Você cuida da sua pele? Se a resposta for “não”, comece a mudar já! Nossa pele é tão importante, quanto os outros órgãos do corpo e precisa de cuidados especiais!

A pele é responsável por proteger nosso corpo da radiação, regular a temperatura e detectar sinais de dor, dentre outras funções importantes. Por estar exposta, ela acaba sofrendo com os efeitos do sol, da poluição e do vento, prejudicando o seu funcionamento.

A pele precisa de cuidados durante todo o ano, mas no verão os cuidados devem ser intensificados. A Dra. Natália Crivaleiro é dermatologista e explica sobre o uso de protetor solar, do óculos de sol e de roupas de algodão.

O uso de filtro solar, deve ser feito diariamente, não somente nos momentos de lazer. É importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois eles bloqueiam a maior parte da radiação UV!”, diz.

Você sabe qual é o protetor ideal?

Muitas pessoas têm dúvidas na hora de escolher qual protetor usar. A dermatologista Natália explica que o fator de proteção 30 ou superiores é indicado para usos diários e exposições mais longas ao sol. Para pessoas com a pele mais sensível, recomenda-se o fator de proteção 50.

Mas quem dirá qual é o protetor ideal para você é seu dermatologista! É recomendado passar o protetor solar 30 minutos antes de sair no sol e reaplicar a cada duas horas.

Além disso, a Dermatologista Dra. Simone Pasquerelli completa dizendo que com a grande variabilidade de protetores que encontramos no mercado, é possível adaptá-los a todos os tipos de pele.

Cada pele um cuidado diferente!

O Brasil tem uma população com vários tipos de pele e diferentes tonalidades. A dermatologista explica que a pele, assim como cada pessoa, é diferente e apresenta suscetibilidades diversas com a exposição solar.

Por isso, é necessário levar em conta a coloração da pele, o grau de sensibilidade ao sol, idade, hidratação, entre outros fatores.

Nádia Linhares é de Suzano, cidade fria e nublada, mas se mudou para Bauru, que tem uma temperatura bem diferente. A adaptação foi radical e Nádia passou a usar protetor diariamente.

A estudante começou a ter mais cuidados com a pele após usar alguns produtos como toner (produtos caseiros), hidratante e protetor solar, que é essencial para ela!

“Eu queimo muito fácil, então evito pegar sol, por isso, ando com guarda-chuvas para me proteger”, completa.

Uso de protetor nas crianças

A Dra. Simone explica que crianças podem usar protetor solar a partir dos 6 meses, sendo da linha infantil. Além disso, ele deve ser reaplicado com frequência.

É essencial que evitem exposição ao sol, das 10h às 15h, ou entre 11h e 16h (horário de verão)”, comenta.

Da mesma forma, devemos sempre lembrar que a exposição solar excessiva durante a infância aumenta, de forma significativa, o risco de câncer de pele na idade adulta.

Câncer de pele

O principal fator de risco para o câncer de pele é a exposição solar intensa sem uso de proteção.

Mas você sabe como identificar ou começar a desconfiar de manchinhas? Se tiver pintas no corpo que aparentem mudanças na cor, tamanho ou formato, procure um especialista.

Além disso, se notar o aparecimento de nódulos que cresçam ou sangrem e feridas que não cicatrizam, também é preciso procurar um médico para serem avaliadas.

Nem toda pinta diferente será câncer, porém só um especialista pode diagnosticar, “O correto é ir ao dermatologista para avaliar e acompanhar a lesão mais de perto. Somente um especialista pode fazer o diagnóstico e tratamento correto!”, finaliza Simone.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Festival de Inverno do Villa Rondon em Bauru terá atrações como Léo & Raphael, Bruno Araújo e Dj Elieser

Nem só de Arraiá vivem os bauruenses! Mas, sertanejo nunca é demais, por isso, o Villa Ron…