Segundo dados divulgados pelo Banco Central, em 2016, os consumidores brasileiros pagaram R$ 674 bilhões com cartão de crédito durante todo o ano. Os dados ainda mostram que o número foi superior ao valor gasto em transações de débito. Ou seja: muita gente já aderiu ao cartão de crédito.

Mesmo quem não tem, acaba usando indiretamente como o caso da Rosangela Salvadeo Ferreitá. A agente educacional de Bauru não tem cartão de crédito há alguns anos, mas acaba usando da sua mãe quando precisa. “Utilizo o da minha mãe para comprar algo de necessidade momentânea, como roupas ou sapato”, comenta.

O jornalista Pedro Salgado também não tem e utiliza o cartão da noiva quando necessita. “Nós dois sempre nos controlamos. Na maioria das vezes, utilizo porque não tenho dinheiro naquele momento, mas me controlo para o mês seguinte”, garante.

Apesar de nunca ter ido atrás de um banco para ter um cartão, Pedro diz que já recebeu várias propostas, mas nenhuma que tenha se adequado ao seu perfil.

Esses são apenas dois exemplos de muitos brasileiros que ainda desconhecem os benefícios do cartão de crédito. E foi o objetivo de ajudar a população a encontrar o cartão de crédito ideal que surgiu a fintech Foregon, sediada em Presidente Prudente, a 279 km de Bauru.

Como funciona?
A proposta da fintech (empresa que traz inovações na área de serviços financeiros) é conectar o usuário ao produto financeiro de uma instituição que esteja apta a atender as particularidades do interessado naquele momento. Além disso, a Foregon oferece o produto com benefícios que o usuário realmente irá usufruir, entregando uma experiência valiosa para os envolvidos.

“Somos pioneiros e líderes em comparação de cartão de crédito no Brasil e nossa tecnologia de engenharia social possibilita encontrar uma conexão transparente e segura de um determinado produto financeiro e os benefícios que os usuários realmente precisam e irão utilizar. Nosso foco está em ajudar o usuário a conseguir e utilizar os benefícios dos cartões que hoje ele não aproveita”, explica Gustavo Marquini, sócio e diretor da fintech.

A plataforma é online e gratuita, podendo ser acessada a qualquer hora do dia e da noite. Mas é importante esclarecer: a Foregon não aprova ou rejeita as propostas de produtos financeiros, essa decisão é de caráter exclusivo das instituições.

Sucesso
Nos últimos dois anos a Foregon cresceu mais de 350% a quantidade de usuários que acessam o seu portal, e seu faturamento dobrou, tornando lucrativo o modelo de negócios da empresa.

O sucesso vem da originalidade e facilidade aos seus usuários, já que o modelo de negócios da fintech vai além da tradicional comparação e indicação de produtos financeiros online aos usuários. A Foregon tem o compromisso de garantir um processo 100% online, eliminando ou reduzindo para próximo de zero o risco de fraude, afirma Marquini.

Para saber mais, acesse: www.foregon.com.br

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios
...

Verifique também

Empresa de arroz e feijão de Lençóis Paulista recebe selo Great Place to Work

A Safra Sul, empresa de arroz e feijão de Lençóis Paulista, recebeu o certificado da Great…