Hoje é sexta-feira e o final de semana já está aí! Vai ter muitas opções para se divertir aqui em Bauru, inclusive dois espetáculos gratuitos. Você pode conferir tudo na Agenda do nosso site.

Além dos bares e restaurantes, a programação cultural também vem com tudo nesse final de semana. No sábado, dia 29, vai rolar o Festival da Primavera, no Parque Vitória Régia. Realizado pelo Solar Núcleo de Teatro, o intuito do evento celebrar o início da estação das flores, além de um ano do espetáculo “Tistou”, que será apresentado no festival.

Já no domingo, dia 30, Bauru recebe mais uma peça do Circuito Cultural Paulista, o espetáculo “A Ira de Narciso”. Com entrada gratuita, a apresentação será no Teatro Municipal “Celina Alves Neves”, às 19h.

Confira mais informações sobre os espetáculos:

– Tistou

Foto: Atila Lacerda

A peça é uma adaptação do livro “O menino do dedo verde”, do francês Maurice Druon. “Tistou” é um projeto antigo do ator, diretor, professor e coordenador do Núcleo Solar de Teatro, Élio Andreotti Evaristo.

O espetáculo retrata uma sociedade onde miséria e opulência convivem mediados pelo poder. Em meio à cidade bélica de Mirapólvora, nasce uma criança, Tistou, filho dos donos da cidade, que sofre por não ser uma criança igual as outras. Porém, descobre ter um incrível talento que pode transformar a realidade da cidade, mas também pode colocá-lo em risco, já que seus pais são proprietários da fábrica de canhões.

Em uma atmosfera que narra situações de opressão e desigualdade social, o Núcleo Solar preocupou-se em diminuir as tensões usando a estética sem perder o compromisso com a mensagem. Dessa forma, a obra francesa recebe toques de brasilidade e colore uma narrativa cinza de pólvora, para um diálogo mais próximo da realidade do público.

Serviço
Tistou – 29/09, às 20h
Local: Anfiteatro do parque Vitória Régia
Entrada Gratuita
Classificação: 12 anos

– A ira de Narciso

Foto: Marcelo Almeida

Na mitologia grega, Narciso era um jovem muito belo que, embora atraísse a atenção das ninfas e donzelas, achava que nenhuma merecia seu amor. Até que um dia, vendo sua imagem refletida em uma lagoa tenta alcançá-la, após a sua morte, Narciso se transformando em uma flor. O mito serviu de inspiração para o diretor franco-uruguaio Sergio Blanco escrever o monólogo auto-ficcional.

O espetáculo que chega a Bauru é a primeira versão brasileira do texto, interpretado pelo ator Gilberto Gawronski, sob direção de Yara de Novaes. Para a diretora, a peça cria uma reflexão sobre o artista contemporâneo em embate consigo mesmo, com sua criação, o mundo das coisas e a natureza. “Um texto muito atual que reflete sobre o efeito hipnótico que a nossa imagem exerce sobre nós e sobre como essa autocontemplação pode ameaçar a nossa própria vida”, comenta.

Gawronski, por sua vez, ressalta o entusiasmo com a montagem. “Fazer Sergio Blanco é um desafio que justifica os 40 anos de palco que venho me dedicando nesta existência. Estar sob o comando de uma artista do teatro, Yara, a quem admiro muito só me deixa ainda mais entusiasmado. Encontro nesta obra elementos desta escrita cênica contemporânea, um exemplo do teatro atual, essa auto ficção”.

As informações são da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Bauru.

Serviço
“A Ira de Narciso” – 30/09, às 19h
Local: Teatro Municipal “Celina Lourdes Alves Neves” (Av. Nações Unidas, 8-9)
Entrada gratuita
Faixa Etária: 18 anos

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

O que os bauruenses precisam saber sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que completa 71 anos

O termo Direitos Humanos, ainda que conhecido por muitas pessoas, pode, muitas vezes, ter …