publieditorial

villa-italia-home

Mais que um alimento, uma verdadeira experiência. É isso o que move os empresários responsáveis pela Pizzaria Villa d’Italia, novo empreendimento de Bauru. Eles, que sempre foram apaixonados por pizza e sentiam falta de opções na cidade, decidiram investir em um novo local e trazer a tradição americana. Inaugurada há poucos dias, a Villa d’Italia tem a deep dish pizza como carro-chefe e é hoje a primeira pizzaria a trabalhar com este estilo na cidade.

Tradição em Chicago, nos Estados Unidos, a pizza se difere da tradicional, principalmente, em relação ao formato e à quantidade de recheio. “Com o passar dos anos, os recheios foram aumentando (coisa de americano, né?) e na década de 70, a Nancy’s Pizza tornou a deep com a quantidade de recheio que vemos hoje, mais exagerado, aquele que você sente o peso do desafio quando chega à mesa!”, garante Bruno, um dos sócios.

Além da deep, o local também atua com as pizzas tradicionais, conhecidas do público bauruense, tendo, no total, mais de 40 sabores no cardápio. Ou seja: o local é democrático e para todos os gostos! Nós conversamos com o bauruense para saber mais detalhes desta novidade daqui de Bauru. Confira a entrevista:

Por que você escolheu trazer esse tipo de pizza para Bauru?
Bruno: Na verdade, sentíamos falta de algo parecido por aqui. Não só em Bauru, mas queríamos algo novo. Eu, particularmente, quando saio pra comer pizza, não vejo novidades ‘gritantes’. Este é um segmento da gastronomia que pouco se arrisca, normalmente vemos um recheio ou outro diferente, Eu adoro as tradicionais pizzas brasileiras, mas às vezes é legal ter algo novo não?!

E vocês fizeram vários estudos, certo? Como foi a preparação até chegar neste formato de empreendimento?
Bruno: Sou um entusiasta das comidas não tão indicadas pelos nutricionistas… (risos). Então, tem alguns anos que busco referências. As pizzas ganharam de verdade minha atenção em 2014, nos EUA, onde eu sentia que cada cidade tinha uma pizza do seu jeito. Em Nova York, por exemplo, eu percebi que eles têm uma massa bem fina, super legal de comer com a mão. Já em Chicago as Deep’s tomam conta e são impossíveis de se comer com a mão pela quantidade de recheio! Aí, voltando pra casa, vi que pizza era não só uma comida, mais sim algo cultural, que expressava a originalidade de cada país ou cada cidade. Para conhecer um pouco mais, em 2015 partimos pra Itália (temos que ter uma pitada de tradição, não?) e ficamos lá mais de 20 dias comendo pizzas de diversos locais pra termos uma bagagem de referências. Assim, criamos releituras baseadas em tudo que mais gostamos, porém adaptado ao paladar brasileiro! A ideia amadureceu com um conceito de ‘pizza around the world’ e de não termos ‘frescuras’ quanto a estilos a serem seguidos e sim de possibilidades de pizzas deliciosas!

Quais as diferenças em relação a uma pizza comum?
Bruno: De uma deep pra uma tradicional que encontramos por aqui a maior diferença é o formato, já que deep dish significa ‘prato fundo’, portanto, é uma pizza com praticamente quatro dedos de altura, impossível de se comer com a mão por conta da quantidade exagerada de recheio, é algo que não se come sozinho!

Esse tipo de pizza é tradicional de Chicago. Ela surgiu lá, foi inventada pelos americanos?
Bruno: Sim, ela é tradicional de Chicago, agora, se ela realmente surgiu lá, não posso afirmar. Uns dão créditos ao ex-jogador de futebol americano Ike Sewell, enquanto outros garantem que a receita veio do Rudy Malnati, chef da Pizzerie Uno em meados de 1943. Com o passar dos anos, os recheios foram aumentando (coisa de americano, né?) e na década de 70, a Nancy’s Pizza tornou a deep com a quantidade de recheio que vemos hoje, mais exagerado, aquele que você sente o peso do desafio quando chega à mesa!

Por que você acha que ficou famosa em Chicago?
Bruno: O extremo dos exageros sempre é famoso nos EUA. Por ter sido algo originário de Chicago acabou caindo nas graças e se tornando algo tradicional, acredito eu.

O que espera da reação dos bauruenses com a deep dish pizza?
Bruno: Espero que eles saiam da pizzaria felizes, repletos de histórias boas para contar e com a boca cheia de sorrisos!

Vocês oferecem quantos sabores de pizza?
Bruno: Hoje são cerca de 47 sabores fixos, como os ‘tradicionais’, ‘da Villa’ e ‘Deep’s’. Também teremos o cardápio do mês que traz algumas opções extras de sabores por tempo limitado. Se o cliente quiser criar seu sabor, por que não deixa-lo?

E em relação ao valor, é uma pizza acessível?
Bruno: Nosso cardápio tem um preço bem justo. Procuramos usar sempre o melhor de cada ingrediente pra termos sempre uma experiência bacana. Os melhores ingredientes na mão de nossos ‘mestres cuca’ resultam sempre em coisa boa!

Quais outras delicias do cardápio?
Bruno: São várias! Sou suspeito pra dizer, mas fica o convite de passarem lá. Como dica, não esqueçam de olhar as opções doces; são um show à parte!

E a estrutura do local? Como os bauruenses serão recebidos?
Bruno: Assim como a proposta de nossas pizzas, temos uma estrutura nada tradicional. É a união de estilos de pizzas refletidos no local. Temos uma área fechada bem aconchegante, uma outra parte aberta com bastante verde e uma área para as crianças, além de uma novidade bacana para a cidade, que é o drive thru!

Serviço:
Pizzaria Villa d’Italia
Local: Padre Francisco Van Der Maas 6-75, esquina com a Rua Sebastião Pregnolato, próximo ao Camélias.
Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 18h às 23h e, aos finais de semana, das 18h às 00h.
Telefone: 3206-6457
Para saber mais, acesse: https://www.facebook.com/villaditaliapizza/?fref=ts

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Gastronomia
...

Verifique também

Chef Moacir recebe mais dois mestres do sabor com menu cinco tempos no Bar da Rosa

Se você assiste a programas de culinária e sempre teve aquela vontade de experimentar os p…