feb50-topo

A Faculdade de Engenharia de Bauru completa 50 anos e, na próxima terça-feira (11), vai acontecer uma solenidade em comemoração ao aniversário no Anfiteatro Guilherme Rodrigues Ferraz, conhecido como Guilhermão, às 15h30.

Além da cerimônia, ainda haverá um jantar de confraternização no Buffet Comissaria com convites pagos e limitados. Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail [email protected]

Atualmente com os cursos de graduação em Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção, além de quatro Programas de Pós-graduação (mestrado e doutorado) e 11 Cursos de Especialização, a FEB conta com cerca de 1.700 estudantes matriculados.

Para quem não sabe, sua história começou, após mobilizações popular e política, com a criação da Faculdade de Engenharia e o Colégio Técnico Industrial (CTI), em 1966, e o início do funcionamento em 1967 sob a administração da Fundação Educacional de Bauru.

Mais tarde, o prédio – que estava localizado na Vila Falcão –, abrigou, também, a Faculdade de Ciências (FC), a Faculdade de Tecnologia (que está extinta) e a Escola de Belas Artes (atual FAAC – Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação).

Já na década de 1970, houve a construção do câmpus universitário (atual Unesp), onde o primeiro prédio construído abrigou o IPMET. Nessa época, começaram as discussões com o objetivo de transformar as Faculdades em Universidade.
Esse projeto se consolidou em 1985 com a instalação da Universidade de Bauru.

Três anos depois, ocorreu a incorporação da Universidade de Bauru pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) e o ensino passou a ser público.

Hoje, a Faculdade ainda oferece oportunidades de intercâmbio, iniciação científica e projetos de extensão, que visam fortalecer as relações entre universidade e comunidade. O Colégio Técnico Industrial (CTI) e o Curso Pré-Vestibular Primeiro de Maio também estão vinculados à FEB.

As informações são da assessoria de imprensa da FEB. Já as fotos são do site: www.memorial.feb.unesp.br

Compartilhe!
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

Disciplina positiva: fonoaudióloga de Bauru explica o que é esta abordagem e como aplicá-la

A disciplina positiva é uma abordagem baseada no trabalho do médico e psicólogo Alfred Adl…