No mês de novembro, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda de Bauru (Sedecon), realizou a I Conferência de Negócios e Empreendedorismo Universitário. Uma das atividades da programação foi o Prêmio Solucionar, que visava aproximar o poder público dos centros acadêmicos das universidades de Bauru.

Dessa forma, as faculdades inscreveram projetos de extensão que podem oferecer melhorias para Bauru. Ao todo, 10 projetos foram inscritos: quatro da UNESP Bauru, cinco da Universidade do Sagrado Coração (USC) e um da ITE.

Para o Diretor de Logística e Novos Negócios da Sedecon, Ariel Lucas Barca, todos os projetos têm potencial para serem colocados em prática. “São projetos inovadores e condizem com as reais necessidades do município. Então eles são muito importantes, pois é possível colocá-los em prática”, conta.

Para avaliar os projetos, o Prêmio contou com uma banca de cinco avaliadores que escolheriam os vencedores. E o Prêmio Solucionar foi para os alunos da Universidade do Sagrado Coração (USC). Eles conquistaram os três primeiros lugares com projetos que oferecem soluções para os problemas de Bauru.

Para a Profª Dra. Irmã Susana de Jesus Fadel, Reitora da USC, a vitória é resultado do trabalho realizado na universidade. “É uma imensa satisfação, alegria e uma experiência ímpar de receber a ressonância positiva e significativa das construções educacionais diferenciadas e inovadoras que são desenvolvidas na USC”, relata.

Confira os projetos premiados:

1º lugar: Projeto de Extensão – Comunicação 3.0

O melhor projeto, segundo o Prêmio Solucionar, foi um trabalho que envolve uma comunicação integrada entre jornalismo, publicidade, marketing e relações públicas. Em execução desde 2014, o projeto da USC propôs uma ação sobre reciclagem em Bauru.

O Comunicação 3.0 tem como objetivo sensibilizar os bauruenses sobre a reciclagem. Dessa forma, o programa é composto por ações que visam ampliar o conhecimento da população sobre a coleta seletiva e as cooperativas. Em prática, o projeto irá realizar ações informativas como palestras, materiais publicitários e conteúdos em áudio, motivando a população a participar de maneira mais intensa da seleção e destinação de recicláveis, para o correto descarte dos resíduos.

Segundo um dos membros do projeto e coordenador do curso de Publicidade e Propaganda da USC, Vitor Brumatti, a facilidade em colocar o projeto em prática, foi um dos motivos da vitória. Além disso, ele conta qual a sensação de ganhar o prêmio: “Ficamos muito felizes e avaliamos que vencer o prêmio dá visibilidade à problemática da reciclagem em Bauru. Esperamos que a cidade se engaje mais nessa problemática”.

 

2º lugar: Projeto – Canteiro Vivo

Já o segundo lugar foi para o projeto “Canteiro Vivo”, que consiste na revitalização de escolas municipais do ensino infantil e fundamental. Os alunos que participam do projeto analisam as demandas de cada escola, a faixa etária dos alunos e criam um ambiente alegre e lúdico para as crianças.

Assim, por meio de espaços com nova pintura e novo paisagismo é possível estimular o desenvolvimento das crianças. Além disso, segundo a coordenadora do curso de Engenharia Civil da USC e do Projeto Canteiro Vivo, Fabiana Costa Munhoz, os novos ambientes causam um impacto positivo tanto nas crianças quantos nas famílias que frequentam as escolas.

“Os alunos extensionistas contribuem de forma efetiva e significativa para melhorar a comunidade. É fundamental para um universitário compreender que as atividades de cada profissão são especificas, mas que os problemas da sociedade estão interligados e não são distintos”, diz.

3º lugar: Ação de Extensão – Sorriso Saudável

A ação “Sorriso Saudável”, uma parceria dos cursos de Design e Odontologia da USC surgiu como uma colaboração ao projeto “Suporte coletivo para escovas dentais”, da pós-graduação em Odontologia,  que atua na Wise Madness em Bauru. Lá eles desenvolvem um trabalho de higiene bucal com crianças e adolescentes, em escolas.

O problema surgiu quando esses alunos não levavam os kits com escova de dente para o projeto e, dessa forma, não era possível ensinar sobre a higiene da boca. Por isso, era preciso pensar em uma forma de armazenar as escovas de dentes na instituição de forma correta. Foi quando o curso de Design foi acionado para dar apoio ao curso de Odontologia.

“Nós desenvolvemos uma solução para a necessidade de armazenar as escovas para que não fossem contaminadas. O protótipo é uma caixa armazenadora a partir de garrafas Pet, são capas individuais de escovas de dente. Foi uma solução prática e viável, porque pode ser facilmente construída”, explica Sileide Paccola, coordenadora de Design da USC.

Ensino superior na USC

Há 65 anos formando profissionais em Bauru, a USC é tradicional na cidade. Apesar de antiga, a universidade acompanha a evolução do ensino e da tecnologia. Dessa forma, os alunos estão sempre em contato com temas atuais, além de terem a oportunidade de colocar o que aprendem em prática.

Mas a USC vai além da graduação oferecendo mais de 40 cursos de MBA e de especialização.

Segundo a reitora, o sucesso dos alunos no Prêmio Solucionar se deve a diversos fatores.  “Relacionamos à indissociabilidade de um ensino diferenciado, que vai além das teorias e insere o estudante na prática e nos desafios de resolução de problemas. Relacionamos, também, ao perfil de estudantes participativos que aproveitam de todas as oportunidades de aprendizagem e crescimento que a USC oferece, por meios das inúmeras atividades, estrutura excelente-moderna e professores capacitados e preparados para desenvolver o potencial de cada um”.

publieditorial

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

The One comemora 5 anos em Bauru com promoções todos os dias!

Comemorar um aniversário é unir as pessoas de quem se gosta e aproveitar muita comida boa.…