cicuito-cultural-paulista-home

Começa neste mês de março e vai até novembro, o Circuito Cultural Paulista que está em sua 11ª edição. O evento que contempla mais de 100 municípios do interior de São Paulo com programação cultural gratuita para todos os tipos de público.

A programação conta com apresentações de teatro, dança, circo, música, teatro infantil, exposições e muito mais. Em 2017, o Circuito Cultural Paulista marca presença em Bauru e nas cidades da região como Lençóis Paulista, Agudos e Ourinhos.

Para abrir o evento aqui na região de Bauru, no dia 11 de março, a Cia do Asfalto apresenta o espetáculo circense “Gran Circo Opará” com contos, lendas e mitos do sertão brasileiro. A apresentação será em Agudos, localizada aproximadamente 22km de Bauru.

Quer saber as outras atrações do Circuito Cultural Paulista? Confira a lista do mês de março e abril:

Gran Circo Opará (Circo)

Um velho conta a história da trajetória de um circo mambembe que faz uma turnê pelas terras áridas do sertão brasileiro, encontrando a imensidão do Rio São Francisco, que traz vida, lendas, mitos e contos, onde se desenrola toda a trama do espetáculo que, além das técnicas circenses, conta com manipulação de bonecos.
Dia: 11/03, às 15h
Local: Rua Anésia de Oliveira Lima, 20 – Lençóis Paulista (em frente à Emef Prefeito Ézio Paccola)

Histórias para a hora do não (Teatro)
Ada, responsável e paciente, é amiga mais velha de Flor, que, como muitas crianças, está na fase do “não”. Contando histórias mirabolantes e engraçadas, Ada brinca com a imaginação da amiga e a convence a adotar hábitos saudáveis e responsáveis. O espetáculo será apresentado em dois dias, um em Botucatu e outro em Agudos.

Dia: 17/03, às 19h30
Local: Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci (Praça, Coronel Moura, 27 – Botucatu)

Dia 18/03, às 20h
Local: Teatro do Seminário Seráfico Santo Antonio (Acesso Frei Gregório Johnscher, Km 4 – Agudos)

Show “Tiago Iorc”
O cantor, famoso pelas “Amei Te Ver” e “Coisa Linda”, vem a Lençóis Paulista, com o show “Troco Likes”.
Dia: 19/03, às 21h
Local: Praça Comendador José Zillo – Lençóis Paulista (Concha Acústica)

Chafurda (Circo)
Como age um palhaço nos bastidores do circo, fora do horário do espetáculo, com o picadeiro bagunçado e sujo? Tudo vira uma grande palhaçada, com eles lidando com os elementos do dia a dia como se estivessem em cena. Desentupidores, baldes, vassouras, panos, bolas de sabão e até facas são utilizados para a faxina e também para divertidos números de habilidades. Recheado de malabarismos, acrobacias, equilibrismos e palhaçada, o espetáculo é dinâmico e divertido, onde uma simples arrumação se transforma em uma enorme brincadeira.
Dia: 18/03, às 20h
Local: Praça Nove de Julho, s.n.

Show da banda “Medulla”
Com dez anos de estrada, a banda Medulla marca nova fase com o segundo disco “Deus e o Átomo”, com músicas. O novo trabalho da banda de hip-rock fala sobre diferentes tipos de pessoas e as escolhas feitas por cada um, abrindo margem para diferentes tipos de narrativas, trajetórias, superações e meios de sobrevivência.
Dia: 24/03, às 20h30
Local: Parque Vitória Régia (Avenida Nações Unidas, Q.22)

Os boêmios de Adoniran (Teatro)
O espetáculo conta a história de João que, após receber a carta de um velho amigo, retorna depois de 30 anos à rua em que morou quando era jovem. Ao chegar à Rua Aurora, encontra Jacó, um velho turco que sempre morou ali. A partir deste momento, os dois começam a reviver histórias do passado, onde a música, o modo de vida simples e a boemia paulistana estavam sempre presentes.
Dia: 24/03, às 20h
Local: Teatro Municipal Miguel Cury (Rua 9 de Julho, 496 – Ourinhos)

Show “Impressões” (Música)
“Impressões” é um concerto baseado no álbum mais recente do Choro das 3, lançado em 2016 nos Estados Unidos em mais de 50 concertos. A diversidade de gêneros que influencia este projeto é uma de suas principais marcas: choros, gafieira, jazz, música erudita, forró, chamamé, musette. O nome “Impressões” vem da ideia de que nenhuma das peças apresentadas é um puro exemplo de tradição. Nem mesmo os choros seguem caminhos tradicionais. O repertório apresentado traz obras inéditas compostas pelo grupo e amigos, mostrando que o choro não é uma música datada e que continua sendo extremamente prolífica.
Dia: 26/03, às 20h30
Local: Praça Joaquim Lourenço Corrêa – Bariri (Praça da Matriz)

Show da banda “Francisco, El Hombre”

Sinônimo de uma corrente musical e transcultural em forma de banda, o Francisco, el Hombre apresenta uma fusão de sonoridades brasileiras e latino-americanas. As apresentações quentes da banda trazem canções de “Soltasbruxa” (2016) e de “La Pachanga!” (2015), responsável por formar sua base de fãs e mostrar suas referências multiculturais.
Dia: 02/04, às 17h
Local: Parque Vitória Régia (Avenida Nações Unidas, Q.22)

Razão Social (Teatro)
É madrugada do 31 de março para o 1 de abril de 1964, o dia do Golpe. Sabino (Gero Camilo), um operário, e Jucelino (Victor Mendes), um estudante, fogem da polícia no centro do Rio de Janeiro e pulam pra dentro do Restaurante Zicartola. Zica (Nilcéia Vicente) e Cartola (Adolfo Moura) preparam-se para dormir. Os barulhos – sirenes, os gritos e tiros que acontecem na rua – por vezes cortam o grande salão, trazendo medo e tensão aos moradores do bairro. E principalmente para os dois fugitivos.
Dia: 07/04, às 20h30
Local: Teatro Seminário Seráfico Santo Antonio (Acesso Frei Gregório Johnscher, Km 4 – Agudos)
Classificação: 14 anos

Breve Compêndio Para Pequenas Felicidades e Satisfações Diminutas (Dança)
O trabalho busca fazer uma reflexão sobre a felicidade. Não aquela do senso comum, a felicidade geral, associada na maior parte do tempo ao amor, saúde e bens materiais etc, mas um outro tipo de felicidade: aquela que cada pessoa descobre individualmente e nutre.
Dia: 09/04, às 20h
Local: Teatro Municipal Miguel Cury (Rua 9 de Julho, 496 – Ourinhos)

Serviço

Site: www.omelhordaculturasp.com
Facebook: www.facebook.com/culturasp

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Conselho Municipal da Comunidade Negra de Bauru traz visibilidade a ações de combate ao racismo

Criado em 2003, o Conselho Municipal da Comunidade Negra de Bauru é uma ação promovida pel…