O Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas em 1975, mas a luta das mulheres pela igualdade de gênero começou muito antes. Desde o século XX, as mulheres têm se organizado em movimentos para reivindicar direitos iguais. Mesmo depois de tanto tempo, ainda se faz necessário a união das mulheres contra questões como misoginia, feminicídio, entre outras.

E aqui em Bauru não é diferente. Desde o ano passado, o Movimento Resiste Mulher tem convidado todas as bauruenses para participar do Março das Mulheres, com atividades durante todo o mês. Segundo uma das organizadoras, Thamires Motta, “o Março das Mulheres tem como objetivo ser um calendário repleto de atividades artísticas, políticas e culturais para ampliar a luta das mulheres da cidade em busca de seus direitos e, consequentemente, do coletivo Movimento Resiste Mulher”.

Em 2017, mais de 300 mulheres participaram das oficinas, dos atos, dos debates e da marcha. O resultado positivo do evento fez com que o Março das Mulheres tenha a sua segunda edição. “Temos uma visão muito positiva do 1º Março das Mulheres, que contou com várias pessoas em muitas oficinas, e mais de 100 mulheres na Marcha. Tudo que aconteceu no ano passado se tornou combustível para esse ano, e estamos sempre tentando melhorar”, explica Thamires.

Neste ano, o Março das Mulheres conta com seis atividades gratuitas entre oficinas, debates e a marcha.

Confira a programação completa:

– Ato na Delegacia da Mulher de Bauru

Dia: 08/03 (quinta-feira)
Horário: 15h30
Local: Avenida Rodrigues Alves, 23-23 (Central de Polícia Judiciária/Delegacia da Mulher)
Link do evento: https://goo.gl/nC5hPc

– Mulheres Negras e a luta por direitos

Dia: 10/03 (Sábado)
Horário: 16h
Local: Rua Gerson França, 9-23 – Centro (APEOESP)
Oficina: Cabelo crespo e resistência com Titta Crespos e Cachos
Debate com Luana Precidone: A luta da mulher Trans negra para obter respeito da sociedade e Vanessa Santos: Educando mulheres negras – Desafios antirracistas na educação pública.

– Cine Mulheres: Vivência Trans

Dia: 11/03 (domingo)
Horário: 17h
Local: Rua Gerson França, 6-66 – Centro (Casa de Cultura Celina Neves)
Exibição do filme “vidas trans” e debate com Vitória Galhardo

– Oficina de criação de instrumentos musicais

Dia: 18/03 (domingo)
Horário: 14h às 19h
Local: Rua Gerson França, 6-66 – Centro (Casa de Cultura Celina Neves)
Oficina com Marcela Fernandes ensinando a criar instrumentos musicais com materiais recicláveis

– Oficina de criação de lambe-lambe

Dia: 21/03 (quarta)
Horário: 16h
Local: a confirmar
Oficina com Bruna Garcia ensinando a criar lambe-lambe

– Marcha das Mulheres: Nenhum Direito a Menos

Dia: 24/04 (sábado)
Horário: 13h30
Local: Praça Rui Barbosa – Centro

Março das Mulheres e Movimento Resiste Mulher de Bauru

A ideia de fazer um evento organizado por mulheres para mulheres começou no início de fevereiro de 2017. Um post de Facebook reuniu diferentes mulheres que tinham como objetivo criar alguma ação para o 8 de março, já que Bauru não teve quase nenhuma iniciativa para esse dia. Dali em diante nasceu o Março das Mulheres, um calendário repleto de atividades artísticas, políticas e culturais em Bauru.

O Movimento Resiste Mulher é um coletivo feminista interseccional e apartidário. Ele é composto por mulheres de diferentes regiões de bauru, idades, raças e sexualidades muito diversas. Surgiu no início de 2017 durante o Março, e desde então vem se reorganizando e se reformulando para se tornar um movimento social mais robusto e completo.

“Por enquanto não temos previsão de quando serão as próximas reuniões, já que o núcleo do coletivo está concentrado nas atividades do Março das Mulheres, mas em breve inauguraremos nossa página do Facebook, onde essas informações serão divulgadas”, esclarece Thamires.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Carne Doce faz show gratuito nesta quarta (05) no Sesc Bauru

O projeto Autorias desta quarta-feira, 05 de dezembro, apresenta show da banda Carne Doce.…