strike-home

Fluxo perfeito! A faixa do terceiro disco do Strike resume o que foi a última apresentação da banda em Bauru. O clima de amizade, não só entre os músicos, mas também, com os fãs que os acompanharam até aqui decepcionou quem estava esperando um show convencional.

Se até um momento eles tinham um repertório a seguir, isso foi deixado de lado no meio da apresentação, quando a interação com o público deixou o clichê de lado e tomou outras proporções. Eles estavam ali para se divertir e relembrar, com os fãs, quem decidiam as músicas da apresentação, tudo o que vivenciaram nesses anos de estrada.

Teve fã tocando guitarra no palco com os caras, teve homenagem ao Chorão que estaria fazendo aniversário naquele dia, teve cover de Blink 182, teve batalha de rimas, enfim, o Strike mostrou ali, não apenas um show de despedida, mas sim, um show de agradecimento.

Antes de subir no palco, a banda conversou com o Social Bauru sobre o fim e os planos para o futuro. Confira:

– São 14 anos de estrada. Como vocês fazem o balanço da carreira?
Marcelo: A gente faz um balanço muito bom! Conseguimos conquistar coisas imagináveis juntos, foram muitos anos de dedicação, sem férias, desde o início da banda, foram momentos muito intensos e muitas conquistas. No geral, foram os melhores anos da minha vida, eu aproveitei bastante, conheci o Brasil inteiro e realizei o sonho da minha vida ao lado dos meus grandes amigos. Essa pausa serve pra realizar outros projeto e voltar mais sábio, mais experiente e mais preparado porque nesse mercado, por mais tempo que você circule no meio musical, você está em constante aprendizado.

– Então os fãs podem ter esperanças de um dia o Strike voltar?
Marcelo: Tem a total possibilidade, mas não tem uma data ainda, é um hiato por tempo indeterminado. A gente pensa em voltar, precisamos organizar muita coisa. Todos temos projetos individuais, e a gente está sempre se auxiliando e participando um do projeto do outro. A gente está dando uma pausa na banda em um momento que a nossa convivência é muito harmoniosa, muito legal, tinham algumas coisas para serem resolvidas e a gente se entendeu no final de tudo. Então isso conta muito para voltar no futuro, a gente continua se falando, se encontrando e é uma convivência muito boa.

– No anúncio do término da banda vocês disseram que a pausa serve para vivenciar novos desafios. Vocês já têm planos para o futuro?
Marcelo – Em algumas coisas sim, outras estão se desenvolvendo ainda. Mas, com certeza, a gente vai voltar no futuro. Isso para mim é certo. Uma hora a gente vai se reencontrar!
Graveto – Por mais que a gente tenha que parar, a gente tem uma amizade muito forte, que foi criada pela música, então pode passar o tempo que for e o projeto que for, mas a gente vai estar junto. Não existe uma data, mas com certeza junto a gente vai voltar. Não dá para largar esses caras não! (risos).

– É uma turnê de despedida. Como está sendo a experiência, como é a sensação?
Marcelo – Bate uma nostalgia sim! Eu consigo trabalhar isso dentro de mim de uma forma positiva e eu sou muito grato pelo o que a gente viveu. Tenho muito orgulho da jornada que a gente teve, tiveram coisas que tivemos que ser muito forte para passar e poder chegar aos 14 anos, então eu tenho orgulho das loucuras que a gente fez juntos.
André – É uma turnê para, na verdade, celebrar tudo isso que a gente viveu.

– Vocês já fizeram outros shows em Bauru. Tem um motivo especial para colocar a cidade na turnê de despedida?
Marcelo: A gente pretende voltar nos lugares que foram legais, mas aqui é uma cidade que a gente tem carinho porque é um bar voltado para o rock, então a gente criou muito laço. Já veio muitas bandas que tocam com a gente aqui, então com certeza para se despedir tivemos que passar por aqui.

– Já passearam por Bauru? Conheceram algum lugar que vocês gostaram?
Marcelo: A última vez que a gente veio, a gente saiu para tomar uma cerveja num bar… era um bar muito bom, não lembro o nome, mas tinham várias cervejas importadas e tal. Então, dá para falar que paramos para tomar uma cerveja no bar de Bauru, não viemos só para tocar e fomos embora!

– Já comeram o lanche bauru?
Marcelo: A gente já comeu outras vezes que viemos aqui, é muito bom, mas acho que não comemos no lugar certificado!

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Shopping de Bauru recebe ‘Encontro de Carros Antigos’ neste domingo (19)

Neste domingo (19), o estacionamento externo do Bauru Shopping vai se transformar em um ve…