A 4ª edição do Festival de Leitura e Literatura (FELELI) está chegando ao fim! Mas calma, porque ainda dá tempo de aproveitar algumas atividades gratuitas que vão até esta quarta, dia 01 de maio.

Ao todo são dez dias de programação, com atividades como: contação de histórias, intervenções literárias, shows e espetáculos teatrais. Dessa foram, o festival tomou conta de diversos locais da cidade com o objetivo de promover atividades de difusão e formação cultural.

“São eventos que foram cuidadosamente pensados e selecionados para oferecer aos jovens uma cultura viva e provocante, que impulsiona um olhar atento e crítico”, conta Val de Castro, da Giralua Companhia de Artes.

Confira as próximas atividades da FELELI:

  • Dia 30 de abril (terça-feira):

– Das 09h às 17h: tenta de leitura na Rua Sebastião, S/N;

– 10h e 15h: Las Mil Y Una Noches com o grupo Colombina Teatro, na Rua Sebastião, S/N;

– 19h30: Corpo Declara, com Clara de Clara, na Rua Sebastião, S/N;

– 20h20: Manual de Instruções com Fabiana Castro, na Rua Sebastião, S/N;

  • Dia 01 de maio (quarta-feira)

– 8h às 12h:  Oficina Narração Artística de Histórias: modos de pensar, dizer e atuar nessa linguagem

A oficina pretende pensar a retomada da arte do conto em contexto urbano a partir das abordagens histórica, cultural e artística. Além disso, a proposta é de expor aos participantes experimentações da linguagem do conto a partir do estudo e da performance de uma história. Com Giuliano Tierno.

(Público-alvo: Contadores de histórias, artistas, educadores e interessados) 20 vagas.
Local: Casa de Cultura Celina Neves. Rua Gérson França, 6-66, Centro

– 14h às 18h: Oficina Dançar a Palavra – Do conto à dança

A oficina trata, primordialmente, da transposição da linguagem escrita para a linguagem corporal. Com este foco, a abordagem irá associar a leitura de contos aos exercícios de preparação corporal para a cena, consciência estrutural do indivíduo, espaço para abertura de olhar e escuta do coletivo. Será estudado a criação de partituras corporais, gestuais e a construção de células coreográficas baseadas em contos literários. Com Fabiana Castro.

(Público-alvo: Contadores de histórias, bailarinos, interessados) 20 vagas.
Local:Casa de Cultura Celina Neves. Rua Gérson França, 6-66, Centro

– Encontrão do encerramento

Local: Vórtice Espaço Artístico. Rua Dr. Fuas de Mattos Sabino 2-48, Jardim América

– 20h:  Teatro de Animação “A Barca”

O espetáculo de animação conta história da Barca e do Faroleiro. A Barca corta o véu da noite. É de longe sua partida, navega entre estrelas, se guiando por planetas. A Barca nunca para e ela sempre volta. A Barca é aguardada pelo faroleiro, em seu farol dia e noite, a zelar pela luz acesa como um sinal de vida aos pescadores. Com Alessandro Brandão.

– 20h: Literatura de Cordel com Chico das Minhocas

Seu Chico das Minhocas declama admiravelmente versos em cordel, em sua memória acumula-se um grande repertório de textos e canções. Para o encerramento do FELELI, ocorrerá a apresentação de Luta de Um Homem Com Um Lobisomem de Abraão Batista.

– 21h: Sarau na Sala

No palco aberto, um espaço para poesia e prosa, música e dança, lançamento de textos literários e expressões diversas integradas à Leitura, Livro e Literatura.

Realização: Giralua Companhia de Artes e Arte&Efeito
Apoio: Prefeitura Municipal de Bauru – Secretaria Municipal da Cultura
Projeto contemplado através do edital Festivais de Arte do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC)

Serviço
4º Festival de Leitura e Literatura (Feleli)
Data: do dia 22 de abril até 1º de maio
Programação completa:www.facebook.com/FestivaldeLeituraeLiteratura
Outras informações: (14) 98103-6389 (WhatsApp) / www.facebook.com/GiraluadeArtes / @feleli.bauru / www.arteefeito.com.br

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Feira de Economia Criativa Bauruense leva produtos artesanais para mais lugares da cidade

A Feira de Economia Criativa é cenário comum para quem caminha na avenida Getúlio Vargas n…