publieditorial

A Universidade do Sagrado Coração (USC) comemora 64 anos de fundação nesta sexta-feira (20). O aniversário é celebrado por sua excelência e humanização no ensino, que marca 2 milhões de benefícios à sociedade, por meio de seus atendimentos, pesquisas, projetos e extensão do conhecimento. É a Universidade que nasceu em Bauru, cresce e dá frutos aos que, em constante evolução, trabalham para que o próximo seja acolhido e tenha oportunidade e acesso a atendimentos e tratamentos de qualidade.

Os 2 milhões de atendimentos são nas áreas de Enfermagem, Estética e Cosmética, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional. Tratam-se de processos benéficos para os dois lados, pois permite que o estudante aprenda na prática e, para o paciente, o transforma de muitas maneiras em sua realidade, auxiliando e dando subsídios para que possa se restabelecer ou resolver um problema imediato que o aflige.

É o caso da Clínica de Psicologia que, com 47 anos, já realizou 470 mil atendimentos, que são voltados para crianças, adultos e idosos, sendo individuais ou em grupos. Para cada atendimento há uma avaliação prévia. Também, para problemas emergenciais, a clínica tem o plantão psicológico.

As quatro Clínicas de Odontologia, com mais de 25 anos, modelos para a região, recebem pacientes para tratamentos nas áreas de restauração, prótese, implante, aparelho ortodôntico e canal. Já são 400 mil atendimentos que, com a atenção dos estudantes e professores, se tornam um diferencial.

A Clínica de Fisioterapia promove a reabilitação e o bem-estar também como palavras de ordem aos pacientes. Com 23 anos, já realizou 350 mil atendimentos nas áreas de ortopedia e traumatologia, fisioterapia aquática, neurologia adulto e infantil, fisioterapia respiratória, cardiologia, reumatologia, oncologia e saúde da mulher.


Fernando Aparecido Rodrigues sofreu um trauma medular. Há 10 anos é atendido na Clínica de Fisioterapia da USC, o que possibilitou sua melhora, que é notável a cada dia. Confira o depoimento dele.

A Clínica de Terapia Ocupacional é outra dimensão importante na questão da reabilitação. Com atividades desde 2002, 25.544 atendimentos foram promovidos nas áreas de saúde mental, geriatria, ortopedia, reumatologia, saúde do trabalhador, disfunção física e aprendizagem escolar. Um ponto de relevância social é que na clínica são confeccionadas órteses de membros superiores, gratuitamente, a pessoas que precisam recuperar o movimento de um membro do corpo ou reaprender atividades do dia a dia. Já foram confeccionais 166 órteses na clínica. Além das atividades na clínica de TO, os estudantes também realizam estágios, supervisionados por professores, nas entidades Centro de Referência à Saúde do Trabalhador (Cerest), Albergue Noturno, Universidade Aberta à Terceira Idade (UATI) da USC, SORRI Bauru e Centrinho.

São milhares de atendimentos que passam pela Universidade todos os dias, sempre deixando marcas inesquecíveis aos pacientes, como é o caso de Carlos Felix, que chegou à USC em 2008, após um mergulho errado em uma piscina que o fez quebrar o pescoço e se tornar cadeirante. Felix iniciou sua trajetória na Clínica de Fisioterapia e, depois de mais ou menos um ano e meio, iniciou o tratamento na Clínica de Terapia Ocupacional.

Carlos não ficou somente nos tratamentos e começou a se interessar pela área, como fonte de estudo. “A Terapia Ocupacional e a Fisioterapia foram um divisor de águas em minha vida, pois, através das duas clinicas fui convidado a palestrar na Universidade de São Paulo, de Ribeirão Preto e, 15 dias depois, fui convidado a voltar para um Simpósio de Terapia Ocupacional. Esse simpósio me apresentou o que era verdadeiramente a TO e pude me apaixonar pela área decidindo fazer o curso. A cada matéria uma paixão despertava. Me encantei pela saúde mental e pela reabilitação física. Ao me graduar, decidi dar continuidade na vida acadêmica e segui para a pós em Saúde Mental e Atenção Psicossocial e, também, como aluno especial no programa de Mestrado em Fisioterapia, tudo na USC”, relata.


Marta Cano Bonfim Gaspar está há um ano e meio se tratando na Clínica de Terapia Ocupacional. Ela tem fibromialgia e relata que com o tratamento consegue realizar atividades diariamente. Com muito orgulho de estar realizando este tratamento, ela aconselha quem sofre com dores a procurar conhecer mais sobre a área.

Cuidar da saúde da pele e da autoestima faz parte dos preceitos da área de Estética e Cosmética. Com atividades para o público interno e externo, foi criada em 2008, atendendo 4 mil pessoas em atividades de estética facial e corporal, que envolvem tratamentos para manchas na pele, acne, envelhecimento facial, celulites, gordura localizada, flacidez e estrias.

Mais que realizar atividades internas para a sociedade, a Universidade por meio de estágios e ações práticas das disciplinas dos cursos, extrapola os muros e vai a postos de saúde, comunidades carentes e entidades para prestar atendimento. O curso de Enfermagem, que desde 1976 já atendeu em média 97 mil pessoas, percorre locais como o Hospital Estadual de Bauru, Hospital de Base, Maternidade Santa Isabel, Instituto Lauro de Souza Lima, Centrinho e Unidades Básicas de Saúde (UBS), proporcionando, em parceria com estes hospitais, a experiência do cuidado aos estudantes, futuros enfermeiros.

Auxiliando nas Unidades Básicas de Saúde, com foco na assistência farmacêutica, que envolve desde a orientação correta do uso de um medicamento e seus riscos, os estudantes do curso de Farmácia, supervisionados pelos professores, já atenderam 24 mil pessoas. Além desta marca, o Laboratório Farmácia Universitária, inaugurado em agosto de 2016, dá assistência farmacêutica a 420 pacientes hipertensos e diabéticos, por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e cadastro junto ao Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica do Ministério da Saúde.

Oferecer orientações para uma alimentação balanceada e de muita qualidade é o compromisso social do curso de Nutrição que, desde 1990, realiza atendimentos em Saúde Pública em Unidades Básicas de Saúde (UBS), de Bauru, e no campus da USC iniciou neste ano as consultas, com 420 atendimentos em prol do estilo de vida mais saudável. Os alunos já realizaram mais de 6.480 orientações nutricionais para desnutrição e baixo peso, alimentação, redução de peso, diabetes, hipertensão arterial, colesterol e triglicérides, assim como para outras doenças crônicas não transmissíveis.

A Reitora, Prof.ª Dra. Irmã Susana de Jesus Fadel, ressalta a satisfação da Universidade que contribui para o avanço de Bauru, por meio do ensino, da pesquisa e da prestação de serviço para a comunidade. “Partimos do princípio que a Universidade tem um papel importante na sociedade. Pela essência que lhe é conferida desde o seu nascimento, no século XI, a Universidade transforma seu entorno e transforma a educação: é o lugar dos debates e inovações. A discussão e a crítica científica produzem conhecimento, ciência e o saber que devem estar voltados para o bem da sociedade. O papel fundamental da USC, desde a histórica FAFIL, é contribuir com Bauru e região na tarefa de gerar e difundir o conhecimento, formar profissionais para fazer a diferença, capacitados e líderes para atuarem nos diferentes segmentos da sociedade de Bauru e região, contribuindo para o seu desenvolvimento social e econômico. Como a formação da USC é humanística e integral, outra dimensão sem dúvidas é a dimensão social e extencionista que inclui o atendimento a comunidade nas diversas áreas do saber, especialmente em áreas necessitadas como a promoção da saúde; geração de renda; desenvolvimento sustentável; qualidade de vida na terceira idade; programas de inclusão de deficientes; o cuidado e a preservação do meio ambiente e muitas outras iniciativas sociais, que são oportunidades para a inserção do estudante na vida da comunidade.”

Nestes 64 anos de história, a Universidade também estimula seus estudantes a desenvolver ações em prol da sociedade dentro das atividades em sala de aula. É o caso da disciplina Sociologia da Responsabilidade Social, um diferencial da USC, que vem como um componente do eixo básico, presente na matriz curricular de todos os cursos de graduação. Durante a disciplina são desenvolvidos trabalhos com as temáticas: meio ambiente; educação de crianças, jovens e adultos; saúde; terceira idade; inclusão social, diversidade cultural, práticas cidadãs, reformas estruturais e cuidados com animais.

Além da disciplina, há propostas de atividades como o trote solidário para as boas-vindas aos calouros e ações sociais por meio da Pastoral da Universidade (PdU) que, sempre atenta, busca integrar os estudantes às causas sociais emergentes em Bauru e na região, como campanhas de arrecadação de agasalhos, alimentos, livros, brinquedos, material escolar, doação de sangue e medula, além de visitas à asilos, creches e abrigos.

O meio ambiente é algo que a USC preocupa-se e difunde em seus ensinamentos. O projeto Redução da Geração de Resíduos (REGER) nasceu em 2016 com o objetivo de orientar estudantes, professores e funcionários sobre a redução, a destinação correta de resíduos e a reciclagem, inclusive com compostagem.

Projetos além da sala de aula
Expressa dentro da missão da Universidade e como um de seus tripés, a extensão é uma das formas de expandir conhecimentos e levar o que é aprendido em sala de aula para benefício da sociedade. É o conhecimento em movimento.

A extensão já nasceu com a USC em sua essência. Os trabalhos com a sociedade já eram desenvolvidos antes mesmo de serem institucionalizados pelo Ministério da Educação. Inclusive, conta na história da instituição, que na atribuição do título de Universidade a extensão já se fazia presente de forma intensa nas atividades.

Nas últimas décadas, a USC registrou 1.168 projetos desenvolvidos, integrando comunidade e Universidade nas áreas de exatas, humanas, saúde e sociais aplicadas. Já foram 15.479 alunos e 1.043 professores envolvidos nos projetos e 305.508 pessoas que tiveram a oportunidade de um futuro melhor, pós a intervenção e o cuidado realizado pelos usqueanos.

Cuidado que Aline Gizélia Salatino, estudante do curso de Enfermagem, conhece de perto ao trabalhar no projeto Ambulatório para tratamentos de feridas. “O ambulatório é uma experiência única. Participar do projeto não é só mais uma questão de ensino e aprendizado, é uma paixão. É um ambiente em que se pode sentir e entender como é o cuidado da enfermagem e sensibilizar com a vida dos pacientes. Entre os momentos de descontração, cuidado e profissionalismo, existe os momentos de sensibilidade, carinho e dor perante as diversas dificuldades enfrentadas pelos pacientes. Se fosse preciso definir o projeto com uma palavra seria empatia, pois não só sentimos pelos pacientes, mas também sentimos com eles e é nesse ambiente em que podemos ajudá-los com o nosso melhor, empregando as técnicas aprendidas e aplicando o valor humano de cada aluno envolvido”.

Pesquisa e pós-graduação
A Universidade soma oito programas de Iniciação Científica, que estimulam o estudante a ser um pesquisador e contribuir socialmente com seu objeto de estudo. Um programa é destinado a estudantes do Ensino Médio que, desde cedo, já têm a oportunidade do contato com o ambiente universitário, fazendo despertar a sua vocação. A pesquisa está na USC desde 1993, somando 1.180 projetos desenvolvidos, com 2.832 estudantes e professores envolvidos.

Com quase vinte anos de existência, mais de 40 especializações e quatro programas de Mestrado e Doutorado, a pós-graduação também oferece seus frutos em diversas áreas do conhecimento, gerando produção científica de impacto e qualidade internacional, inovação e atendimento para as diferentes demandas sociais.

Professores e estudantes pesquisam temas que envolvem o meio ambiente, a educação, a saúde e a qualidade de vida, a produção e o patrimônio artístico e cultural, a tecnologia e inovação, a gestão, a comunicação, o desenvolvimento humano e a inclusão de diferentes demandas etárias, sociais e étnicas, com uma média de 10 projetos e cerca de 1.300 atendimentos anuais, totalizando 26 mil até hoje.

Mais!
Para conhecer os serviços oferecidos pela Universidade, entre em contato pelo telefone (14) 2107-7000, ou pelos específicos:

•Fisioterapia: (14) 2107-7056
•Odontologia: (14) 2107-7078
•Psicologia: (14) 2107-7049
•Terapia Ocupacional: (14) 2107-7391
•Estética e Cosmética: (14) 2107-7367
•Nutrição: (14) 2107-7056

A USC fica na Rua Irmã Arminda, 10-50, Jardim Brasil, Bauru –SP.
É importante informar que cada atendimento tem períodos específicos de início e particularidades de perfil.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Negócios
...

Verifique também

Empresa bauruense promove seminário para técnicos de refrigeração de todo o país

Com o objetivo de proporcionar conhecimento especializado, a Refrigás em Bauru idealizou o…