É certo que na escola aprendemos algumas coisas sobre a cultura indígena. Mas conhecer, de fato, é uma oportunidade rara que os bauruenses terão neste final de semana. A aldeia Ekeruá da etnia Terena estará em Bauru, neste sábado (24), para apresentar danças, histórias, culinária, entre outros aspectos da cultura indígena.

As atividades fazem parte da abertura da exposição “Xe’ Éxa Poke’E – Filhos da Terra”. O espaço ainda irá projetar filmes sobre a etnia Terena e fotografias de Vandriele Daiane, da aldeia Ekeruá. O público também poderá comprar o artesanato produzido pelos Ekeruás. Além disso, os utensílios, os artesanatos e as armas ficarão expostos até o dia 18 de abril.

O evento e a mostra são gratuitos e realizados pela Tattoo Age Art Gallery, localizada na Galeria Trianon (Rua Henrique Savi, 13-35), em Bauru.

LEIA MAIS
+ Mercado UBU vai agitar o domingo bauruense com exposições, desfiles e food trucks
+ Três novos filmes entram em cartaz nos cinemas de Bauru hoje (22)

Programação “Xe’ Éxa Poke’E – Filhos da Terra”:

– Bênção da Pajé Ingracia
– Presença caracterizada dos indígenas
– Culinária típica
– Danças e histórias da aldeia
– Gincanas com arco, flecha e zarabatana

“O evento é uma possibilidade para o bauruense conhecer um pouco da cultura do nosso povo da etnia Terena. É uma oportunidade de poder conhecer a nossa comunidade e é uma maneira de a gente trocar experiências e aprender um com o outro. Dessa forma, a gente pode criar uma amizade cultural e promover mais proximidade de intercâmbios culturais. É de grande importância a gente conhecer um o outro”, diz o índio David Henrique da Silva Pereira.

Serviço
Abertura da exposição Xe’ Éxa Poke’E – Filhos da Terra – 24/03, às 16h
Local: Tattoo Age Art Galery – Rua Henrique Savi 13-35 (Galeria Trianon, próximo ao Bauru Shopping)
Entrada gratuita

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Bauruenses incentivam leitura de obras escritas por mulheres com clube do livro

O ano era 2021. Camila Correa e Paula Pinhão, duas bauruenses que não se conheciam, mas qu…