A conquista do reconhecimento é o desejo de consumo de grande parte das pessoas, seja ele a partir da profissão, dos ideais ou de um estilo de vida. Reconhecimento, foi o que o fotógrafo bauruense, Gabriel Potter conseguiu após ter seu trabalho notado pela revista Playboy.

O menino de Guarulhos sempre foi apaixonado por fotografia e, desde muito cedo,teve contato com a revista que hoje, é fotógrafo oficial.
Nós batemos um papo com Gabriel, que contou como foi sua jornada como fotógrafo, até ser reconhecido pela revista Playboy.

Para nós, Gabriel lembrou dos tempos de criança, quando ia visitar a casa dos primos mais velhos. Ele teve seu primeiro contato com a revista PlayboyMuito curioso, o menino ficava olhando as fotos impressas nas páginas com atenção, sempre se questionando como eram os bastidores daquelas fotos e como aconteciam os ensaios.

O tempo passou e a paixão pela fotografia permaneceu, foi quando Gabriel começou a fazer suas primeiras montagens com imagens autorais no antigo Fotolog. “Eu achava que estava mandando muito bem com isso, mas na verdade eram horrendas! “

O começo da carreira como fotógrafo

Gabriel entrou na faculdade de Design Gráfico, na Unip de Bauru, sendo ali o local do maior contato com a fotografia de forma profissional. “A partir daí comprei minha primeira máquina e me joguei de cabeça nesse mundo, até me reencontrar com a fotografia sensual feminina”.

No meio tempo entre seu primeiro contato com uma revista Playboy até entrar de cabeça no mundo dos ensaios sensuais, Gabriel passou alguns anos fazendo fotos para bandas. Foi com esse trabalho que o fotográfico acredita que começou a se tornar um profissional de fotografia.

“Eles foram a base de tudo, onde tive oportunidade de aperfeiçoar os meus cliques, e também tive muitos contatos com mulheres que tiveram coragem de confiar a mim a missão de fotografá-las de forma sensual. Sou eternamente grato a essa fase tanto as bandas quanto as mulheres que depositaram em mim lá no começo uma confiança descomunal! Sem eles talvez não estaria aqui”.

fotógrafo bauruense

Dentro do universo dos ensaios fotográficos sensuais com mulheres, Gabriel acredita que já fez por volta de 200 trabalhos. E foi com esses trabalhos que o fotógrafo chamou atenção da revista que aguçou sua paixão pelas fotos quando criança: a Playboy.

Nesse período, o trabalho de “Potter” já era prestigiado por muitas mulheres que o procuravam para fazer ensaios sensuais, como contaram na matéria para o Social Bauru, em 2016, “5 bauruenses que tiveram experiências únicas com ensaios nus ou sensuais”.

Um trabalho reconhecido

Gabriel usa o Instagram como forma para veicular seus ensaios, e no ano passado, uma de suas publicações foi para o feed da revista. Durante o ano de 2018 mais uma foto do fotógrafo foi compartilhada pela Playboy.

“Com essas publicações no Instagram deles, tive uma aproximação com o staff da Playboy, onde trocamos as figurinhas, e sempre que possível nós conversamos. A oportunidade surgiu quando fui chamado pelo staff deles para participar de uma ação de Dia dos Namorados desse ano.

A Playboy fez uma seleção de fotógrafos pelo Brasil e pelo mundo para representa-los nessa ação, contendo uma credencial para isso, e com essa ação, houve também convocações para esses fotógrafos pré-selecionados pelo staff da Playboy, para que enviassem uma ficha de avaliação de trabalho, dias depois fui aprovado para entrar nesse projeto lindo como fotógrafo oficial”.

Gabriel ainda se lembra do dia em que foi aprovado como fotógrafo oficial. Era um dia comum, ele se sentou no computador com um café, abriu o e-mail e viu o selo de fotógrafo oficial.

Nesse instante, a emoção foi às alturas. “Eu chorei, confesso. Lembro-me perfeitamente sobre pensar em um dia ter o reconhecimento de uma revista, e nos maiores e mais ambiciosos sonhos, a Playboy sempre esteve presente. Foi e está sendo uma alegria muito grande, é um estímulo muito grande ainda mais para mim, que moro no interior onde existem muitos tabus em relação a esse tipo de fotografia”.

Agora, Gabriel representa a Playboy no projeto Studio MenPlay, na qual a revista disponibiliza serviços e opções para mulheres que sempre sonharam em ser uma capa da Playboy. Os pacotes variam de modelos profissionais que atuam ou que estão começando carreira e querem exposição nas mídias da revista, até de mulheres que só querem realizar o sonho de ser uma capa da Playboy, sem qualquer tipo de exposição. “Tem pra todo mundo!”.

Mesmo com a grande fama da revista Playboy desde a década de 70, muita gente acredita que a publicação se tornou ultrapassada, principalmente quando ele deixou de se tornar física em 2016 e ficou apenas na plataforma digital.

Gabriel acredita que vivemos em um mundo prático em constante transformação, dessa forma as coisas devem se adaptar e renovar, e com a Playboy não foi diferente. “Acredito que a Playboy jamais ficou ultrapassada, pois é exatamente para se firmar cada vez mais no mercado atual que a Playboy pensou nesse projeto [digital]”.

Para Gabriel, há um valor histórico na publicação: “É a maior revista do planeta no que se diz respeito a fotografia sensual, são mais de 65 anos de história com edições lançadas pelo mundo todo, difícil um poder tão grande desse ser ultrapassado. O que aconteceu foi uma transição e modernização do serviço, onde a playboy está com força total em suas redes somando mais de 5 milhões de seguidores e ultrapassando a marca de 20 milhões de acessos por semana!”

Para o futuro, tudo o que Gabriel prevê são grandes projetos graças à credibilidade que o selo de fotógrafo oficial o concedeu.

“Tem muita novidade boa chegando por aí, desde trabalhos conjuntos com fotógrafos de todo Brasil até empresas que interessam em fazer parte dessa jornada!”

Foi assim que uma trajetória com muita dedicação e respeito rendeu ao fotógrafo bauruense o reconhecimento que tanto sonhou.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

Conheça o Aperta o X, portal de notícias sobre o mundo gamer aqui de Bauru!

O Brasil é o 13º maior mercado games do mundo, sendo o primeiro da América Latina. Só em 2…