publieditorial

Atualmente, a tecnologia está mais acessível do que há alguns anos e o número de pessoas que possuem smartphones está crescendo. Dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que, em 2017, o Brasil tem a densidade de 117,49 telefones móveis por 100 habitantes, ou seja, mais de um aparelho por pessoa.

Com tantos celulares nas mãos dos brasileiros, se toda vez que um aparelho quebrasse ele fosse substituído por um novo, mais lixo seria produzido. Segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente (PNUMA), a indústria eletrônica gera até 41 milhões de toneladas de lixo por ano, um problema para o meio ambiente, já que os produtos eletrônicos possuem metais pesados como o Chumbo.

A solução está no conserto dos smartphones ao invés de comprar um novo. Você pode até pensar “mas compensa arrumar o celular?”. Para o empresário Diogo Chiaradia, a resposta é sim! “Com a crise, a estatística de troca de celular mudou bastante. Não vale a pena comprar um novo por conta do preço”, diz.

Foi percebendo as tendências do mercado que Diogo Chiaradia, há mais de 19 anos no ramo da educação, decidiu apostar em cursos de manutenção de celulares. Ele trouxe a Aecomp Cursos Técnicos para Bauru. A escola oferece cinco cursos diferentes, além do módulo básico de manutenção de celulares, há ainda, os cursos de reparos avançados.

Curso de manutenção de celulares

Mais do que preparar profissionais especializados, Diogo conta que a Aecomp tem como objetivo preparar empreendedores. Por isso, além das aulas totalmente práticas, o curso oferece aos alunos um kit de ferramentas na matrícula e um estágio na loja Carioca.

“A gente tem uma preocupação com a formação do aluno, então não damos só o curso, a gente quer que o aluno saia daqui formado. Buscamos os melhores materiais didáticos, a melhor metodologia de trabalho e com professores formados na área. O diferencial mesmo é a estrutura, que não tem no interior de São Paulo”, explica Diogo.

Para o aluno que está começando, é recomendado o curso de manutenção de celulares regular, uma categoria iniciante que tem duração de três meses com um total de 40 horas. Neste módulo, as aulas abrangem todos os assuntos relacionados aos reparos de forma iniciante. Dessa forma, o aluno aprende a trocar conector, tela, bateria, a soldar e a parte de sistema, tanto de celulares da marca Iphone ou do sistema operacional Android.

As aulas são 90% práticas e por isso cada aluno possui a sua estação de trabalho com os equipamentos individuais. Além disso, ele ainda tem a oportunidade de fazer um estágio que, Segundo Diogo, é uma etapa importante do processo de aprendizagem, já que é o momento do aluno vivenciar o dia a dia de uma assistência.

“Isso é para fortificar o curso. Muitas vezes o aluno não sabe como é uma assistência técnica, como faz uma ordem de serviço ou como atende o cliente. Com o estágio ele faz reparos em um tablet, um celular ou qualquer reparo e já vai ‘colocando a mão na massa’ também”, explica.

Manutenção avançada

Ao término do primeiro módulo do curso, cada aluno recebe um certificado e, automaticamente, ele tem acesso aos outros cursos avançados como: “Reparo de placa”, “Software avançado”, “Solda avançada” e “Iphone avançado”. Esses cursos, oferecem ao aluno conhecimento específico em cada tipo de manutenção, algo novo na cidade.

“Eu fiz uma pesquisa de mercado e vi que aqui as assistências não faziam reparo avançado de celular, só trocavam tela, bateria, faziam o básico. Então, o pessoal faz o curso aqui na Aecomp para poder oferecer um trabalho avançado. Esse serviço não tinha em Bauru, era um ramo muito amador”, esclarece Diogo.

Outras opções de cursos

Além dos cursos regulares, a Aecomp pensou em uma forma de abranger alunos que não moram em Bauru. Por isso, todo mês, há turmas para um curso intensivo, realizado em três dias, das 8h às 17h. Isso é possível pela quantidade de alunos em sala de aula, no máximo três. Apesar da curta duração, o intensivo oferece a mesma certificação do curso normal. Outras opções de cursos, são os específicos que duram um mês e giram em torno de assuntos pontuais como atualizações ou novidades no mercado dos smartphones.

Os interessados nos cursos podem fazer a matrícula pela internet, acessando a página do Facebook da Aecomp, pelo site (www.aecompprofissoes.wixsite.com/celularbauru) ou pelo telefone (14) 3223-6694.

Loja Carioca

Todos os estágios feitos pelos alunos da Aecomp são na Loja Carioca, localizada no mesmo local da escola. Sendo assim, o técnico da loja é, também, o professor do curso e por isso, além dos serviços básicos, a Carioca oferece reparos avançados. “Como a gente tem uma especialidade avançada, além de trocar bateria, tela e conector, nós também fazemos a solda, o serviço de software, de sistema”, enumera Diogo. A loja também possui produtos relacionados aos celulares como fones de ouvido, carregadores, cabos, películas, entre outros.

Assim como a tecnologia, Diogo Chiaradia está sempre se atualizando e os planos para a Aecomp aqui na cidade só crescem. “Queremos lançar cursos novos, o tempo todo, porque a tecnologia evolui e o problema vai mudando. Então buscamos cursos atualizados para atender a demanda de Bauru e de toda região”, conta.

Serviço
Aecomp e Loja Carioca – Rua Antonio Alves, quadra 30
Horário de atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, e de sábado, das 8h às 17h.
Telefone: (14) 3223-6694 / (14) 99846-1305 (WhatsApp)

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios
Comentários estão encerrados

Verifique também

FIB apresenta curso de Administração com foco em empreendedorismo

Um dos aliados na hora de abrir o próprio negócio é a base teórica e, para isso, o curso d…