Para quem quer começar a se exercitar, nada melhor do que a caminhada! Isso, porque ela é uma atividade física de baixa intensidade e que traz diversos benefícios para a saúde.

A redução do inchaço das pernas e tornozelos; a melhora na circulação sanguínea e a prevenção de doenças cardiovasculares, estão entre os pontos positivos. Contudo, as vantagens não são somente para o corpo, mas também, para a mente: a caminhada é uma ótima aliada no combate à ansiedade e ao estresse.

E não precisa ser atleta para começar, a caminhada é uma opção democrática para quem quer praticar atividade física. Segundo o professor de educação física, Gustavo Barquilha, tudo depende da intensidade do exercício.

“A caminhada é uma atividade física, geralmente, feita em baixa intensidade. Por isso, há a ideia de que é uma atividade tranquila, mas ela também pode ser feita em uma intensidade moderada, de acordo com o nível de condicionamento da pessoa”, explica.

A bauruense Carolina Rorato sempre praticou esportes e, para ela, a caminhada é um complemento ao pilates e à musculação.

“Há 4 anos, eu fui em uma nutricionista, pois queria ser mais saudável. Os resultados me motivaram a praticar ainda mais atividade física e eu comecei a fazer caminhada todos os dias. Depois de um tempo, eu quis mais, então comecei a corrida”, conta Carol.

Como começar a caminhar

Se você está disposto a colocar um tênis e sair por Bauru caminhando, fique atento às dicas do educador físico:

  1. Se você é sedentário, comece caminhando de 30 a 45 minutos durante três vezes na semana;
  2. Ao ganhar condicionamento físico, faça mais caminhadas durante a semana;
  3. Sempre procure o acompanhamento profissional, especialmente para um check up inicial;
  4. Hidrate-se sempre.

Caminhar pra quê?

Se você não faz nenhum exercício físico e quer emagrecer, a caminhada é uma solução, já que ela promove gasto calórico maior, especialmente, no começo. Com o passar do tempo, o ideal é procurar novos estímulos para o corpo e uma opção é aumentar a intensidade da caminhada.

“Algumas maneiras de deixar a caminhada mais intensa é andar distâncias maiores nas subidas e introduzir tiros curtos de corrida junto com a caminhada. Um exemplo é correr por um minuto e intercalar com um minuto de caminhada durante, aproximadamente, 20 minutos”, sugere Gustavo.

Apesar de emagrecer, a caminhada também acelera o processo de processo da perda de força e de massa muscular. Por isso, o professor de educação física alerta que treinar a força é fundamental.

“Um dos maiores erros é pensarmos apenas na caminhada para promover emagrecimento. Atividades aeróbias (correr ou caminhar), sem o treino de força, diminuem o tônus diminui e aumentam a flacidez, dificultando o processo de emagrecimento a longo prazo, pois quanto mais músculos se perdem, menos se gastam calorias durante o dia. Uma das melhores formas de evitar isso é treinando força, seja na musculação, crossfit ou treinamento funcional”, diz.

Caminhada ao ar livre

E se você acha que caminhar é chato, a alternativa para tornar o exercício mais atrativo é fazê-lo ao ar livre. Carolina já caminhou por lugares como Brasília e Jamaica e conta que é uma motivação. “Acredito que a energia da natureza faz toda a diferença! Eu gosto de praticar atividade física ao ar livre, porque faz bem para a mente!”, diz.

Aqui em Bauru, também existem diversos lugares onde você pode caminhar e aproveitar a paisagem. Confira:

Avenida Getúlio Vargas em Bauru
Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Atleta de Bauru conta a experiência de ser convocada pela 3ª vez para a seleção brasileira de atletismo

Bauru carrega cada vez mais o nome do esporte brasileiro para todas as partes do mundo. Ag…