Na maioria das vezes, nós passamos mais tempo da semana com nossos colegas de trabalho do que com a nossa família. Por esse motivo, é fundamental manter um bom relacionamento com as pessoas da empresa. Uma maneira de estreitar os laços e melhorar as relações são os momentos de descontração.

O Happy Hour foi a alternativa que os colaboradores de uma agência bauruense encontraram para passar o tempo juntos fora do horário de trabalho. “Temos o costume de fazer duas festas durante o ano: a festa junina e a festa de fim de ano. Com essa prática recorrente, ficou nítido para todos, que esses encontros facilitavam a nossa convivência no dia a dia. Com isso começamos a sair cada vez mais juntos, seja pra ir pra balada, pra um barzinho, jantar na casa de um colega ou até mesmo no cinema”, conta Bruna Salto, colaboradora na MR Tempo.

Esses momentos em que o assunto da conversa, nem sempre, é o trabalho, melhora o entrosamento entre os funcionários. Conversar sobre séries, músicas e assuntos variados acabam estreitando o vínculo por afinidades, podendo resultar em uma amizade mais forte.

Segundo a profissional de RH, Joyce Lima, encontros como o Happy Hour trazem consequência benéficas para o ambiente de trabalho. “Toda atividade saudável e que promova a integração e descontração entre os funcionários, com certeza, irá colaborar para um ambiente de trabalho mais harmônico, agradável e, consequentemente, mais colaborativo e produtivo”, explica.

E esses resultados são vistos na prática por Bruna e os colegas de trabalho. “O Happy Hour é um momento muito descontraído e tem uma importância fundamental no cotidiano de trabalho. Acreditamos que a principal função desse encontro é a de integrar todos os nossos colaboradores, facilitando nossa proximidade, amizade e todos os processos de trabalho com maior harmonia”, relata.

Happy Hour econômico

O programa tradicional para muitas empresas, nem sempre sai barato e é acessível para todos os bolsos. Por isso, é preciso buscar alternativas acessíveis para que todos possam participar. Se você é uma daquelas pessoas que sempre recusam o Happy Hour por falta de dinheiro, que tal oferecer novas sugestões para os colegas? Aqui vão algumas dicas de como ter uma hora feliz e, ainda assim, economizar.

Como economizar no Happy Hour

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Comportamento
Comentários estão encerrados

Verifique também

FIB apresenta curso de Administração com foco em empreendedorismo

Um dos aliados na hora de abrir o próprio negócio é a base teórica e, para isso, o curso d…