Jardim Botânico de Bauru é sustentável

Os bauruenses tem mais um motivo para se orgulhar! Além de ter um certificado de excelência, o Jardim Botânico também é modelo de sustentabilidade.

Um dos pontos turísticos mais visitados de Bauru, o Jardim conta com várias atividades e estruturas voltadas à conservação da diversidade de plantas, educação ambiental, pesquisas científicas e de lazer. Além disso, é também uma instalação modelo em sustentabilidade, resultado das várias ações realizadas com foco nesse quesito.

Além dos 321 hectares, o Jardim Botânico de Bauru conserva a biodiversidade através de coleções de plantas vivas (árvores, trepadeiras, orquídeas, bromélias, plantas aquáticas, plantas medicinais e pteridófitas). Além disso, o espaço realiza a conservação em ambientes construídos de espécies nativas, nacionais e exóticas. Há ainda uma área de vegetação nativa que representa uma importante área de conservação de cerrado no Estado de São Paulo.

Reutilização da água

O espaço conta com um sistema de captação de água pluvial. A água é conduzida para um reservatório com capacidade de 33 mil litros, reservada e posteriormente utilizada na rega de plantas do viveiro, poupando o recurso natural. O viveiro conta ainda com sistema de drenagem da água excedente das irrigações.

Matéria orgânica do esgoto!

O Jardim Botânico ainda realiza o tratamento do esgoto gerado no local por meio um sistema de tratamento de Águas Residuárias por Alagados Construídos. Esse sistema capta o esgoto, que é conduzido por meio de canos, ao tanque de decantação. O processo acaba por transformar a matéria orgânica, presente no esgoto, em nutrientes, disponibilizando-os para as macrófitas aquáticas.

Construção

As estruturas dos prédios do Jardim Botânico são feitas em madeiras de reflorestamento, sem extração da mata nativa, causando menor impacto ambiental comparado ao uso de outros materiais. A compra das madeiras é realizada por processo licitatório.

Menos energia elétrica

A ventilação natural também recebe atenção no Botânico. O Centro de Visitação faz uso de lambril, de modo que não há necessidade do uso de ventilador ou ar condicionado, poupando energia elétrica. A ventilação ocorre por meio das janelas, portas e porção superior das paredes. Os prédios das coleções de plantas vivas também utilizam a ventilação natural. O Centro possui ainda telhado térmico para controle de temperatura.

Contando com 321 hectares de cerrado preservado, o que proporciona um microclima mais confortável, gerando conforto térmico nas áreas de visitação e administrativa, o Botânico evita o uso de ventiladores e aparelhos de ar condicionado, economizando, novamente, energia elétrica.

Janelas amplas, em grande quantidade e confeccionadas em vidro transparente, permitem grande entrada de luz. Os prédios das coleções de plantas vivas não possuem sistema de iluminação artificial, sendo a iluminação totalmente natural. Estruturas do Centro de Visitação que propiciam a iluminação natural, gerando redução de uso de energia elétrica. Lâmpadas fluorescentes são utilizadas em locais em que a iluminação natural não chega.

Sem poluição

O uso de meios de transportes não poluentes é incentivado através do bicicletário do Jardim Botânico, em que os visitantes podem guardar as bicicletas durante o passeio.

Botânico para todos

A acessibilidade também é prioridade no Botânico. Toda a área de visitação das coleções de plantas vivas pode ser acessada por cadeirantes. Pessoas com necessidades especiais e idosos podem estacionar os veículos em áreas mais próximas à administração. O Jardim Medicinal Sensorial foi adaptado com canteiros elevados, rampa de acesso com corrimão, piso tátil e placas em braile para pessoas cegas ou com baixa visão. Os banheiros para visitantes possuem rampa de acesso e um banheiro adaptado para pessoas com mobilidade reduzida.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
Comentários estão encerrados

Verifique também

Empreendimento de Bauru dá a oportunidade do cliente projetar seu próprio apartamento

O Urban, da Construtora Dinâmica, oferece imóveis onde cada cliente projeta um apartamento…