Após quase dois anos da reunião sobre implementação de um crematório e cemitério para animais em Bauru, a cidade está um passo mais perto de conquistar esse espaço. A Prefeitura de Bauru anunciou a futura área para implantação do espaço que será anexa ao Cemitério Cristo Rei, região noroeste da cidade.

O anúncio foi feito na última terça-feira (25), pelo prefeito Clodoaldo Gazzetta em reunião com o vereador Carlão do Gás, a vereadora Yasmim Nascimento, o secretário das Administrações Regionais, Etelvino Zacarias e o ex-deputado estadual Celso Nascimento. Além dos dois vereadores que participaram da reunião, o vereador Ricardo Cabello também está envolvido na causa.

Foto: divulgação

Entretanto, ainda não existe uma previsão para início das obras. “Estamos atrás de recursos e já temos uma parte assegurada. Então estamos fazendo a finalização de custos para fazer uma previsão de início e finalização das obras”, diz o prefeito, Clodoaldo Gazzetta.

Segundo a Prefeitura, os recursos para a implantação do cemitério e crematório de animais deverão vir de repasses do Governo Estadual ou Federal, ou mesmo de recursos próprios do município, por meio de contrapartidas de futuros empreendimentos.

Questão de saúde pública

Todo mundo quer um local especial para se despedir do bichinho de estimação, certo? Além de oferecer um respaldo para a população sepultar os pets, o cemitério animal é fundamental para evitar problemas ambientais. Isso, porque o descarte em terrenos e vias públicas pode contaminar o lençol freático que abastece a cidade.

Por isso, a implantação do cemitério e crematório em Bauru vai atender uma demanda antiga da causa animal. Além de evitar que animais sejam descartados em terrenos baldios, fundos de vales e córregos da cidade. O local será destinado para animais domésticos de pequeno e médio porte, especialmente cães e gatos.

“Teremos um local apropriado para aquelas pessoas que têm um carinho especial pelos seus pets. Ao mesmo tempo, evitamos problemas relacionados às questões de saúde pública com o descarte inadequado de animais mortos”, enfatizou Gazzetta.

Reforçando a ideia de enterrar os animais em locais apropriados, Gazzetta ainda conta que o serviço de cremação será gratuito para a população carente. “Nós ainda vamos estabelecer os critérios para as pessoas que vão receber esse serviço gratuitamente. Quem tem condições de pagar, vai ter um custo de operação, ainda não está previsto, mas será alinhado de acordo com o valor que vai ser gasto com a manutenção do equipamento”, explica o prefeito de Bauru.

Por enquanto, onde enterrar meu bichinho?

Entre as opções, enterrar o animal no quintal ou em qualquer terreno é a pior opção. Um corpo em decomposição produz necrochorume, líquido rico em bactérias, salmonela e substâncias tóxicas. Essas substâncias contaminam o solo e o lençol freático, transmitindo diversas doenças à população por meio da água.

Portanto, procure uma clínica veterinária! Eles poderão oferecer as melhores opções para destinar o animal. Além disso, outra solução é procurar cemitérios animais particulares pela região, como em Agudos ou Botucatu.

Ah, caso encontre um animal morto na rua solicite o recolhimento pela Emdurb pelo número (14) 3233-9000.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

População de Bauru pode votar entre três projetos para a remodelação do calçadão da Batista

Três projetos diferentes estão à disposição para os bauruenses conhecerem e votarem. Eles …