Acredite quando digo que a paixão de uma pessoa pode mover montanhas. E em todos os quesitos! A paixão do brasiliense Augusto Coelho por carros o fez viajar mais de 900km para conhecer o Museu Mário Fava, em Bariri.

Há pouco mais de 60km de Bauru, o Museu Mário Fava guarda os registros históricos da aventura de três expedicionários brasileiros. Eles desbravaram a Estrada Panamericana entre 1928 e 1938, a bordo de um singelo Ford T.

Bancário e jipeiro, Augusto se apaixonou pela aventura da trupe e veio lá de Brasília prestigiar essa história.

Paixão sob quatro rodas

Aos 39 anos, Augusto conta que sua paixão pelo mundo offroad começou em 2015, quando foi ao Jalapão pela primeira vez. No mesmo ano, ele já tinha comprado um veículo 4×4. Segundo ele, “as aventuras se tornaram mais divertidas por me permitir ir em lugares paradisíacos e de difícil acesso!”.

Contudo, sua paixão pelos carros vem de muito antes. O jipeiro tem algumas motos e carros antigos em sua coleção, como um Troller, um Fiat 147 ANO 1980 e motos no estilo shoper, big trail e speed.

No final do ano passado, Augusto recebeu um vídeo de divulgação do Museu Mário Fava contanto um pouco da história. Então, o jipeiro colocou o pé na estrada e veio parar aqui na região de Bauru!

“Fiquei muito curioso, pois era certo que uma visita ao museu poderia me inspirar para as próximas viagens!”, afirma Augusto.

Saber que o grupo de expedicionários percorreram mais de 27 mil km entre Rio de Janeiro e Nova York despertou a curiosidade do brasiliense.

Em contato com a história

No comando de uma caminhonete SW4, Augusto se sentiu muito bem recebido ao chegar em Bariri. Encantado com o acervo histórico do museu, o jipeiro não perdeu a oportunidade de fazer algumas fotos ao lado do Ford T dos expedicionários.

“O museu reúne algumas paixões que tenho: viagem, carro antigo, a curiosidade pelo novo e pelos grandes feitos. Fiquei impressionado com a qualidade do museu! Me senti motivado a continuar viajando!”, relembra Augusto.

jipeiro
Augusto durante sua visita ao museu

Na opinião dele, a façanha dos brasileiros merece um lugar de destaque na história. “Infelizmente, temos o costume de dar mais valor aos feitos históricos que vem de fora e não damos a importância devida às proezas realizadas por gente daqui”, observa.

Relembrando toda sua viagem de Brasília a Bariri, Augusto sente que valeu a pena e faria de novo.

“Quando penso que percorri 900 km para conhecer um museu, vejo que a maior dificuldade foi sair da inércia e que o restante do caminho valeu”, finaliza o Jipeiro.

A história de Augusto é mais do que um bom motivo para conhecer o Museu Mário Fava!

O Museu Mário Fava fica na Rua Tiradentes, nº 410, em Bariri. As visitas podem ser realizadas de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Contato pelo telefone (14) 3662-1317.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Espetáculo Circense Clássico e inclusivo é apresentado neste domingo (9) em Bauru

Neste domingo, dia 9 de junho, o Circuito Cultural Paulista (CCP) traz um novo espetáculo …