A criatividade é uma característica marcante em algumas pessoas, mas, em outras, ela pode até passar despercebida. A verdade é que todos nós nascemos criativos, mas vamos deixando essa capacidade de lado ao longo da vida.

Isso porque, quando criança nos aventuramos mais a fim de experimentar coisas novas. Mas, ao passo que envelhecemos, vamos nos enrijecendo mais e, deixando de lado, a possibilidade de viver novas experiências. Esse envelhecimento, segundo o publicitário Mikael Correa, faz com que percamos a coragem.

“Quando crianças somos curiosos, imaginativos e experimentamos o mundo de uma forma muito corajosa, sem grandes medos. O que acontece muitas vezes é que, conforme vamos amadurecendo, essa coragem vai se perdendo. Ficamos com mais medo de errar, com vergonha de falar besteiras e parecer ridículos. Tudo isso interfere de forma negativa na nossa capacidade criativa”, esclarece.

Mas não perca a esperança! Tudo é questão de exercitar e, quando desenvolvemos a criatividade por meio de atividades, ela acaba se tornando recorrente. Por isso, por mais que uma ideia brilhante pareça surgir do acaso, na verdade, ela é resultado de um processo, que pode levar tempo até chegar no resultado.

“Normalmente, as primeiras ideias são as mais tentadoras, devido à aparente facilidade, porém a história das grandes inovações nos mostra que, na verdade, o exercício criativo favorece as mentes mais persistentes”, completa Mikael.

Quem atesta a afirmação é a artista Daniela Bonachela. Ela conta que um quadro em branco é sempre um desafio e para chegar ao trabalho final, é necessário fazer muitas escolhas.

“Quando estou desenhando, pintando ou esculpindo, preciso ser muito criativa. Preciso conhecer bem a técnica que vou utilizar, e cada técnica exige habilidades diferentes. O caminho que o artista percorre desde a ideia até o resultado, é cheio desafios e de solução de problemas. É praticamente impossível percorrer esse caminho sem criatividade na bagagem”, conta.

A criatividade não é dom!

Por isso, o publicitário ainda revela que o estímulo contínuo e a motivação diária são essenciais para uma mente criativa. Nesse sentido, entram os estudos, uma forma de fazer com que a criatividade esteja sempre ao alcance do cérebro. Ao estudar, é possível coletar informações que, atreladas às ideias, geram resultados engenhosos.

É assim que Giovana Anteveli desenvolve seu trabalho como estilista e customizadora de roupas: com muito estudo e pesquisas. “Você tem que estar sempre renovando o seu banco de dados, que é o cérebro, no caso, com imagens e informações pra conseguir ter ideias. Isso é a base pra ser criativa. É tudo questão de prática, quanto mais você exercita, mais você consegue fazer”, revela.

A técnica na prática

Parece um desafio, certo? E é! Criar não é nada fácil, mas também sabemos que não é algo impossível. Além disso, não precisa trabalhar com arte para ser criativo, muitas outras profissões exigem imaginação. Para isso, existem diversas formas estimular a criatividade, principalmente no trabalho.

Até porque, a criatividade é uma ferramenta muito usada na solução de problemas em diferentes áreas. “Muitos autores de distintas áreas do conhecimento estudaram e ainda desenvolvem pesquisas sobre o tema. Por isso, hoje temos uma infinidade de ferramentas que podem contribuir para a elaboração de uma ideia consistente, coerente e eficaz para a solução de um problema de maneira não convencional”, esclarece Mikael.

Além do Brainstorming – técnica em que várias pessoas expõem ideias – o publicitário ainda cita métodos como o Mind Map, o Scamper ou a Associação de Conceitos.

E para quem quer ser mais criativo, Mikael revela quatro dicas fundamentais:

• Não tenha medo de errar;
• Não tenha medo de parecer ridículo;
• Não se contente com a primeira ideia;
• Questione tudo , inclusive estas respostas.

E agora, já está pronto para se arriscar no mundo da criatividade? 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Retrospectiva 2018: Confira o que aconteceu em Bauru neste ano!

2019 já está batendo em nossas portas, agora, o que nos resta de 2018 são as lembranças! O…