertone é jornalista aposentada e trabalha, atualmente, como cuidadora de animais. Para ela – uma apaixonada pelos pets – esta é a opção perfeita para quem vai se ausentar e quer deixar os animais em um local mais tranquilo.
“Comecei a atuar como babá de pets porque eu procurava um lugar assim para deixar a minha gata e percebi que não existia em Bauru. Hoje, o meu maior prazer é cuidar de gatos e cachorros. Quando eles deixam a minha casa, eu sinto até saudade”, conta.

O trabalho pode ser realizado na casa do cuidador ou na casa do dono e envolve toda a rotina do pet, desde alimentação até passeios. “Nós cuidamos deles, damos comida, brincamos, levamos para passear, damos carinho e, caso precise de medicações, também ficamos responsáveis por isso. Mandamos fotos dos pets para seus donos para que vejam como estão felizes e bem cuidados, assim a saudade dói um pouco menos”, explica a proprietária do Bauru Pet Sitter, Priscila Bonachela.

Assim como Elaine, a profissão também surgiu na vida de Priscila pelo amor aos pets: “Quando alguns amigos viajavam, pediam para que e meu marido para cuidássemos dos seus bichos e, com isso, a notícia foi se espalhando. Hoje, sou secretária em uma clínica veterinária e também tenho a profissão de babá como fonte de renda”, diz.
O trabalho pode ser realizado em qualquer período, seja por dois dias ou até mais tempo. Elaine ainda conta que, aqui em Bauru, ela é sempre procurada em épocas de feriados. “Sou mais procurada nas férias e feriados prolongados, o que, para mim, não é um problema, já que eu sempre viajei em época de baixa temporada”, diz.

Apesar de comum em muitos lugares, esse tipo de serviço ainda é novo em Bauru e pouco conhecido. Por isso, pode causar um certo receio. A bauruense Juliana Mendes tem uma cachorrinha e sempre que vai viajar, deixa o pet com alguém da família: “Não conheço o serviço de babá e não sei se aceitaria esse serviço sem conhecer a pessoa, pois não teria como saber o jeito que minha cachorra vai ser tratada. Então, confesso que tenho um pouco de receio”, conta.

Mas Priscila garante que as babás são como donas, tamanho o amor pelos animais. “Gosto da retribuição que os animais têm com a gente, pois eles são seres puros que só nos dão amor e alegria. Isso faz a gente esquecer qualquer problema que possa existir. Cuidamos deles como se fossem os nossos filhos de quatro patas”, enfatiza.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

UNISAGRADO lança música que inspira esperança em um futuro melhor

Investir em uma graduação pode ser, além da realização de um sonho, sinônimo de novas opor…