No corpo humano, o volume de sangue corresponde a até 8% do nosso peso corporal. Esse componente tem a função de transportar nutrientes, excretas, gás oxigênio e carbônico, hormônios e outras substâncias corporais.

Essencial para a manutenção da vida, o seu sangue pode não só manter você vivo, como também, outra pessoa.

A doação de sangue é um ato simples e rápido, mas que pode salvar inúmeras vidas, contudo, segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população brasileira doa sangue, um número muito baixo para a necessidade dos bancos de sangue.

Esse dado é muitas vezes afetado pelo medo das pessoas em fazer a doação e até mesmo por mitos sobre esse ato. Por isso, vamos te mostrar que doando sangue você só vai ter benefícios!

Para acabar com as dúvidas

Amanda Segalla é professora de enfermagem das Faculdades Integradas de Bauru (FIB), e conta que, com uma bolsa de sangue, você pode ajudar até quatro pessoas, afinal, vários componentes são usados com a sua doação.

Algumas recomendações devem ser levadas em conta na hora da doação: a pessoa deve ter entre 16 e 69 anos e pesar no mínimo 50kg. Além disso, quem esteve doente ou gripado 15 dias antes da doação não pode doar, assim como portadores de epilepsia.

Antes de doar não se deve ingerir bebidas alcoólicas e nem estar em jejum. Para os homens, a doação pode ser feita quatro vezes ao ano em um intervalo de dois meses, já as mulheres podem doar três vezes em um intervalo de três meses entre as doações.

Mas você tem medo de agulha? A professora conta que não dói nada e o procedimento é super rápido!

“A doação é feita através de uma punção venosa em veia periférica, o procedimento leva cerca de 40 minutos, é coletado em torno de 450 ml (o que corresponde a 13% do volume total de sangue do corpo de um adulto)”, explica Amanda.

Ainda tem suas dúvidas? Se liga só nesses mitos e verdades sobre a doação!

doação de sangue bauru
Infográfico: Gabriela Gomes/Canva

Doadores fazem o bem!

Para se sentir ainda mais motivado a doar sangue, esses bauruenses contam como foi a experiência, e um spoiler: a sensação é de fazer o bem!

Daniel Della Valle é funcionário da Secretaria Municipal de Saúde e já doou duas vezes, inclusive esse ano! Para ele foi um experiência tranquila e com toda certeza ele faria outra vez.

“Pretendo manter uma rotina de doação, pelo menos de 3 em 3 meses, que é o mínimo estabelecido entre uma e outra”, conta Daniel.

Outros bauruenses que também tiveram experiências boas com a doação de sangue foram Daniel Nunes e Rodrigo Fernandes; o primeiro já doou duas vezes e o outro, seis vezes!

Para eles, a experiência não foi dolorida, e o ambiente do hemonúcleo de Bauru ajuda na hora de se sentir bem e relaxado.

Rodrigo confessa que é uma forma de colocar em prática a frase “fazer o bem sem olhar a quem” e já influenciou muitas pessoas a fazerem o mesmo.

“Já chamei muitos amigos e vários já estão doando sangue regularmente”, conta ele.

Para Daniel Nunes, a doação de sangue é algo que o faz sentir mais cidadão! “Acho muito importante você pode ajudar alguém”.

Doação em Bauru

Tá a fim de doar e não sabe onde? Em Bauru é possível doar sangue o Hemonúcleo do Hospital de Base, na R. Monsenhor Claro, 8-88 ou no Hospital Beneficência Portuguesa, na R. Rio Branco, 18-83.

Lembrando que para doar você precisa levar pelo menos um documento de identificação!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Dezembro vermelho: tudo o que os bauruenses precisam conhecer sobre a AIDS

Você sabia que dezembro é considerado o mês do combate e conscientização da AIDS? Para cel…