Neste domingo, dia 9 de junho, o Circuito Cultural Paulista (CCP) traz um novo espetáculo para Bauru. O Teatro Municipal “Celina Lourdes Alves Neves” recebe um espetáculo Circense Clássico e inclusivo, às 19h, com entrada gratuita.

A apresentação é realizada pela Companhia Corpo Mágico e também será traduzida para linguagem de sinais.

O espetáculo de variedades circenses segue a linha do circo clássico com números de malabarismo, acrobacias, mágica, equilíbrio e esquetes de palhaço, trazendo toda ludicidade e alegria ao picadeiro.

A Companhia Corpo Mágico levou este espetáculo em turnê pela Angola, que foi apresentado no centro de Bellas para mais de 6 mil angolanos. O espetáculo também fez lotar a lona do Festival Paulista de Circo 2018, com 1200 espectadores.

Inclusão: Cultura para todos

O espetáculo conhecido internacionalmente, agora, vai atingir um público que nem sempre tem as necessidades atendidas. Um intérprete de libras estará presente com objetivo de possibilitar a presença plena da comunidade surda, que poderá apreciar o evento de forma completa.

Fausto Henrique de Oliveira é da produção e responsável técnico do espetáculo. Segundo ele, o intérprete ficará na lateral do palco e será responsável por, além de traduzir as falas, interpretar a música. Assim, possibilitando ao surdo estar integrado ao clima e à ambientação do espetáculo. “É a primeira vez que temos a presença de um intérprete em nosso espetáculo, e isso é muito bom”, diz Fausto.

Foto: Júnior Pacheco

O intérprete possibilita a presença da comunidade surda em diversos espaços e, nesse caso, no espaço de arte. Em muitos casos, os surdos perdem autonomia por precisarem de algum auxílio, já que nem todos os lugares dispõem de profissionais que possam ser intermediários na comunicação.

Para Ana Raquel Périco Mangili, jornalista e surda oralizada, a presença de um intérprete é um avanço tardio: “o direito à acessibilidade em eventos culturais já é garantido por lei há muitos anos. Idealmente, todo tipo de evento cultural deveria ser acessível a qualquer segmento da população. Muitas pessoas são privadas do direito ao lazer pela falta de acessibilidade encontrada nesses espaços públicos.”

A lei federal nº 13.146/2015 determina que é dever do Estado garantir a inclusão e pessoas com algum tipo de deficiência, que deve ocorrer em condições de igualdade. Luiz Mateus da Silva é voluntário da Associação de Surdos de Bauru (ASBA) e para ele “é elementar que qualquer atividade ou espetáculo tenha a presença e intérpretes, pois sem a presença desses profissionais os surdos não terão seus direitos assegurados.”

“Dá pra contar nos dedos”

Gabriel Luiz Vedovato, é estudante, surdo oralizado. Para ele, a acessibilidade ainda é vista como detalhe: “De todos os eventos que eu já participei, seja espetáculo, palestra ou etc, é possível contar nos dedos os eventos que forneceram acessibilidade para mim e os outros deficientes presentes.”

O “Espetáculo Circense Clássico” será realizado no Teatro Municipal de Bauru no dia 9 de junho, às 19h. O evento é patrocinado pela Lwart Lubrificantes, com execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte – APAA e realização da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Governo do Estado de São Paulo e Ministério da Cidadania e correalização da Secretaria Municipal de Cultura.

Serviço
Circuito Cultural Paulista
“Espetáculo Circense Clássico” – 09/08, às 19h
Local: Teatro Municipal de Bauru: Av. Nações Unidas, 8-9
Entrada Gratuita

Todas as informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Bauru. 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Social Bauru
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

“As Bahias e a Cozinha Mineira” se apresenta no Sesc Bauru neste sábado (24)

Sábado também é dia de show no Sesc Bauru. No dia 24 de agosto, quem se apresenta é o grup…