Atualmente, ressurgiu uma bebida que se tornou a queridinha da galera: o Gin. Esse drink virou febre por suas composições que as diferenciam de outras bebidas destiladas.

Você sabia que, no começo, era para o Gin ser um remédio? Pois é, quem nos explicou essa história foi o Tomate, gerente do Bendito Santo.

Ele esclarece que, a princípio, a receita foi desenvolvida para ser um remédio. Quando os britânicos descobriram o Gin, eles perceberam que, pela composição, a bebida seria mais versátil na forma destilada.

Tomate já passou por muitos bares de Bauru e, atualmente, ele busca e estuda as novidades da coquetelaria.

“Com todo acesso à informação que temos, é muito difícil definir uma nova receita apenas imaginando o sabor que as coisas têm. Ler é importante e, principalmente, visitar mercados, feiras e outros estabelecimentos”, afirma.

Gin com limão siciliano feito pela chefe de bar, Gabriela Semensato

Tá na moda!

O Gin é diferente por sua leveza em aroma e sabor, mas por que virou uma bebida da moda?

“Desde a apresentação, já que é servido em uma taça especial, até suas combinações, o Gin ganhou o gosto dos consumidores de todas as idades e perfis”, conta Tomate.

Se você ainda não experimentou o Gin, Tomate deu a dica de começar com o clássico!

“Comece com Limão & Alecrim – leve e refrescante – e termine com opções mais elaboradas, que recebem espumas, reduções de combinações de frutas e, até mesmo, algumas outras que exigem técnicas gastronômicas que mais parecem um experimento de química”, indica.

Vem com o Gin que é sucesso!

Existem vários estilos e sabores de Gin! As possibilidades são infinitas, quem explica um pouco mais das composições é a Gabriela Semensato, chefe de bar no Santo Fogo.

Ela pesquisa sobre coquetelaria de modo geral, mas, com a fama do Gin crescendo, o interesse dela pela bebida também foi aumentando. “Como o Gin se tornou essa ‘febre’ acabei procurando mais sobre e descobri que é uma das bebidas com menor teor calórico”, diz.

Gin de limão siciliano com morango, receita da Gabriela Semensato

Gabriela ainda explica que a composição mais clássica é: Gin & Tônica, mas existem muitos outros sabores para combinar com o Gin. Além do principal, o limão, também existem opções como: tangerina e mel, limão e alecrim e morango com laranja.

“O amargor da água tônica combina muito bem com o sabor aromático do Gin, se você adicionar as rodelas de limão, suaviza o sabor da tônica e deixa a bebida mais refrescante”, revela Gabriela.

Ficou com vontade, né?

Depois de aprender um pouco sobre esse drink famoso, Gabriela e Tomate ensinaram receitas de Gin para você testar em casa!

Tangerina & Mel (Tomate)

Ingredientes:

  • 3 gomos de tangerina cortados na espessura de um dedo, sem tirar a casca
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 50ml de Gin
  • 300ml de água tônica
  • Gelo

Modo de preparo: 

Na taça, esprema levemente a tangerina e, em seguida, adicione o mel e o Gin. Mexa levemente para diluir o mel antes de colocar o gelo. Finalize enchendo a taça com gelo e completando com a água tônica. Mexa uma última vez para envolver a mistura e pronto.

Limão Siciliano (Gabriela)

Ingredientes:

  • 60 ml de Gin
  • 1/2 limão siciliano
  • 2 rodelas de limão siciliano
  • água tônica
  • gelo

Modo de preparo:

Em uma taça, coloque gelo até a borda, adicione 60 ml de Gin, o suco de 1/2 limão siciliano, 2 rodelas de limão siciliano e complete com água tônica. Se quiser, pode adicionar 30ml de xarope de limão siciliano, para ficar um pouco mais adocicado e saboroso.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

L’Entrecôte abre as portas para os bauruenses apreciarem uma verdadeira experiência da culinária francesa

O entrecôte é um prato muito tradicional da culinária francesa. O nome remete ao corte da …