Morar com amigos é ter outra família! Isso quem nos contou foram as bauruenses Gabrielly Silva, Valquíria de Carvalho e Bianca Maciel.

Ao longo dessa matéria, entrevistamos três meninas que dividem a casa com outras pessoas! Para entender mais sobre os desafios dessa vivência é só continuar acompanhando.

Muitos estudantes vem a Bauru, cidade universitária, para estudar e acabam, por questões financeiras, dividindo casas e apartamentos.

Novas experiências

Bianca Maciel é estudante e, atualmente, mora com mais duas amigas da mesma sala. Ela afirma que a experiência é muito boa!

Para ela, morar com pessoas que você já conhece e tem intimidade é melhor do que dividir o apê com uma pessoa que acabou de conhecer.

Isso, porque a estudante já passou pela experiência de morar com uma menina que ela não conhecia antes. Mesmo depois de um tempo morando juntas, o clima ainda era diferente.

Meu relacionamento com ela era muito bom, mas, quando você divide o apartamento com alguém que já é seu amigo, é muito melhor”, explica.

 Dividir despesas e sentimentos

Gabrielly Silva é outra personagem da nossa matéria. Ela é estudante e mora com mais cinco meninas!

Ela revela que dividir a casa com outras pessoas é diversão na certa! “É legal dividir a casa com os amigos! Se você está triste, as pessoas estão ali para te alegrar, sempre tem alguém animado!”, conta Gabrielly.

Além de dividir as despesas e as funções, elas convivem como se fossem uma família, já que estão longe de sua verdadeira casa.

Aliás, isso é besteira, já que dizem que sua casa é onde você está, não é? Na casa das meninas, são feitas festas de aniversários e até surpresas.

Mas nem tudo é festa, em meio ao estresse de conviver com outras pessoas, é necessário aprender a respeitar os espaços. “Nós somos muito unidas e, apesar de sermos diferentes, viramos uma nova família, nos ajudamos e resolvemos problemas juntas”, completa.

Morar entre amigos é uma solução para quem pretende dividir as despesas. Esse é o caso da Valquíria, também estudante e que, atualmente, mora com mais três meninas.

O custo para se manter sozinho é alto, mesmo Bauru sendo uma cidade universitária. Por isso, morar com os amigos, acaba sendo um escape nas contas “pesadas”.

Regras e desentendimentos

Todas as entrevistadas enfatizaram que o relacionamento entre os moradores devem ser de respeito. Isso, porque se você mora com outra pessoa, precisa aprender a lidar com as manias dela.

No apê onde a Bianca mora, são impostas algumas regras de convivência, como: limpeza, privacidade, entre outras. E para evitar futuros desentendimentos é necessário respeitar o espaço do outro!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Conheça os terrários: pequenos ecossistemas em vasos que estão se popularizando em Bauru

Todo mundo gosta de uma plantinha. Seja aquela árvore enorme que dá uma boa sombra, seja a…