Bauru é um polo muito forte em produções audiovisuais. Com diversos cursos de comunicação nas universidades públicas e particulares, muitos documentários já foram criados aqui na cidade.

Confira uma lista com cinco produções para vocês não deixar de conferir:

  • Kink: o BDSM

Produzido pelas alunas de jornalismo da Unesp, Camila Nakazato, Juliana Gonzales, Larissa Caliari e Daniele Fernandes, o documentário busca elucidar algumas questões sobre o BDSM, sigla que significa boundage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo (padrões de comportamento sexual humano).

A produção possui 44 minutos e foi criada pela percepção das alunas a partir da falta de informação sobre o assunto, o que pode gerar preconceitos, situações desagradáveis e abusivas. Confira o documentário completo:

  • Nós Esclerosados

Criado pelo aluno de Rádio e Tv da Unesp, Bruno Almeida, o documentário “Nós Esclerosados” foi criado em parceria com a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla.

O filme aborda a incidência, o tratamento e os cuidados da esclerose múltipla no Brasil. Doença neurodegenerativa e autoimune, ela tem tratamento gratuito através do Sistema Único de Saúdo (SUS). Com 50 minutos de duração, o tema foi escolhido pelo aluno devido à ligação direta que tem com a doença. Confira:

  • Sobre os trilhos da história – O progresso, a queda e a cultura

O documentário foi criado pelos alunos da FIB (Faculdade Integradas de Bauru), Leonardo Oliveira, Evandro Souza, Débora Dias, Matheus Stefanini, José Rubens Leal e Henrique Moraes. A produção conta a história da antiga estação ferroviária de Bauru.

Por meio de relatos, a narrativa conta o progresso que a estação trouxe ao município até os dias atuais. O documentário foi um dos nove filmes selecionados para a Mostra Competitiva da 15ª edição do REcine – Festival Internacional de Cinema de Arquivo, na categoria de média metragem.

Confira um trailer:

  • Eu sou Raul Torres, Violeiro Sim Sinhô

O projeto foi dirigido pelas alunos da FIB,  Leandro Ferrari e Daniel Figueira. Tem produção de Nidowilliam Spadotto e foi realizado como trabalho de conclusão de curso. O documentário também foi selecionado para festivais como o In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical.

Confira o trailer:

  • Rugas da Vida

Produzido pelo bauruense Evandro Souza, o documentário coleta relatos sobre a velhice de uma forma bem informal, gravado aqui na cidade. A produção ainda recebeu o apoio do Programa de Estímulo a Cultura da Prefeitura de Bauru.

Com uma equipe de nove pessoa, o objetivo do projeto é dar visibilidade às pessoas de idade e às suas experiências de vida.

Confira:

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Casinha do Papai Noel será inaugurada neste domingo (08) em Bauru

A época mais aguardada do ano chegou, o Natal! E para comemorar do jeito certo, os bauruen…