Uma fotografia pode mostrar muito mais do que vemos. O ângulo, a luz e a cor podem contar histórias de um lugar e de uma pessoa. Segundo a fotógrafa norte-americana, Dorothea Lange, “A câmera é um instrumento que ensina a gente a ver sem câmera”.

Dessa forma, a foto pode ser uma aliada na hora de nos aceitarmos e nos amarmos como somos. Os ensaios fotográficos se tornaram cada vez mais populares entre as pessoas, não só como uma forma de registrar e guardar momento especiais, mas para trazer mais confiança!

Uma foto da beleza

Todos nós temos uma beleza única e, se você não consegue vê-la, a fotografia consegue e te ajuda a ver também. As alunas de Bauru, Julia Mendonça e Caroline Oréfice conseguiram, com ensaios fotográficos, dar o primeiro passo para uma melhora na autoestima e no amor próprio.

ensaios bauru
Ensaio de Caroline Oréfice com a fotógrafa Lara Pires

Julia Mendonça

“Sempre tive uma péssima autoestima. Desde criança, eu era a mais alta, tinha o maior peso entre os colegas e sofria muito bullying. Na adolescência enfrentei a anorexia. O ensaio foi uma forma de tentar descobrir o que as pessoas vinham repetindo e eu teimava em não acreditar. Foi um primeiro passo, digamos assim [para mudar a forma como se enxergava]. Afinal, é uma jornada, não é um interruptor que você liga e desliga quando quer. Ter uma foto minha no meu quarto me lembra todo dia desse passo que resolvi dar por mim mesma.”

Caroline Oréfice

“Eu decidi fazer o primeiro ensaio fotográfico, porque eu precisava melhorar minha autoestima. Nunca tive uma relação boa com a minha autoestima. Tenho transtorno de imagem e convivo com vários transtornos psicológicos e alimentares ao longo da minha vida. Confesso que, de início, tive medo. Não queria que outra pessoa visse minha vulnerabilidade. O ensaio me ajudou a enxergar que eu sou incrível do meu jeito. Está tudo bem ter barriguinha, está tudo bem ter espinhas, está tudo bem não se sentir linda o tempo todo. A gente só não pode basear nossa beleza no que vemos nas redes sociais. O ensaio me mostrou que eu não preciso de mil retoques para parecer maravilhosa.”

ensaios fotográficos
Ensaio de Caroline Oréfice com o fotógrafo Pedro Vannucci

Além disso, para Caroline, a aceitação da própria imagem e do próprio corpo é um processo de construção, e não vem do dia para a noite. O primeiro passo é se enxergar melhor e fora das fotos que vemos no Instagram, cheias de retoques e efeitos.

ensaios fotográficos bauru
Ensaio de Caroline Oréfice com o fotógrafo Pedro Vannucci

Do lado de cá da lente

Para quem está fotografando, os ensaios são os momentos de mostrar o que há de melhor em um enquadramento. O fotógrafo tem nas mãos uma pessoa diferente e tem o papel de usar a sensibilidade e a observação para fazer fotos lindas!

“Busco os mínimos detalhes, não apenas visual, mas também busco sempre entender a vibração da pessoa”, afirma Gabriel Potter.

Potter é fotógrafo profissional e tem como especialidade os ensaios sensuais. Ao longo dos anos de trabalho, começou a perceber como as fotografias atuavam na vida das mulheres.

Além dele, a fotógrafa Lara Pires também tenta ao máximo ter sensibilidade e fazer o máximo para as mulheres se sentirem confortáveis consigo mesmas!

“Como fotógrafa eu tento fazer com que as mulheres se sintam bonitas e que também tenha uma experiência tranquila e agradável durante o ensaio. Tento fazer com que elas se desliguem daquilo que consideram defeitos e se vejam de uma outra perspectiva. É uma atitude até meio ambiciosa, essa de querer ajudar alguém a mudar o olhar o olhar sobre si mesmo, mas quando funciona, é bem gratificante”, ela comenta.

ensaios fotográficos bauru
Gabriel Potter durante ensaio fotográfico

E os ensaios realmente funcionam como um espelho, você consegue ângulos do próprio corpo que pode não estar acostumada.

“A verdade é que a fotografia sem tantos artifícios, como maquiagem e photoshop, pode até chocar. Melhorar a autoestima passa por um processo de aceitação que não é tão simples e nem é rápido. E nesse aspecto, a fotografia serve apenas como uma ferramenta, e não como solução definitiva”, revela Lara.

De todos os ensaios que já fez, Gabriel Potter teve feedbacks muito positivos e ainda se recorda do comentários de uma das modelos sobre as fotos: “Melhora muito a nossa autoestima, a gente explora um lado nosso que não conhecemos”.

ensaios bauru
Foto: Gabriel Potter

Em uma sociedade em que as mulheres ainda não bombardeadas com críticas sobre o próprio corpo, tanto de homens quanto de outras mulheres, os ensaios fotográficos são uma nova forma de se ver.

 

 

 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Jovem bauruense cria própria marca de roupas agênero, que vestem homens e mulheres

A moda agênero é uma proposta que cada vez mais vem tomando as passarelas do mundo. O conc…