Hoje em dia, o pole dance é uma prática muito comum no mundo todo! Mas, antigamente, as pessoas já praticavam esse esporte lá na Índia, que era chamado de mallakhamb. Com o tempo, a ideia foi se aperfeiçoando, mas ainda assim, o pole dance exige muita força e concentração para que o atleta consiga se equilibrar e realizar as acrobacias.

Se antes os movimentos eram feitos em um poste de madeira, hoje ele foi substituído pela barra de ferro. O nome dado, “pole dance”, significa dança do cano ou dança no poste.

Dentro desse esporte, existem várias vertentes e formas de praticá-lo. A bauruense Daniele Luz foi atleta de Ginástica Artística durante 10 anos e conta com mais de 10 capacitações no pole dance. Atualmente, ela é treinadora em Bauru e explica as modalidades do esporte.

“Antigamente associado às casas noturnas e ao strip-tease, o pole dance assume, hoje, outras vertentes, como, por exemplo, o Pole Dance Fitness (Sport), o Pole Sensual e o Exotic Pole”, enumera.

Pole Dance Fitness – Pole Esporte

Essa modalidade tem como objetivo trabalhar a musculatura, desenvolvendo a força, a flexibilidade e, principalmente, a resistência. Segundo a professora, é nesta vertente que você encontra praticantes de seis anos (kids) até acima de 50 anos de idade (Masters).

Segundo Daniele, essa modalidade tem as principais competições regidas por códigos internacionais. “Essa vertente está caminhando para entrar para as Olimpíadas, ou seja, se tornar um esporte olímpico mundialmente conhecido”, completa.

A atleta da modalidade, Caroline Prudente, conta que como a prática do pole esporte é maravilhosa! “É um desafio a cada aula e, com o tempo e persistência, você vai se desenvolvendo cada dia mais! É uma felicidade muito grande quando você olha para trás e vê como você melhorou e mudou”, diz.

As descobertas não param enquanto o esporte é realizado. Segundo a atleta, já são mais de dois anos praticando e o pole esporte a ajudou no desenvolvimento e a fazer o que gosta independente da opinião alheia. Por isso, o pole esporte também auxilia na autoestima.

“Eu aprendi me aceitar como sou e as consequências dos exercícios foram meu corpo em forma, principalmente lá, eu consegui diminuir a medida da minha barriga”, revela Carolina.

Pole Sensual

Chegamos a mais uma vertente do pole dance: o Pole Sensual! A modalidade é mais conhecida por se aproximar do estereótipo de pole strippers. Segundo a Daniele, esse é o estilo que mais trabalha a sensualidade entre todos, com bastante contato visual, floor work, salto, caras e bocas.

Apesar do pole dance ser um esporte complexo, o pole sensual não é focado em técnicas específicas. Por isso, alunos de todos os níveis de pole podem praticá-lo tranquilamente.

“Do ponto de vista de complexidade, ele não foca muito em técnicas. Basta ter vontade de aprimorar a sensualidade e gostar de dançar”, esclarece Daniele.

Exotic Pole

Essa outra modalidade do pole dance é relacionada aos praticantes russos. Segundo a treinadora, o estilo tem como principal foco a técnica e a fluidez, trabalhando com movimentos em médio e baixo plano.

Além disso, esse desempenho possibilita um toque de sensualidade com a utilização do salto alto. “É nesta vertente que você encontra as transições malucas e pernas longas e envolventes que deixam o Exotic Pole um estilo único”, explica Daniele.

Sem restrição de idade

Diante de tantas formas de praticar, o pole dance, de forma geral, é uma atividade com aprendizagem progressiva. Portanto, não exige nenhum tipo de conhecimento prévio, assim, qualquer pessoa que esteja disposta a aprender pode se encantar pela modalidade.

A treinadora ainda completa que o pole dance usa o peso do próprio corpo. Dessa forma, o esporte trabalha a mente e não tem restrição de idade, peso ou altura. Entretanto, para pessoas que tenham labirintite ou algum problema em articulações o pole deve ser trabalhado de forma ainda mais individualizada.

“As pessoas, ao iniciarem a prática do pole dance, se surpreendem a cada dia, o que torna o pole ainda mais apaixonante. Lembrando sempre que a consulta ao médico, antes de iniciar qualquer exercício físico, é indispensável”, finaliza Daniele.

Consultoria: Daniele Luz – Studio Fitness Pole Dance.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bikes gratuitas voltam para a Getúlio em Bauru e ação conta com novidades neste domingo

Nada melhor do que aproveitar que a avenida Getúlio Vargas está fechada para os carros no …