A Avenida Getúlio Vargas pode ser facilmente confundida com uma avenida qualquer com comércio e prédios, não fosse pela exuberância de uma árvore única. Com seus 15 metros de altura e com uma copa com aproximadamente 30 metros de diâmetro, a Copaíba cresceu e hoje seus galhos tocam o chão formando uma toca natural.

A espécie adaptável ao paisagismo urbano é comum nas matas brasileiras, porém, o difícil é achar um exemplar velho e de grande porte. A raridade localizada no meio da cidade já foi tema de muitas polêmicas, quando, por apelo da população, ela se manteve intocada nas quadras 18 e 19 da avenida.

Tombada como patrimônio histórico no dia 15 de outubro de 1993, a antiga árvore residente da Getúlio é conhecida entre os bauruenses, mas ainda guarda algumas curiosidades.

Toca natural

A Copaíba é tão grande que seus galhos chegam ao chão, formando uma espécie de cabana de folhas. Dois caminhos foram feitos para se ter acesso ao espaço interno da árvore. E, muitos não sabem, mas lá dentro é possível curtir uma sombra de 360 graus, perfeita para um descanso na hora do almoço ou no fim da tarde.

Além da sombra, os grandes galhos fornecem o aparato ideal para se pendurar balanços. Se você é adepto a aventuras e quer relembrar os tempos de infância, que tal arriscar uma subida pelos troncos?

E, ah! O local é perfeito para quem procura um lugar para fazer piquenique. Espaçoso, tranquilo e fresquinho, dá pra reunir todo mundo. Seja criativo e use o espaço que a cidade e a natureza oferece com respeito.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

Evento gratuito reúne 21 brechós de diversos estilos neste sábado (14) em Bauru

Você já repensou sua forma de consumir roupas? A produção de novas peças de vestuário caus…