Rosemeire dos Santos Silva é a quarta filha de sete irmãos, esposa, mãe, avó e uma apaixonada por poema!

Por causa desta paixão, Rose pegava livros, gibis e revistas dos irmãos mais velhos para ler e começou a escrever antes mesmo de entrar para a escola. Assim, a bauruense foi criando gosto pela escrita e pelos poemas.

Com o tempo, outras necessidades foram aparecendo como cuidar da família, dos filhos e do trabalho. Então, os poemas ficaram na gaveta por muitos anos! Até que Rose passou por uma cirurgia e, com o tempo vago, retomou a antiga paixão de escrever.

A bauruense é servidora pública e o tempo livre foi essencial para que ela pudesse voltar a escrever. “Isso reavivou em mim a vontade de escrever e comecei a lembrar das coisas da minha infância”, diz.

Papel, caneta e poema!

O que move a vontade da Rose escrever são as coisas simples do dia a dia. Para ela, uma conversa, um passeio ou uma lembrança são suficientes para encher o coração de inspiração e produzir os poemas.

“A conversa com um idoso, observar o pôr do sol ou tomar um café com alguém, são coisas simples que deixamos passar e devíamos dar mais importância”, explica.

Ainda que os poemas sejam a grande paixão da bauruense, músicas e textos no geral também são criados por ela. Por meio dos textos, Rose consegue demonstrar o que as pessoas oferecem de melhor e tenta buscar o que elas tem de bom.

Um passo para o concurso de poemas

Depois de voltar a escrever, Rose decidiu que era hora de mostrar seu talento aos outros. Assim, enviou um de seus poemas ao concurso da editora Vivara e para a surpresa da bauruense, ele foi aprovado!

“Quando descobri, fiquei impactada, porque entre tantas outras pessoas, escolheram meu poema. Pra mim foi uma surpresa e fez brotar uma esperança que estava esquecida em mim!”, comenta.

Dentre 2152 poemas, o poema “Resgate” da Rose foi selecionado e publicado no livro “Poesia Livre 2019” da editora Vivara. A surpresa não foi só para a escritora bauruense, mas também para os amigos e conhecidos, que não sabiam desse dom de transformar a realidade em poemas.

“Na escola onde eu trabalho ninguém sabia que eu escrevia! Quando ficaram sabendo do livro, pediram para eu escrever um poema para a reunião da escola e todos ficaram surpresos”, completa Rose.

Com os filhos crescidos e com tempo para se dedicar, Rose vai apostar em mais concursos e se dedicar aos textos. Ela mesma comentou,Agora é o meu momento!, então podemos esperar que logo seremos surpreendidos com mais poesias.

Para quem quiser conferir, o livro está sendo vendido pelo e-mail: [email protected].

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Como era a vida do Chico antes da fama? Conheça o cachorro bauruense que tomou conta das redes sociais!

Imagine chegar em casa e se deparar com uma verdadeira cena de filme de terror: seu quarto…