Dia 24 de abril é comemorado o Dia dos Agentes de Viagem e pensando na data, resolvemos conversar com alguns profissionais daqui de Bauru. Levando em consideração que eles são experts em viagens, perguntei qual é, definitivamente, o melhor lugar que eles conheceram. O intuito é descobrir os melhores destinos do mundo, já que eles sabem do que estão falando, para que os bauruenses possam colocar no roteiro de férias.

LEIA MAIS
+ 5 dicas de destinos interessantes para aproveitar os próximos feriados na região de Bauru
+ Casal de Bauru encara os perrengues e as delícias de viajar para fora do Brasil de carro

– Fiordes Noruegueses

A Amanda escolheu os Fiordes Noruegueses como melhor viagem

“Eu viajei por muitos lugares, mas os Fiordes Noruegueses foi um dos mais sensacionais e mais longe que fui. Os Bauruenses devem conhecer o lugar, porque é fantástico ver a natureza, as geleiras, praticar trekking (caminhada pelas montanhas), respirar ar puro, ver as paisagens naturais e comer o legítimo salmão. O que me marcou foi a superação em subir o monte mais alto da Noruega: o famoso Preikestolen/Púlpito em Stavanger. Levei duas horas para escalar e foi muito cansativo. Mas a recompensa foi incrível, a sensação de vitória e estar no topo foi sensacional com a melhor vista da viagem. O passeio do Trem de Flam também é incrível. Eu estive lá no verão e é a melhor época porque não está frio. Para quem for eu recomendo ir de navio e ficar uma semana, pois tem todos os passeios incluídos com alimentação, dá para conhecer os principais pontos turísticos. Além disso, ir de cruzeiro economiza mais, já que a moeda, Coroa Norueguesa, é muito cara e o custo de vida também” – Amanda Correa da ID Travel.

– Curaçau

Mariana em Curaçau, no Caribe

“Antes de me formar em Turismo e Hotelaria, eu tinha o sonho de fazer intercâmbio e morar fora. Com isso, acabei viajando bastante e hoje conheço 20 países no total. Todas as viagens são especiais e cada lugar tem seu encanto único, mas uma das mais especiais, foi minha lua de mel em Curaçau. É um destino que recomendo muito, pois ele surpreende pelas praias paradisíacas e pelo azul do mar. O ideal é alugar um carro e explorar a ilha, diferente de outros destinos do Caribe, lá você não fica no hotel o dia todo, você pega o carro e vai explorar as praias que têm por lá, e é uma mais linda do que a outra. Outra boa notícia é que as Ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçau) não fazem parte das rotas dos furacões, ou seja, é uma viagem que pode ser feita em qualquer época do ano. Conheço outros lugares do Caribe, mas nada me marcou tanto como Curaçau. O país é de uma beleza estonteante, o povo é educado e feliz e, com toda certeza, foi o azul mais lindo que já vi até agora. Na ilha não chove muito, mas pra não perder nenhum dia de praia vá entre fevereiro e setembro” – Mariana de Oliveira Roso Migliato da Clube Turismo.

– Ilhas de São Cristóvão e Nevis

St. Kitts and Nevis, no Caribe

“Um dos lugares mais bonitos que já fui foi às Ilhas de São Cristóvão e Nevis ou St. Kitts & Nevis, como é mais conhecida, no Caribe. Como tem origem vulcânica, as praias não são como a maioria das praias caribenhas, de areia branca e água azul (como Nevis), mas são de areia escura e mar azul, um belo e incrível contraste. O Monte Liamuiga tem cerca de 1.156 metros de altitude. Além de ser lindo, que já é um ótimo motivo para conhecer, as ilhas são um ótimo destino para descansar e uma viagem ao Caribe deve incluir essa parada. Além disso, seu povo é extremamente hospitaleiro e alegre, a gastronomia é excelente e a cultura é rica, o que torna o destino ainda melhor! O que mais me marcou na viagem foram as praias, com certeza! São de beleza única, uma paisagem bem diferente do Caribe que estamos acostumados a ver. Lá é calor o ano inteiro, mas devemos evitar meados de junho a novembro, devido aos furacões. Para quem for, um roteiro básico são as cidades em St. Kitts de Basseterre, a capital; Sandy Point, onde tem o porto e em Nevis, a capital Charlestown, também zona portuária e de maior movimento de turistas. O Monte Liamuiga, em St. Kitts, é avistado de longe, mas também é possível fazer trekking se o tempo estiver bom” – Aline Bertozzo Marcelino da Silva da Zectus Online Travel Agency.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

Sete atividades para fazer em sete dias em Bauru

Bauru também é conhecida como a cidade sem limites. E o apelido não é à toa, já que a cida…