Na manhã desta sexta-feira (12), o Social Bauru acompanhou uma reunião entre a diretora da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda (Sedecon), Tatiana Rodrigues, a gestora da área de projeto do Sebrae em Bauru, Fleide Anequini e artesãs de Bauru. O encontro teve a função de apresentar aos artesãos de Bauru o “Projeto Artesanato“, programação de capacitação voltado para o artesanato na cidade, que tem apoio da Sedecon.

“Todos os 33 escritórios do Sebrae tem um projeto sobre artesanato, porque o SEBRAE está olhando para esse setor. Então o ‘Projeto Artesanato’ é um trabalho que estamos propondo usando um formato coletivo entre as pessoas do mesmo segmento”, explica Fleide.

Ao todo, serão seis meses de projeto com atividades coletivas e individuais focadas no desenvolvimento das empresas do segmento. As propostas são baseadas na melhoria de gestão, acesso ao mercado e a utilização de tecnologia, oferecendo aos artesãos maior conhecimento na área do empreendedorismo. O programa conta com um calendário de atividades como palestras sobre Microempreendedor Individual (MEI), vendas e tendências no artesanato, além de diversas oficinas.

Segundo dados da SEDECON, Bauru tem mais de 4 mil artesãos formalizados, por isso, o novo projeto é importante para que os artesãos da cidade tenham a oportunidade de profissionalizar cada vez mais as atividades da profissão. “A SEDECON está apoiando o projeto porque a gente sabe que o resultado é garantido, se seguirem a trilha e todo o trabalho, lá na frente o resultado vem”, diz Tatiana.

O “Projeto Artesanato” é voltado para artesãos, formalizados com MEI ou não, e as inscrições vão até o dia 22 de janeiro no Sebrae em Bauru. A taxa do curso é de R$186,00 e pode ser parcelado em até seis vezes no cartão de crédito.

Serviço

Projeto Artesanato – inscrições até 22 de janeiro
Sebrae Bauru – Av. Duque de Caxias, 16-82
Outras informações: (14) 3104-1710

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

Hortas em casa: dicas para os bauruenses cultivarem temperos e muito mais!

Hortas sempre foram muito comuns, mas hoje em dia, por conta do grande crescimento das cid…