Olá, sou a Isa e esta é a minha oitava coluna para o Social Bauru. Por aqui, você encontra temas relacionados à internet, redes sociais digitais e memes. Além de algumas dicas simples e praticáveis no dia a dia, tanto para o lado profissional, como para o pessoal. Confira o assunto deste mês!

Tem muita gente que fala em alto e bom som: “o Facebook já morreu”. Outros mencionam: “Instagram não funciona, pois é tudo automatizado”.

Tem até aqueles que adoram as redes sociais e procuram fazer perfis/ páginas em todas, inclusive no LinkedIn, que possui um outro escopo e tem, assim como as outras redes, o local adequado para você realizar as publicações da sua empresa, principalmente de cunho profissional e não de vendas.

O fato nisso tudo é que não existe um e-book, livro ou artigo científico que afirme veemente que só existe uma rede social para você investir. O que funciona mesmo é conhecer o público para o qual sua empresa está destinando a mensagem.

Existem empresas que possuem resultados favoráveis no Instagram, bem como outras que funcionam muito no Facebook. O que não podemos é generalizar ou dar sempre “murro em ponta de faca”. Estude o seu público, pois é o melhor a se fazer neste caso (e em todos os outros, pois aquele que não conhece para quem está comunicando, fica um pouco complicado).

Agora você pode me perguntar… Mas, como faço isso?

O que você precisa primeiro saber é para qual tipo de pessoa está enviando a mensagem do seu negócio, descobrindo: sexo, idade, classe social, gostos, comportamento, preferências, etc.

Após essa etapa é teste, ou seja, você vai analisando as reações do seu público em cada rede social e, a partir disso, toma decisões, adéqua conteúdo e publicações. E, claro, muita análise de relatórios (alguns que até as próprias redes fornecem).

Uma dica: não se precipite e não se frustre, procure absorver tudo o que as redes podem te oferecer para melhorar e alavancar o seu negócio.

Todo dia é um aprendizado!

Gostou?
Mês que vem tem mais, até lá!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Isabela Gaspar
Carregar mais em Colunistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Coluna Isadora Venturini: Eu que sempre quis ser adulta, hoje quero ser criança

Há semanas estou ensaiando um texto para a coluna do Social Bauru. Mas falho miseravelment…