Já parou para pensar em como a sua rotina está cheia de ilustrações? Por onde olhamos o trabalho de um ilustrador está, desde capas de livro, embalagens a jogos e sites.

O ilustrador é o profissional responsável por imaginar e trazer à vida representações, estampas, gravuras, imagens, ideias e conceitos, utilizando das habilidades como forma de transpor para o papel ou computador.

Mas o trabalho de um ilustrador vai muito além disso, e para explicar com clareza o que um ilustrador faz e como ele atua no dia a dia, a gente bateu um papo com Rodrigo Cordeiro, designer gráfico e ilustrador de Bauru, que contou um pouco sobre sua trajetória dentro da profissão.

Como surgiu a paixão pela ilustração?

Com certeza o culpado de tudo é meu único e mais velho irmão Fernando. Quando éramos bem crianças nós assistíamos a vários desenhos juntos e adorávamos desenhar os personagens que mais gostávamos, principalmente mangás como Dragon Ball.

Tenho muito carinho das minhas lembranças de quando a gente sentava junto na mesa lá de casa pra desenhar e, como eu era muito pequeno e sempre me espelhei muito no meu irmão, a cada movimento que ele fazia no desenho dele, eu reproduzia na minha folha também! (risos). Se ele apagava, eu apagava junto. O resultado era uma cópia da cópia, só que bem feio.

Com o tempo, fui evoluindo e conseguindo copiar os desenhos sozinho, e não parei mais. O desenho sempre esteve presente na minha vida e sou eternamente grato ao Nando por isso.

ilustrador bauru
Jungle is Fun – Rodrigo Cordeiro

Como a ilustração se tornou uma profissão?

Isso se deu num processo bem natural, mas considero que o divisor de águas na minha vida foi o intercâmbio que fiz em 2015/2016.

Tive o privilégio de, pelo programa Ciências Sem Fronteiras, estudar ilustração na SCAD – Savannah College of Arts and Design, onde a minha paixão – que foi bastante atenuada durante minha faculdade de design gráfico – voltou com tudo.

No Brasil não existe um curso superior em ilustração, infelizmente, então eu fiquei muito empolgado e aproveitei ao máximo a oportunidade.

Além disso, foi nesse momento que comecei a enxergar o potencial do meu trabalho e minha visão de mercado ampliou assustadoramente, as oportunidades ficaram mais claras bem como a maneira que eu poderia me posicionar como ilustrador.

Em que e onde um ilustrador pode trabalhar?

As possibilidades são inúmeras! Todos nós sabemos que existem grandes estúdios na área de animação, dentro e fora do Brasil, que possuem oportunidades incríveis para ilustradores.
O mercado publicitário também gera uma demanda bem grande, assim como a indústria de games, que já vem crescendo num ritmo extremamente significativo já tem um bom tempo.

Editoras também estão sempre à procura de novos artistas para ilustrar livros infantis, livros didáticos, capas de livros. Há muito mercado para ilustrar matérias e artigos em revistas, blogs, jornais. Há bastante aplicação aliada com o design como no desenvolvimento de embalagens por exemplo.
Enfim, são muitas as oportunidades, sem esquecer, é claro, que o ilustrador por muitas vezes segue sua própria jornada como autônomo e/ou artista independente gerando conteúdo autoral sem necessariamente trabalhar em uma empresa.

ilustrador bauru
Save the Vegetables! – Rodrigo Cordeiro

Quais dicas você dá pra quem deseja seguir uma carreira de ilustrador?

Existem algumas coisas que vão além da técnica que acredito serem fundamentais para todo ilustrador. Uma dessas coisas é seguir sempre a sua “verdade”, aqui no sentido de “essência”.

Faça sempre o que faz sentido pra você hoje, no estilo que lhe convém, dando seu melhor. Sendo sincero consigo mesmo você colocará muito de si em seus trabalhos, e é isso que o tornará único, autêntico e diferenciado, assim como você também é.

E para quem deseja se aperfeiçoar na ilustração, os materiais usados são importantes?

De maneira geral, é bem comum as pessoas acharem que para terem um trabalho de qualidade é indispensável o uso de ferramentas de muita qualidade e equipamentos caros. Eu discordo totalmente.

Ser um bom artista com certeza independe do material e mídia que você está usando, é algo muito maior.

Porém, com sua evolução na profissão, com certeza você começará a investir em materiais que facilitem o seu processo no dia a dia ou que aumentem a qualidade do resultado como, no caso de um ilustrador que usa técnicas tradicionais, tintas e papéis melhores, pincéis de qualidade.

Mas sua evolução como ilustrador não vai depender de ferramentas com certeza absoluta. No começo, quanto mais simples a ferramenta melhor!

Para quem quer aprender a ilustrar do zero, que dicas você daria?

Claro que cada pessoa trilha uma jornada diferente e não tem receita de bolo aqui, mas, obviamente, minha maior dica é desenhar muito e estudar bastante os fundamentos, seja lá qual for o estilo de ilustração que você irá seguir. Anatomia, desenho gestual, perspectiva, etc. Se possível, faça cursos de qualidade para acelerar seu desenvolvimento.

Mas tão importante quanto isso é você entender que sua caminhada terá momentos complicados e aceitar que você terá que lidar com frustrações e com a enorme pressão que você colocará sobre seus próprios ombros.

Divirta-se no processo da sua evolução, faça isso por você mesmo, e tenha sempre em mente o que realmente te motiva a fazer o que está fazendo.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

Tatuador de Bauru “tatua” o corpo inteiro da apresentadora Mari Moon

Imagina se deparar com a mensagem de um famoso reconhecendo o seu trabalho. Pois é, isso a…