Morar sozinho pode se tornar um verdadeiro campo de batalha quando o assunto é cozinhar. Quem não tem muita prática com as bocas do fogão, sabe que fazer uma refeição é um bicho de sete cabeças.

Ou a preguiça é maior, ou sobra muito, ou falta muito! Para acabar com aquela vontade de largar as panelas na pia e pedir o delivery de sempre, quatro chefes de Bauru dão dicas de culinária para quem mora sozinho!

Culinária não é um monstro, não!

A culinária é algo que faz parte da nossa cultura, e transcende gerações. Desde que o ser humano se entende como gente, ele pratica o ato de cozinhar, é o que explica o professor de gastronomia da USC (Universidade do Sagrado Coração), Richtier Gonçalves, e Denise Amantini, chef do restaurante Grão 3, ainda comenta que, quem se apavora só de ouvir a palavra “cozinhar”, é porque na verdade nunca parou para tentar, realmente. “Hoje em dia, qualquer canal do YouTube, aplicativo, qualquer busca que você dê, você aprende a fazer tudo online”.

O que muitas vezes pode atrapalhar alguém na cozinha é aquele pensamento: “mas vai sujar tanta louça, imagina para lavar tudo depois?” ou até “mas não vai ficar bom”.

O que realmente pode atrapalhar é querer começar a cozinhar fazendo pratos complexos e que levem muito tempo de cocção!

“É só criar coragem e começar; é como aprender uma coisa nova, nas primeiras vezes não vai ficar bom, mas a prática leva à excelência”, conta Denise.

Moro sozinho, e agora?

Calma, sem desespero, acredite se quiser, mas nossos quatro chefes também moram sozinhos e entendem sua falta de vontade de cozinhar para uma única pessoa.

“Cozinhar sozinho é horrível,; ter que fazer um pouquinho só de cada coisa, comprar no mercado 80g disso, 100g daquilo, tudo que se faz sempre sobra um pouquinho… e o que mais pesa para mim é a falta de servir, amo cozinhar para amigos, clientes, família, não tem nada mais gostoso que a sensação de alegria em servir bem!”, confessa o chefe Irwing Ivankio, do Fio de Cutelo.

E para Moacir Santana, chefe do Bar da Rosa, muitas vezes, é muito mais fácil simplesmente se alimentar de algo prático, como as comidas congeladas que vão direto para o forno.

Então, o que fazer?

Para ajudar, os chefes contam o que eles mesmos fazem para facilitar na hora de cozinhar quando se está morando sozinho.

“Para quem mora sozinho, a questão dos tempos de preparo são importantes, então eu acho que para uma pessoa que não tem prática, o ideal é começar com coisas básicas e ir adquirindo gosto, praticando e evoluindo dentro da cozinha”, sugere Richtier.

O certo, segundo Irwing, é tirar um dia para cozinhar tudo! Fazer uma panela grande de arroz, feijão e mistura, separar tudo por marmitas para apenas aquecer na hora de se alimentar.

Sopas, saladas, omeletes e carnes grelhadas também são ótimas opções para quem não quer deixar de lado a alimentação, mas tem muita preguiça.

“Existem várias opções que são fáceis de cozinhar e uma dica é sempre ter coisas frescas na geladeira e preparar no vapor ou no forno, que é uma forma super prática, em que, por exemplo, você pega vários legumes, põe bastante azeite, ervas e sal, coloca no forno e em 15 minutos está pronto”, explica o chefe Moacir.

E para quem está começando, ele ainda aconselha estar sempre aberto para novas experiências e gostar de comer bem, porque isso, muitas vezes, estimula muita gente a querer começar a cozinhar.

E o chefe Irwing ainda completa:

“Acredito que a culinária além de “sobrevivência” é um hobby muito gostoso, então chame os amigos, tente fazer algo diferente, a internet é um ótimo guia para quem está começando, o mais difícil é sair da zona de conforto e se arriscar!!!”.

Culinária é pop

E a culinária tem se tornado cada vez mais popular entre as pessoas. Isso se deve, muitas vezes, segundo o professor Richtier, pelo aumento da preocupação das pessoas em preparar a própria comida e com a própria saúde.

“Eu acho que a culinária se popularizou muito com a chegada dos programas de culinária, e isso é muito importante para a gastronomia e culinárias em geral, porque faz com que as pessoas tenham mais informação em relação à comida e que estejam mais abertas para o novo também”, finaliza o chefe Moacir.

Para começar agora

E se você gostou das dicas do chefs, confere aqui embaixo algumas receitas bem fáceis para serem colocadas em prática já! É só clicar em cima para acessar os ingredientes e modo de preparo:

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Momento rock: novo restaurante em Bauru promete muitos sabores com pães de queijo recheados

Se tem uma coisa que une as pessoas é comida e música. Unir a família e os amigos para com…