As professoras Nayane Mensato e Nayara Rosica tinham o plano de ter um local para darem aulas de reforço de português e matemática. Mas, o projeto deu tão certo que, em pouco tempo, elas já tinham uma equipe de profissionais e uma nova escola em Bauru. Assim surgiu a Intelecto, escola especializada em aulas particulares, cursos para concursos e cursinhos especiais, como para o CTI e ETEC, hoje o carro-chefe do local. Ao lado de Junior Rosica e Alexandre, também sócio do empreendimento, elas comandam uma verdadeira família.

Nossa equipe bateu um papo com os professores para saber mais detalhes do projeto: seus diferenciais, material didático exclusivo, e por que a escola é tão querida por seus alunos. Confira:

Como surgiu a Intelecto?

Nayara: Bom, eu sou professora de matemática e a Nayane, minha irmã, é professora de português. Nós já trabalhávamos com aulas particulares em Bauru atendendo na casa das pessoas. Aí, a demanda foi aumentando e ficou complicado continuar pela questão da logística. Foi aí que conversamos sobre a disponibilidade de alugarmos um espaço para atender os nossos alunos com aulas de matemática e português. Eu dava aulas particulares desde 2011 e em maio de 2015 inauguramos a escola.
Nayane: Daí, em agosto do mesmo ano, nós já tínhamos todas as matérias escolares, não só português e matemática. Fizemos parcerias com professores destas outras matérias e os alunos começaram a nos procurar também por cursos específicos, não só para aulas particulares. Assim, ainda em agosto, nós abrimos a primeira turma para alunos que queriam prestar a prova do CTI e da ETEC; hoje esse curso é o nosso carro-chefe. Já no ano seguinte, em 2016, outras turmas começaram a ser abertas. Abrimos as turmas para as provas do vestibular, para o ENEM e cursos para concursos, principalmente o da Polícia Militar.

Cresceu bastante e em pouco tempo…

Nayara: Sim, cresceu. Em 2015, quando inauguramos, nós não esperávamos que tivesse um número tão significativo em tão pouco tempo. Já no primeiro ano, tivemos mais de 50% de aprovados no primeiro curso. No último ano, tivemos um índice de 233% de aumento em aprovações em relação a 2016. Agora vamos abrir novas turmas e estamos em período de inscrições durante todo o mês de fevereiro. No sábado, dia 17, nós teremos o nosso concurso de bolsas para o ENEM.

E quem pode participar do Intelecto?

Nayane: Alunos a partir do sexto ano do fundamental, do ensino médio e aqueles que estejam interessados em cursos para concurso.

 

E como funcionam as aulas particulares?

Nayane: Os alunos ou os pais devem entrar em contato com a escola, já com a matéria que eles querem o reforço e qual o foco que eles desejam. Aí, já fazemos o agendamento com a disponibilidade do aluno e do professor. Também trabalhamos com pacotes, comprando números de aulas. Isso tudo é bem flexível e maleável.

Certo, voltando para o curso CTI/ETEC, quais os diferenciais de vocês?

Nayane: O nosso diferencial é que, além das aulas, também ofertamos simulados anuais, baseados nas provas que eles terão no final do ano e também levamos nossos alunos para uma visita no colégio CTI, sempre em outubro, com uma parceria com o colégio. Essas atividades extras são bem bacanas.
Nayara: Também temos os relatório mensais e individuais, que é um grande diferencial. Os nossos cursos podem ser em três períodos, manhã, tarde e noite, e também aos sábados, que é o curso intensivo. O relatório é para os alunos que são matriculados no curso durante a semana. Tudo o que o aluno produz é anotado e encaminhamos aos pais no final de cada mês.
Nayane: E através dos relatórios, conseguimos estabelecer uma proximidade maior com os pais. Foi muito positivo o ano passado e a participação dos pais foi mais intensa. Nós gostamos muito deste contato.
Nayara: Nossos alunos até criaram uma hashtag o ano passado: #famíliaintelecto e até usamos em nossas publicações. Isso significa que eles sentem que aqui é a casa deles.
Nayane: Aqui na Intelecto nós visamos uma educação saudável.
Junior: Nós temos até uma aluna que ficava até fora do horário de aula, ficava mais tempo, porque gostava de ficar aqui.

E esse era o objetivo de vocês, né? Lá atrás?

Nayane: Sim, com certeza. Queríamos esse contato mais íntimo. No caso da escola regular, por conta da correria, não tem tanto espaço para isso. No final do ano, quando as aulas acabam, eles ficam até tristes. Recebo muitas mensagens de alunos que dizem que estão com saudades. Mas outro ponto bacana da Intelecto é que no ano seguinte, sempre recebemos os alunos aprovados anteriormente para conversarem com os outros que estão no curso. É um grande incentivo.

E qual o material que vocês utilizam em aula?

Nayara: Para o curso do CTI e ETEC, nós temos um material próprio elaborado pelos nossos profissionais. As outras escolas oferecem um material terceirizado com matéria que não costuma cair e, com isso, os alunos perdem tempo de estudo. Por isso fizemos um levantamento desde 2003, com as matérias que sempre estão presentes nos editais para elaborarmos a nossa apostila, com exercícios e teoria, que também vendemos separadamente. E, desde o ano passado, nós somos exclusivos com apostilas do ENEM da editora FTD Educação.

Para este ano, vocês têm algum novo projeto?

Nayara: Este ano, queremos ampliar as aulas de redação com oportunidades em grupo. Além de cursos focados na área de exatas.

publieditorial

Serviço:
Intelecto Bauru
Local: Rua Floriano Peixoto, 2-59.
Telefone: 3256-0656 ou 98178-2825 (Whatsapp)
Horário: de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 22h. Neste mês de fevereiro, por conta das férias, o horário é até às 19h. Já aos sábados, o horário é das 8h às 12h.
Para mais informações, acesse: www.facebook.com/intelectobauru/
Instagram: @escolaintelecto

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Negócios
Comentários estão encerrados

Verifique também

Alunos bauruenses organizam a exposição “Moda de dentro para fora” e você deve conferir!

A exposição "Moda de dentro para fora" foi organizada por alunos do curso de moda do Senac…