publieditorial

Contratar um serviço envolve diversas etapas e inúmeras burocracias. No mercado da música não é diferente. Conhecer a banda, avaliar portfólio, negociar valor, entre outros, é trabalhoso e demanda tempo.

A experiência como músico há 21 anos levou Emil Shayeb, bauruense, a pensar em uma solução para os problemas de músicos e casas de entretenimento. Com o objetivo de descomplicar o contato entre contratante e contratado, o músico e também dono da Valete Records em Bauru, decidiu criar um aplicativo.

“O aplicativo surgiu para deixar tudo muito mais simples. Dá para mostrar interesse em tocar em alguma casa noturna e a casa pode contratar o artista. Tudo pode ser feito de forma bem simples e prática. Todas as informações estão lá. Com ‘dois cliques’ no celular, é possível contratar e pagar o show”, explica.

Focado no público nacional, o Valetes é um aplicativo 100% gratuito e está disponível para Android e iOS. Fácil de usar, ele trabalha com a forma de pagamento via PayPal, dando segurança às transações financeiras. Outro ponto que aumenta a confiabilidade da plataforma é a possibilidade de avaliar tanto banda quanto as casas.

Em apenas uma semana, mais de 400 pessoas já baixaram o aplicativo. Conversamos com o idealizador, Emil Shayeb, para saber mais sobre o Valetes. Confira!

– Demorou muito tempo para este projeto ficar pronto? Como foi o projeto?

Até o projeto da primeira versão do Google Play e da Apple Store entrarem no ar, demorou oito meses para o projeto ficar pronto. Agora, estamos atualizando a cada 15 dias com melhorias ou algum serviço. Inclusive, em breve não serão só os artistas e as casas noturnas que poderão usar o aplicativo, mas todos os outros serviços ligados ao entretenimento, como empresas com luz para palco, técnico para som, atores, modelos. Enfim, tudo ligado ao entretenimento.

– Qual o objetivo dele?
O objetivo do aplicativo é exatamente este: descomplicar e acabar com toda a burocracia no ato de contratar algum serviço. Seja de artista, apresentação ou qualquer outra coisa. Tudo isso, o aplicativo conseguiu simplificar ao máximo na contratação de qualquer serviço que esteja ligado ao entretenimento.

– Você, como músico, quando tinha banda sentia falta de um facilitador como este?
Quando eu tinha banda, sentia muita falta de algo como este aplicativo. Muita falta mesmo! Para o artista conseguir chegar ao contratante existe uma barreira enorme. Ainda hoje, é comum você ficar na mão de muitas pessoas que no caminho te atrapalham; pessoas que vão sempre levar alguma vantagem. Com o aplicativo isso não acontece e a gente liga o artista direto ao contratante.

– Durante este tempo como empresário, como você vê o mercado musical atualmente?
Acho que já há algum tempo ele está passando por uma transição. Ainda é tudo muito incerto e tem muita gente se dando bem, ganhando dinheiro, mas não é como era antes da Internet. De um tempo para cá, talvez de 2002 para cá, o mercado vem tentando se adaptar à era digital e acho que estamos muito perto de chegarmos em uma conclusão. Já tem muita coisa ficando clara para nós produtores e empresários. Acredito que está dando para entender melhor como o mercado e está funcionando e eu sou muito otimista em relação ao futuro.

Valetes Records

A Valetes Records é uma gravadora que surgiu em 2013, aqui em Bauru, como uma evolução dos serviços que o estúdio, que foi criado em 2006, oferecia. “Nós sentimos as necessidades e as dificuldades que os artistas sentiam e fomos sempre trabalhando em cima disso, facilitando as necessidades deste artista. O aplicativo é mais uma dessas soluções que nós encontramos”, afirma o empresário bauruense.

O aplicativo Valetes está disponível para Android e iOS

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios
...

Verifique também

Médicos seguem carreira de 30 anos do pai na oftalmologia e inauguram hospital em Bauru

Existe um ditado, comum entre os médicos, que diz “todo mundo ama alguém, você está …