Durante os dias mais quentes em Bauru, geralmente, entre novembro e março, você já sentiu falta de uma sombrinha? E nos dias de chuva, já ficou receoso em deparar-se com um alagamento na cidade?

Pois acredite, muitas dessas situações podem ser diminuídas, e até evitadas, com o plantio de árvores. A chamada Arborização Urbana traz inúmeros benefícios, tanto para o meio ambiente, quanto para a população dos centros urbanos. 

Benefícios da arborização

São diversas as melhorias trazidas pelo aumento da quantidade de árvores nas cidades, algumas até bem surpreendentes. Entre elas, podemos citar: proteção contra ventos; sombreamento; diminuição da poluição sonora e absorção da poluição atmosférica. 

Mais árvores ainda significam um enriquecimento da biodiversidade local e a diminuição das ilhas de calor. As plantas podem amenizar o clima ao redor delas em até 8ºC.

Elas também reduzem as enchentes e os problemas de erosão, pois suas copas fracionam a água das chuvas, reduzindo o impacto no solo. Além disso, elas protegem o asfalto com sua sombra, evitando o desgaste natural, resultante da mudança de temperatura.

Samir Gibran, gestor ambiental e sanitarista da BIO GS, empresa que oferece soluções ambientais para empreendimentos e indústrias, pontua um benefício excepcional da arborização. 

O profissional frisa que, para além das questões estéticas e ambientais, a arborização também abrange outro aspecto: o econômico. “Há uma valorização dos imóveis localizados próximos às áreas arborizadas. Também ocorre a redução do consumo de energia em condicionadores de ar, principalmente no verão, devido à sombra das árvores”. 

Crescimento dos centros urbanos

Dessa forma, é de extrema importância que seja estabelecido um equilíbrio entre o crescimento urbano e a administração dos recursos naturais. Principalmente em cidades como Bauru, que têm um crescimento populacional cada vez maior. 

De acordo com o IBGE, apenas entre 2017 e 2018, a cidade registrou um aumento de 2.582 novos habitantes. Apesar disso, o censo também apontou que 93.9% dos domicílios urbanos em vias públicas da cidade contam com arborização.

Porém, mesmo com índices positivos, por que ainda se preocupar com o plantio de mais árvores? Para além de motivos óbvios, como o fato de que, conforme a cidade cresce, mais áreas naturais precisam ser exploradas, também há uma questão internacional. 

Plano de ação internacional 

Em setembro de 2015, líderes mundiais reuniram-se na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) para elaborar a Agenda 2030. O plano possui 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

(Vídeo: ONU Brasil/Vimeo)

Entre eles, propostas para reduzir a pobreza, fome, desigualdades e a poluição do planeta. O Brasil, enquanto Estado-membro da ONU, também deve apresentar planos para alcançar os objetivos até 2030. 

Inclusive, a cidade de Bauru tem se movimentado e apresentado propostas em direção de um desenvolvimento sustentável.

No início do mês de julho, o prefeito Clodoaldo Gazzetta propôs uma série de medidas em prol do meio ambiente. As ações envolvem a recuperação de mananciais, manejo de área de preservação ambiental, plantio de árvores e produção de alimentos orgânicos na área urbana.

Pode virar lei  

Entre as iniciativas, o prefeito assinou um projeto de lei que determina o plantio de árvores em frente aos imóveis. O projeto será encaminhado para a Câmara Municipal e pretende melhorar a qualidade do ar na área urbana. 

Apesar de já existir a obrigatoriedade do plantio, o projeto surgiu para substituir árvores que acabam morrendo ou são cortadas e, nem sempre, são substituídas. 

Caso aprovada, a lei prevê que os proprietários deverão fazer o plantio de espécies recomendadas para as calçadas ou aceitar que a prefeitura faça a colocação de uma muda dentro de mutirões de arborização. 

Mas como funcionaria?

Apesar do projeto de lei ter causado euforia, e até insatisfação de alguns, já existe uma legislação vigente na cidade que também prevê o plantio de árvores. Segundo a Lei 4368 de 1999, deve ser plantada, no mínimo, uma muda para cada nova edificação em lotes de até 10 metros de fachada. 

O município ainda conta com o apoio do Viveiro Municipal José de Souza Sobrinho para a distribuição das mudas. O espaço produz mudas utilizadas na arborização urbana e as disponibiliza para a população de forma gratuita. 

De acordo com a coordenadora do Viveiro, Lourdes de Cássia Penteada, é de extrema importância o aumento das áreas verdes de Bauru. Sobre a distribuição das mudas, pontua: “Disponibilizaremos o que temos; algumas mudas nós produzimos e outras recebemos por compensação. A partir disso fazemos o repasse para o munícipe”.  

Ela ainda comenta que os bauruenses já estão mais atentos ao assunto, que é de extrema importância. “Hoje o pessoal está se conscientizando mais, e já tem mais procura por mudas.” 

A doação ocorrerá após o cadastro do bauruense com nome completo, endereço e documentos pessoais (RG ou CPF) no viveiro.

Outras ações em Bauru

Para além do plantio de árvores, Samir também comenta a importância, e urgência, do plantio em outros espaços da cidade. “Acredito que a urgência não esteja relacionada às áreas urbanizadas, e sim nas matas ciliares, que estão no entorno do Rio Batalha e seus afluentes”, aponta o gestor. 

Essa vegetação é responsável pela qualidade dos rios e córregos, e o Rio Batalha, sozinho, abastece 38% da população bauruense. Os dados são da Agência Nacional das Águas (ANA). 

Ação de cidadãos

Também é de extrema importância que haja uma educação ambiental dos cidadãos, entendendo  a necessidade e a importância de manter o equilíbrio ambiental.

Os projetos de Educação Ambiental têm como objetivo conscientizar a população sobre temas relacionados ao meio ambiente. Entre eles, sustentabilidade e meios para preservar a fauna e a flora do município.

“Se cada um fizer sua parte, teremos um grande resultado. O desenvolvimento sustentável tem como objetivo um desenvolvimento econômico ambientalmente correto e socialmente justo”, frisa Samir. 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Como era a vida do Chico antes da fama? Conheça o cachorro bauruense que tomou conta das redes sociais!

Imagine chegar em casa e se deparar com uma verdadeira cena de filme de terror: seu quarto…